Sunday, May 01, 2011

Por un camino que conozco...

Parti… um caminho que conheço…
Vou na minha bicicleta, A “pasteleira” está sempre limpinha, É um veículo “artilhado”: dois retrovisores de inox, muito altos e com uns fios vermelhos enrolados em forma de espiral desde o guiador até aos espelhos, A roda traseira tem uma grande pala de borracha que quase raspa no chão para que não seja salpicado pela lama,
A roda dianteira, de 3 em 3 raios, tem pequenas placas redondas com o símbolo do Benfica, uma águia que deve chegar ao fim do dia mal disposta com as voltas que aquela roda faz,
Chegou a ter um conta-quilómetros, mas como travava a roda dianteira, acabei por o tirar, só o utilizo quando vou aos bailes para impressionar as miúdas, No sabugueiro, quando há festa, as moçoilas pedem-me para dar uma volta e verem a “bicha” chegar aos 40km,
Eu sou muito vaidoso, Faço questão de andar sempre impecável: sapatos engraxados, meias brancas, terno bem passado, camisola interior de cor branca debaixo da camisa, por vezes uso um lenço de cor viva ao pescoço e as calças estão sempre impecáveis com os respectivos apetrechos: duas molas a prenderem as bainhas para não me sujar com o óleo da corrente,
E foi nestes preparos que fui ter com Deus,
Chegado perto do Céu, estacionei o meu velocípede, prendi-o com um cadeado a um poste de electricidade,
Em frente dos Paços de Deus, uma meia centena de mulheres lavavam roupa num tanque comunitário,
Entrei na Casa de Deus, dirigi-me à secretaria, bati no vidro do balcão,Truz… Truz…
- “Quem sois?” – perguntou um meirinho – “Se é para pagar a dízima, o prazo só corre a partir de amanhã,”
- Um pastor que vem pedir ajuda a Deus,
- “Vindes só ou acompanhado?” Procura o Secretário,
- “Desde que o sol nasceu, trago companhia,”
- “Sabeis que aqui só entra quem responder de uma forma sensata a uma questão?- “Que assim seja…”
- “Se tiver uma meia rota provocada pela unha do dedo grande do pé direito, que fazeis?”- “Mudo essa meia para o pé esquerdo e a boa vai para o pé direito, assim não me incomoda o buraco, Pelo menos, é assim que costumo proceder …”
- “Vejo que sois uma pessoa astuta, Vou-vos levar ao Senhor,”
No centro de uma sala ampla com um grande lustre está Deus sentado numa poltrona mui graciosa,
Deus é um homem de estatura mediana, calvo, sempre de pantufas para não riscar o sobrado de madeira,
Diz o Secretário:
- “Meu querido e adorado Senhor, está aqui este pastor que viajou de muito longe, da terra onde se produz muito bom queijo, vinho e azeite virgem,”
Deus com voz senhorial:
- “Sejais bem-vindo. Que vos traz por cá?”
- Gostava de perceber as mulheres…
- Sabes… nem eu fui feliz aos amores e por isso dei-me como voluntário para este Ofício, que te posso dizer… Secretário vai buscar uma das senhoras lavadeiras…
Entrou uma moçoila, loira, sorriso largo, seios fartos, ancas parideiras…,
Deus perguntou:
- Rapariga… do que tu gostas?
- Gosto muito de mim, de ser mulher, (permita-me Senhor dizer-vos) por isso escolho sempre cuidadosamente a minha lingerie, que me tornam sensual só de pensar que as tenho vestidas… Ajudam-me a sentir-me segura, não importa que ninguém as possa ver,
Influenciam a minha maneira de olhar, de sorrir, de caminhar, de seduzir, são como um segredo, como um jogo proibido, como vendar os olhos ao meu amante para que possa adivinhar-me, reinventar-me…
O mesmo acontece com os meus pensamentos, vistos sempre com beleza, com calor, com amor, confiança, serenidade, verdade… e ainda que pareça que é uma simplicidade… funciona… fazem-me sentir bem,
