Wednesday, August 10, 2011

Sopla el viento

O pastor desce a Serra… sinais… o sino da capela toca… pelo número de badaladas… faleceu um homem…
A meio do caminho… uma amiga dá-lhe um abraço…
Recolhe as ovelhas na corte… uma lágrima cai quando vê o cajado de seu pai encostado a uma parede…
Muitas mãos deitam terra beijada em cima do caixão…
No final do dia… foi deitar palha às ovelhas… não estão no curral…
Sobe a serra… no pasto está o rebanho e junto a uma pedra… o cajado de seu pai…
Sopra o vento… e esse mesmo vento lhe diz:
Que nenhuma cousa deste ou de outro mundo te faça com que deixes de trazer o gado a pastar…
*
El pastor desciende de la sierra... la campana de la iglesia toca... por el número de campanadas... ha fallecido un hombre...En el medio del camino... una amiga le da un abrazo...
Recoge las ovejas del establo... una lágrima cae cuando ve el cayado de su padre apoyado en una pared...
Muchas manos echan tierra besada encima de la caja...
Al final del día... fue a echar paja a las ovejas... no están en el corral...
Sube a la sierra... en el pasto está el rebaño y junto a una piedra... el cayado de su padre...
Sopla el viento... y ese mismo viento le dice:
Que ninguna cosa de este o de otro mundo te haga dejar de traer el ganado a pastar...

52 Comments:

At 12:14 AM, Blogger mixtu said...

Uma Homenagem ao melhor Pai do Mundo...

 
At 10:47 PM, Blogger Anita said...

Sim, porque a vida é assim mesmo...curta e bonita demais para vivermos na tristeza...que haja sempre um sorriso ao recordar!

Um beijinho grande*

 
At 11:23 PM, Anonymous eduardobetencourt said...

Pelo menos, três formas de morte, conheço:

Física
Psíquica
Espiritual

Corpo que regressa à terra
Afastamento de um ente querido
Libertação do espírito

O senhor seu pai regressou à terra
mas o seu espírito vai permanecer no seu pensamento e no dos seus familiares e amigos
O seu espírito vai regressar ao Criador e juntar-se no céu, à estrela do pastor onde ficará a brilhar para todo o sempre

Um pastor é um Homem Bom

Sofre muito e agora precisa de repousar, dormir.
Não é em vão que na etimologia grega, cemitério significa: local ou espaço onde se dorme ou repousa.

Aceite as minhas condolências e um forte abraço para que possa continuar a conduzir as suas ovelhas até ao alto da serra

 
At 1:44 AM, Blogger Claudinha ੴ said...

Então guie sempre seu rebanho e traga sempre seu pai junto em seu coração.
Esta homenagem certamente ecoa junto com o badalar dos sinos na pequena aldeia. Um beijo!

 
At 4:04 PM, Blogger alma said...

Que ninguna cosa de este u otro mundo....

 
At 4:04 PM, Blogger alma said...

Que ninguna cosa de este u otro mundo....

 
At 5:16 PM, Blogger ~pi said...

...

lamento, amigo meu

( agora és tu o melhor pai do mundo dos vivos, bem sabes,

~ a b r a Ç o

( um rio de abraços

 
At 5:31 PM, Blogger ~pi said...

sopra quente o vento
carrascais embalam um mistério
seco
silêncio promessa na erva amarela
numa luz de pedra
sopra forte o vento

a tarde diz tudo sobre respirar
sobre devagar
sobre ser-de-estar
) tarde sibilante de setas de amar

à face da serra ecoa de novo
a sombra bendita do cajado lento
na voz cantam sempre
doçuras de ovelha a telha partida
retida no olho
o verde tecido ( lã de tantas eras
estrela cadente



~

 
At 11:18 PM, Blogger Baby said...

Sentida homenagem a todos os Pais do mundo, ainda que não consigamos ouvir os seus recados através do vento que passa...
Um abraço do Sul.

 
At 8:46 AM, Anonymous Eduardo Betencourt said...