É como um olhar que me “escuta”, que me contempla, que me faz sentir tranquila, em paz comigo mesma, e atractiva por dentro e nesse instante não me importa que ninguém possa desnudar o meu interior e descobrir-me por dentro para além das minhas próprias palavras… sou mulher… Senhor
- Obrigado, minha menina, podeis ir à tua labuta mas não esfregues de mais os colarinhos das minhas camisas brancas…
Olhando para mim Deus questiona-me com o seu olhar…
- Senhor… é muito mais fácil fazer queijo…
- Que o queijo deste ano seja de qualidade… homem de Deus…
*
*
*
Partí... por un camino que conozco...
Fui en mi bicicleta que siempre está limpiecita, yo, soy muy vanidoso, me jacto de andar siempre impecable: zapatos lustrados, calcetines blancos, traje bien planchado, camiseta interior de color blanco debajo de la camisa, a veces llevo un pañuelo de color vivo en el cuello y los pantalones siempre están impecables.
Y fue en estos preparativos que me encontré con Dios.
Llegando cerca del cielo, estacioné mi velocípedo, lo sujeté con un candado al poste de la electricidad.
Frente a los pazos de Dios, media centena de mujeres lavaban ropa en un lavadero comunitario.
Entré en la Casa de Dios, me dirigí a la secretaría, toqué en el vidrio del balcón, tras... tras
- ¿Quién es? preguntó el funcionario, -"si es para pagar el diezmo, el plazo es a partir de mañana.
-Un pastor que viene a pedir ayuda a Dios.
-"No lo conozco, espere que voy a llamar al secretario"
-¿Vienes solo o acompañado? Pregunta el secretario"
- "Desde que salió el sol, traigo compañía"
- "Veo que eres una persona astuta, te voy a llevar ante el Señor"
En el centro de una sala amplia, con gran iluminación está Dios sentado en una poltrona muy agraciada. Es un hombre de estatura mediana, calvo, siempre con pantuflas para no rayar el suelo de madera,
Dice el secretario:
- Mi querido y adorado Señor, está aquí este caballero que ha viajado desde muy lejos, de la tierra donde se produce mucho vino bueno y aceite virgen"
Dios con voz señorial:
-"Seas bienvenido, ¿Qué te trae por aquí?"
-Me gusta percibir a las mujeres ... porque aún amando, estoy siempre buscando alguien a alguien para amar aún más...
-Sabes... ni yo fui feliz con los amores, por eso me vine como voluntario para este Oficio, qué te puedo decir... Secretario, vete a buscar a una de las señoras lavanderas...
Entró una chica rubia, de senos amplios... Dios preguntó:
Chiquilla... ¿a ti qué te gusta?
Me gusta gustarme, ser mujer, permitime Señor deciros, por eso suelo elegir cuidadosamente mi lencería, esas prendas que me llenan de sensualidad tan sólo al recordar que las llevo puestas. Me ayudan a sentirme segura, no importa que alguien no pueda verlas. Influyen en mi manera de mirar, de sonreír, de caminar, de seducir, son como un secreto, como un juego prohibido, como vendar los ojos a mi amante para que pueda adivinarme, reinventarme, lo mismo me sucede con los pensamientos, los visto de belleza, de calor, de amor, de confianza, de serenidad, de verdad y aunque parezca una simpleza, funciona. Es como si por encima de la mirada que me escucha y me contempla, pudiera sentirme tranquila, en paz conmigo misma, y atractiva por dentro, y en ese instante no me importase que nadie pudiera desnudar mi interior y descubrirme por dentro más allá de mis propias palabras… soy mujer… Señor…
-Gracias mi niña, puedes ir a tu trabajo, no me friegues demasiado los cuellos de mis camisas blancas¿Viéndome, Dios me cuestiona con su mirada ...- Señor, es mucho más fácil hacer queso ...- Que el queso de este año sea de calidad ... hombre de Dios ...
Tradução de castellano para portugués: Carmiña

40 Comments:

At 11:12 PM, Anonymous Valéria said...

Mixtu:
Posso dizer que ao longo da leitura, senti que escreveste de duas formas...será que me faço entender?
Ou seja..
a primeira parte do conto é mais bucólica..com uma escrita tipo Almeida Garrett cheio de detalhes e ao sabor campestre.
A segunda parte assemelha-se a um conto erótico...onde infelizmente se fica sem "tesão" (se me permites, falar deste jeito!)
Posso nao ser uma expert em termos de criticas literárias mas dá mais vontade de saber pormenores sobre a bicicleta do que sobre o que as mulheres pensam...
Porque afinal, não interessa a ninguem.
Somos seres complexos e ninguem quer entendê-las.
Confesso que às vezes nem elas proprias!
Bom...
Fico por aqui!

Um abraço(...) e um beijinho ao Loirinho.

Val

 
At 12:42 AM, Blogger Nilson Barcelli said...

Uma história interessante e muito bem contada.
A das meias é de mestre...
Abraço.

 
At 12:47 PM, Blogger Anita said...

Duas bonitas histórias, gostei muito Mixtu!

Bom fim de semana!
Beijinhos*

 
At 7:43 PM, Blogger VANUZA PANTALEÃO said...

Oi, migo!
Vou discordar dos colegas, uma discordância literária e espero que seja frutífera.
Os dois "contos" entremeados têm tudo a ver.
Quer ver?
Andar de bicicleta tem erotismo, sim. A sensação de dominá-la, de montá-la (percebeu, né?).
Deus e suas lavadeiras, a erotização de um céu que costuma ter anjinhos assexuados tocando harpas, um saco!
É isso aí, colega!
Mandou vê!!!Bjsss

 
At 8:59 PM, Blogger just me, an ordinary girl said...

Li e pressenti: uma nostalgia imensa, uma vontade gr de compreender a nós, mulheres, e alguma ingenuidade (sorry).
Posso estar enganada, acontece-me mt...

um beijo, vizinho ;)

 
At 3:59 AM, Blogger Mayte said...

Y ser mujer es una bendición sí...biko grande ;)

 
At 9:46 AM, Blogger via said...

achei divertido, afinal homens e mulheres e enfim, muitos de nós, têm a sua vaidadezinha! é só uma questão de vinco de calças ou de lingerie. bjo cosmopolita

 
At 3:23 PM, Anonymous ditonysius said...

... e digo: "Odeio-te! ...queria tanto escrever assim, arghhhhh" ... roio-me de inveja, ... "Pega no lápis e escreve, ... escreve até não haver amanhã, ou depois dele!" já me dizia um pastor da serra, ... mas eu do canto de cá, decidi ir para o seminário tentar a minha sorte nas facilidades, ... "Assim não vais lá! Vê no fundo do olhar, atrás do cristalino, há sempre um tanque com peixinhos sedentos de falar, ..." a verdade é esta não pisco nada... quando o queijo tiver curado, chama-me que no seminário há sempre vinho bom á mesa do repasto...

Um abraço do canto de cá, para o genial pastor...

 
At 1:11 PM, Blogger almena said...

Deliciosa historia.

:)

Un beso!

 
At 10:11 PM, Blogger mixtu said...

yayayaya...
Valéria... amiga linda como o sol (ups, agora já não é como o sol)não tive intenção de provocar tal efeito nas mulheres...
yayaya

Vanuza...
Só tu é que me compreendes, estava tentado a fazer uma cousa que nunca fiz por estas paragens: pedir em casamento...
yayaya

Just me...
Não há mulheres enganadas... pelo menos é o que diz o meu pai...
yayaya

Ditonysius...
Um abraço e se tiveste um professor pastor que te disse isso... pode não ser um bom pastor mas é um grande Professor...
yayaya

ps.
Actualmente é um desafio escrever algo mais "comprido" na blog...
como recebo dinheiro pelos comentarios publicados, vou ser mais rigoroso na publicação...
a blog... há 3/4 anos escrevia um post 200, 300 e mais comentarios...
O ppl anda nos hi5, facebooks tentando arranjar "gaja" ou "gajo", na certa ouviram falar que pela net há casamentos ou sexo... yaya
Ficou mais limpa a blog, para quem escreve e lê... serve como 1º degrau para depois aparecer o Livro
Um desabafo...

 
At 10:32 PM, Blogger Claudinha ੴ said...

Olá Mixtu!

Trocar as meias é um grande truque, mas gente como eu que tem dedinhos mutantes e salientes, vai ficar incomodada com os danadinhos saindo pelos buracos. E todo galante, de bicicleta nova (a minha se chamava Celeste e teve um post só pra ela) para conquistas, mas pecou, ops, errou ao ir perguntar a Deus... Rsrsrs. Tem coisas que já nascemos sabendo...

Ótimo seu texto! Beijos!

 
At 11:52 PM, Blogger lia said...

A tua escrita, as tuas palavras... envolvem-me...
O meu apego às palavras é tão grande que estas acabam por ser o princípio, o meio e o fim da minha existência... são a forma que tenho para me relacionar com os outros e com o mundo...
Por isso escrevo... escrevo-te... escrevo-me... tocando assim como se possuísse uma varinha mágica...