A meio das rudes escarpas do Rio Coa

também eu choro

Na base de um enorme e vetusto barroco, à sombra de uma velha carrasqueira, sentado numa pedra solta

também eu choro

Não o amor de um pai perdido há já muitos anos, mas de um amor perdido há bem pouco tempo

Ao lado, numa cova escavada na rocha, sepultura antropomórfica, deixo rolar uma grossa lágrima por alguém que não tem merecimentos para isso

Mas o coração é assim...

(Mas ainda não perdi a esperança de sepultar esse amor.)

Enquanto isso, num impulso irresistível, voo pelos caminhos pedregosos das ladeiras e arribas do Coa directo à vila dessa Beira do Planaito Raiano

Uma hora depois regresso com duas rosas deixo uma no sarcófago ainda humedecido pelas lágrimas de há pouco

a outra vou desfolhando e atirando pétalas ao vento que há-de levar o perfume até à tua Serra e suavizar a dor pela perda do teu velho e amado pastor

 
At 1:45 PM, Blogger un dress said...

dança-do-vento

choro, gemido


~


a
d
i
b
u
s


que

so-be



http://www.youtube.com/watch?v=tMgTfxmp2IU

 
At 2:54 PM, Blogger Rosmaninho said...

Às ovelhas não basta pastar o bom pasto, precisam, e muito, de ser levadas até onde o vento quer soprar.

Um beijo... em homenagem ao pai de grande pastor

 
At 10:26 PM, Blogger Mayte said...

Que ninguna cosa, haga que se olviden tus palabras...

Un bikiño siempre, he vuelto a mi azul ;)

 
At 7:39 PM, Blogger Franziska said...

Entiendo que es una historia montada en honor a tu padre. Es el último y el primer mandamiento, primero cumplir con nuestras obligaciones; después, dejarnos llevar por nuestras aflicciones.
Hermosa historia y bien narrada. Ahora el turno de la paternidad responsable queda en tu orilla. Seguro que seguirás sus huellas.

Un abrazo fraterno de condolencia.

 
At 2:59 PM, Blogger JE VOIS LA VIE EN VERT said...

Caro Mixtu,

Foi uma bela homenagem que um filho pastor fez ao pai pastor !
Sinto muito que tenhas passado por aquela perda. Infelizmente, faz parte do nosso sofrimento aqui na terra.
Beijinhos
Verdinha

 
At 4:45 PM, Blogger ditonysius said...

Caro amigo! Notei a tua ausência, ... no entanto lamento,e fico feliz pela determinação da passagem de tamanha tarefa, que tens desempenhado na perfeição...
chegou o momento da entrega do testemunho ... o rebanho vai continuar por essas passagens...
... um abraço do canto de cá ...

 
At 1:11 PM, Blogger malena ezcurra said...

Siento tus palabras en mi corazón, hoy sería el cumpleaños de mi papá...lloro.


Un abrazo reparador dulce amigo.


MaLena.

 
At 5:29 PM, Anonymous patty said...

esperei para te escrever... talvez para encontrar as palavras certas que fizessem minimizar a tua dor... escuta e fala com o vento... é um bom mensageiro...

aquele abraço entre asas onde sabes que podes chorar

 
At 3:40 AM, Blogger Eli said...

O que diz o teu sorriso?

:)

 
At 4:20 PM, Blogger São said...

Que te posso dizer senão que é um texto comovente?

Em silêncio, te abraço apertadamente.

 
At 5:09 PM, Anonymous Eduardo said...

Amigo e senhor Mixtu:

A perda de um pai é uma separação dolorosa

O tempo tudo dá e tudo tira

Pessoas como o senhor seu pai, deixam, tenho a certeza, entre familiares, anigos e simples conhecidos a simpatia, a inteligência, a atitude, o sorriso, a acção, a bondade e o exemplo, para sempre.