Há caminhos que são paralelos... e assim permanecem nas encruzilhadas da vida...

A'laena sar...

Um beijo doce

 
At 12:18 AM, Blogger VANUZA PANTALEÃO said...

Mixtu, meu miguinho
Você pede todas em casamanto e, pior, estás casadíssimo (eu também) e com a tua mulher nos teus calcanhares e se tentares fugir dela com essa bicicleta, adeus blog, adeus...
Não, ohhhh, não...amor impossível (uma lágrima furtiva baila sob meus olhos), hahahaha.
Dá para passar a lua-de-mel na Serra da Estrela?
Uma boa semana aí, amigoooooo!!!

 
At 12:21 AM, Blogger VANUZA PANTALEÃO said...

Brincadeirinha...
Dúvida: pra que usar tanta roupa e meias? Aqui, usamos umas bermudas, chinelos de dedos e tá limpo!!!

 
At 1:16 AM, Blogger R. said...

Tenho para mim que perceber as mulheres é tão difícil quanto perceber os homens. Quando se trata de perceber uns ou outros não há providência divina que nos valha. Apenas paciência e muita persistência. Valha-nos o queijo que, esse sim, é um manjar dos deuses :)

 
At 12:08 PM, Blogger mixtu said...

Vanuza,
Eu não sou casado...
Um pastor, tal como os padres, não podem casar...
Só se o Presidente da Autarquia testar que eu casado podia continuar a levar o rebanho à Estrela,
... e segundo um decreto que vem do tempo da monarquia, tinha que casar com mulher de igual condição, isto é, que tivesse apenas a 4ª classe... tal como eu...
Como só me apaixono por loiras que sejam doutoras...
yayaya

 
At 12:21 PM, Anonymous Paty said...

estou confusa... então não foi Deus que criou a mulher?????como pode não a compreender? ok ok ok é homem!

...e o homem continua a pedalar para entender a mulher...

aquele abraço... entre asas

 
At 12:43 PM, Blogger mixtu said...

E Sra. Dona Paty...
Porque razão não foi o 1º comentário?
Não me diga que anda ocupada por terras de D. Afonso, do Arunca, do Alcoa,
Isso não é justificação... excepto se adquiriu um rebanho...
Fui...
yayaya

 
At 3:29 PM, Anonymous paty said...

mixtu... mixtu...

a minha velha ovelha, sempre boa mãe e boa parideira... e já na velhice deu à luz 3 crias... todas femeas... houve necessidade de dar uma ajuda... a pobre adoeceu e as pequenotas têm de ser alimentadas a biberão... felizmente agora todas de boa saúde...

1º lugar num próximo post...

sempre presente... sabes onde me encontrar...

 
At 4:42 PM, Blogger Tatiana said...

Olá!
Palavras que valem a pena ser lidas e degustadas no mais íntimo da alma.

Tenha uma ótima semana!

Um abraço carinhoso

 
At 7:23 PM, Blogger Baby said...

Pois é...este post foi muito mais comprido, mas valeu a pena!como valeu a pena acompanhar-te neste passeio até Deus. Mas diz-me: foi um sonho, não morreste, pois não?
è que se morreste, diz-me! Vou começar a chorar e nunca mais paro...como viver sem ler as tuas histórias? ou será que deixaste livro publicado? Mesmo assim, prefiro que continues vivo. Um pastor tão bonito, tão bem vestido e com uma bicicleta tão bem apetrechada...
Um abraçinho...

 
At 6:30 AM, Blogger Barbara said...

Foi você ou o diabo que escreveu isso?
Diabòlicamente lindo.
Desafiando-nos, não?

 
At 8:39 PM, Blogger sonho said...

Trocar as meias...truque do caraças...o pior é que o buraco não desapareçe...:)
Beijo d'anjo

 
At 11:26 PM, Blogger margusta said...

...és um querido!!! :):):)

...e foi assim que fiquei ao ler o teu comentário .

...os voos são libertadores...é isso que estou a sentir...

Beijos marítimos!

 
At 9:20 AM, Blogger betencourt said...

Se nem com a ajuda de Deus consegues compreender as princesinhas que povoam os nossos pensamentos e mutos dos nossos desejos, começo a perceber porque vais ficar para tio e a pastorear as borreguinhas na imensidão da Serra da Estrela.

Se precisares de ajuda desce até à Serra de São Mamede que eu peço a uma das minhas pastorinhas para te guiar pelos caminhos insondáveis do feminino.