Entendo muito bem o seu silêncio neste espaço bloguista
Peço perdão se considerar que me meto onde não devia

Peço-lhe,em memória do senhor seu pai, que não nos deixe de oferecer os seus textos tão delicados e tão pitorescos e tão interessantes

Bem-haja

 
At 5:45 PM, Blogger RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO said...

Jamas! Nunca!
Que nada y nadie "te haga dejar de traer el ganado a pastar..."
Amei de amar, meu querido Mixtu!
Yayaya, diga lá, ó pasto, tempo para escrever-me:)))
Escrevi um conto, aumente um ponto...


ERA UMA VEZ....

Era uma vez um homem e uma mulher. Perdidamente apaixonados. Para o homem, a beleza daquela mulher era algo que ninguém, no mundo, pudera contemplar: mística, sensual, e linda como a flor das flores: a rosa. No seu rosto, porém, havia algo singular: um sinal branco no olho direito. Marca tão ínfima como um grão de sal. A princípio, o homem não percebeu esta marquinha. O tempo passou. E a mulher não sentia mais o coração ardente do amante. Tinha a certeza de que ele a amava com indiferença e frieza.

Certo dia, pegou-a pelo queixo e franziu as sobrancelhas.

- Deixe-me ver o seu rosto!! Você tem uma marca no olho! Desde quando?

- Desde o dia em que você deixou de me amar!*

Ele a abraçou e sussurrou:

- Como? Se é justamente esta marca que faz com que eu a ame sempre mais e mais...**

Besos**********
Hasta à la Vista!

 
At 8:10 PM, Blogger Steki said...

Qué lindo homenaje, Mixtu querido. Un placer leerte porque mientras lo hago, voy imaginando las escenas.
Beijinhos cordilleranos para ti.

 
At 12:37 AM, Blogger R. said...

O bom pastor nunca abandona as suas ovelhas. Bonito texto.

 
At 12:42 AM, Blogger Laura said...

Rapaz, desapareceste não mais te vi.
E encontro esta noticia triste... Todos temos as nossas horas de dor. lamento amigo, lamento...

Um beijinho e um abraço da laura

 
At 3:25 AM, Blogger Vanuza Pantaleão said...

O cajado do pai, símbolo do trabalho e da continuidade das novas gerações. O filho sente o coração partido, mas o vento lhe sussurra que deve continuar. Há um trabalho a ser feito.
Uma sensível e bela homenagema a seu pai, a todos os pais, também ao meu que já partiu.

Quer dizer que gostas de curtir qualquer tipo de feira, hein?[risos]

Valeu a visita, amigo!!!Bjssss

 
At 8:11 AM, Blogger helia said...

Um Texto muitíssimo bonito !
Gostei muito de ter visitado o seu blog e agradeço-lhe a visita que fez ao meu.
Uma boa semana

 
At 10:45 AM, Blogger Susaninha said...

ADOREIIIIIIII:):):):)
SUUUUUrrisinhos com força de subir a Serra:)

 
At 3:57 PM, Blogger Baby said...

Que o vento te traga sempre boas novas e te refresque a fronte no calor da caminhada!

Um abraço sentido.

 
At 4:37 PM, Blogger © Piedade Araújo Sol said...

em forma de homenagem um texto que me comoveu...e muito...

deixo aqui o meu abraço.

 
At 5:10 PM, Blogger TriniReina said...

Es lo que tiene el trabajo del campo, que no da descanso ni en los duelos.

Saludos

 
At 9:09 PM, Blogger Multiolhares said...

Ainda que a dor possa permanecer no coração, a vida não pode parar, quem fica tem de dar continuidade, tudo tem o seu tempo, mas doi vermos quando alguém acabou o seu tempo
Bj

 
At 10:10 PM, Blogger Hanukká said...

Uma linda noite de paz, abraço.

Conversando com Deus.

Pedi força e vigor Deus me mandou dificuldades para me fazer forte
Pedi sabedoria Deus me mandou problemas para resolver
Pedi prosperidade Deus me deu energia e cérebro para trabalhar
Pedi coragem Deus me mandou situações para superar
Pedi amor Deus me mandou pessoas com problemas para eu ajudar
Pedi favores Deus me deu oportunidades
Não recebi nada do que queria,
Mas, recebi tudo o que precisava!

 
At 11:39 PM, Blogger mirada said...

Siempre está, como el viento, tu papá siempre está contigo.
un abrazo enorme, enorme.

 
At 1:46 AM, Blogger Barbara said...

Que ternura!

 
At 2:59 PM, Blogger Dois Rios said...

O vento traz lembrança de vida num uivo de saudade sentida.

Fique em paz, meu querido!

Beijo,
Inês

 
At 11:48 PM, Blogger alma said...

...ninguna cosa de este u otro mundo...

 
At 3:56 PM, Blogger Nilson Barcelli said...

Um texto carregado de emoção e de amor.
Do autor do texto com o seu Pai e das ovelhas com o seu pastor.
Caro amigo, bom fim de semana.
Um abraço.

 
At 10:26 PM, Blogger un dress said...

NASCIMENTO ÚLTIMO

Como se não tivesse substância e de membros apagados.
Desejaria enrolar-me numa folha e dormir na sombra.
E germinar no sono, germinar na árvore.
...Tudo acabaria na noite, lentamente, sob uma chuva densa.
Tudo acabaria pelo mais alto desejo num sorriso de nada.
No encontro e no abandono, na última nudez,
respiraria ao ritmo do vento, na relação mais viva.
Seria de novo o gérmen que fui, o rosto indivisível.
E ébrias as palavras diriam o vinho e a argila
e o repouso do ser no ser, os seus obscuros terraços.
Entre rumores e rios a morte perder-se-ia.

António Ramos Rosa
No Calcanhar do Vento - 1987



~

 
At 10:28 PM, Blogger un dress said...

[ No dia 3 de Setembro, se tivese vivido, teria completado 84 anos de vida, o meu pai, que morreu quando eu era uma menina pequena,
e bem,
ainda quis trazer este poema e
dizer-te mais isto -
- por todos...
e por nenhum motivo,




~

 
At 10:29 PM, Blogger Mariazita said...

Céus! que homenagem linda!
Um abraço comovido e
beijinhos

 
At 9:26 PM, Blogger just me, an ordinary girl said...

bonita, a homenagem
e percebo que nao sao APENAS PALAVRAS....
um abraço

 
At 12:47 AM, Blogger Claudinha ੴ said...

Volte logo!
Beijo.

 
At 3:22 PM, Blogger Secreta said...

O vento é sábio, decerto.
E, existem pessoas eternas, no nosso coração.
Beijito.

 
At 8:41 AM, Blogger Vieira Calado said...

A mim, ler em castelhano,

ajuda-me a melhor dominar essa língua.

Um abraço

 
At 2:07 PM, Blogger © Piedade Araújo Sol said...

obrigada!

um beijo de maresia

 
At 6:32 PM, Blogger MAR said...

Cariños para ti mixtu y un lindo fin de semana.
mar

 
At 12:17 AM, Blogger mundo azul said...

_________________________________


...muito lindo o seu texto! Uma homenagem plena de emoção...


Beijos de luz e o meu carinho!!!


___________________________________

 
At 3:32 PM, Blogger legivel said...

... um forte abraço citadino ao pastor de rebanhos com letras.

 
At 9:02 PM, Blogger aflores said...

...ontem, hoje e sempre. O melhor Pai do Mundo.

Grande abraço.

 
At 10:35 PM, Blogger AFRICA EM POESIA said...

Mitxu


Linda homegem
Um beijo

 
At 2:51 AM, Blogger casa de passe said...

é a morte uma trabalhadora incansável. não segue mesmo os preceitos da lei de Deus que manda descansar ao domingo.
o mesmo continuará o pastor a fazer até ao dia em que ela o faça parar...


Ernesto, o avô

 

<< Home

António Vega-Lucha de gigantes

_______________________________________________25.000 visitantes (Anterior counter),
ecoestadistica.com