Perder, não vais perder nada, porque o que tinhas a perder já perdeste, muito provavelmente no meio das giestas bravas dessas colinas inóspitas.

Olha, cuida bem da bicicleta!!!
Dá atenção especial à roda pedaleira.

 
At 12:00 AM, Anonymous sonho said...

Oh Mauzinho!!!
um caminho que conheces???
Talvez fosse mais fácil não ires lá e estares mais atento aqui por baixo!!!
LOL

BeijOOOOca e aparece.

 
At 6:47 PM, Blogger Nilson Barcelli said...

Caro amigo, bom fim de semana.
Abraço.

 
At 8:52 AM, Blogger ErikaH Azzevedo said...

Escrever é libertar, mas quem te lê se sente preso a cada detalhe que estás a contar.

Uma homenagem à nós mulheres , um enxergar além , esse texto, um buscar da essencia feminina... que bom seria se todos nos enxergasse assim, que mantivessem um olhar doce sobre nós...Deus, na sua historia , mesmo com a sua infinita sabedoria não o fez.

Não queremos ser valorizadas por lavar colarinhos e lavar colarinhos eu sei, é apenas uma metáfora.

Abraço amigo.

Erikah

 
At 4:30 PM, Blogger fgiucich said...

Y, por lo leído, parece que es más facil hacer queso. Abrazos.

 
At 1:01 AM, Blogger MaLena Ezcurra said...

Qué lindura de texto!!

Sos único amigo mío.


Te abrazo.


M.

 
At 12:56 AM, Blogger São said...

Tem interese, a estória.

Boa semana.

 
At 6:16 PM, Blogger legivel said...

... este texto tem tais conotações que se o fosse a esmiuçar nunca mais daqui me ia.
Mas relevo a águia tonta (deve ter ajudado a tal a vitória tripeira ontem) e a conversa com Deus. Deves ser um sujeito com sorte, que eu com menos conversa ia recambiado para o Inferno...
Surpreendi-me com a cena do queijo da Serra, por Deus não te ter encomendado meia-dúzia deles à borla... Pelos vistos, aquilo "lá por cima" vai de vento em popa e não há crise que lhe chegue.
Finalmente o espanto de teres feito tal caminhada para tirares nabos da púcara a Deus, sobre o sexo feminino. Poupavas as pernas se me prguntasses a mim, pois ficavas na mesma.

Abraço urbano.

 
At 6:16 PM, Blogger legivel said...

... este texto tem tais conotações que se o fosse a esmiuçar nunca mais daqui me ia.
Mas relevo a águia tonta (deve ter ajudado a tal a vitória tripeira ontem) e a conversa com Deus. Deves ser um sujeito com sorte, que eu com menos conversa ia recambiado para o Inferno...
Surpreendi-me com a cena do queijo da Serra, por Deus não te ter encomendado meia-dúzia deles à borla... Pelos vistos, aquilo "lá por cima" vai de vento em popa e não há crise que lhe chegue.
Finalmente o espanto de teres feito tal caminhada para tirares nabos da púcara a Deus, sobre o sexo feminino. Poupavas as pernas se me prguntasses a mim, pois ficavas na mesma.

Abraço urbano.

 
At 7:10 PM, Blogger Fragmentos Betty Martins said...

._______querido Mixtu





as tuas histórias

são sempre de encantar!

ADORO-AS_______________!!!

:)







_____________///






beijO______ternO
bsemana

 
At 4:41 PM, Blogger Náná, a emergente said...

Um naco de queijo e um copo de vinho.

Lingerie, estendida.

Ao vento.

:))

Abraços :)

 
At 3:22 PM, Blogger Secreta said...

Fico sempre na incerteza de como comentar-te... por vezes sinto que dizes muito nas tuas histórias, coisas que talvez eu nem interprete como pretendes...
Beijito.

 
At 12:17 AM, Blogger casa de passe said...

Bom,! Fico satisfeito, sr, pastor, por ser do Benfica o emblema.

Esempre vos digo, desde que possais compreender as ovelhas e elas vos compreendam, não há necessidade de compreenderdes as mulheres.

Abraço daqui da cidade.


Ernesto, o avô

 
At 1:24 PM, Blogger mixtu said...

A pedir desculpas porque não tenho tido tempo para ir ler os vossos textos e responder por aqui...
Novo rebanho leva-me a estar muito ocupado pois estas ovelhas não sabem o caminho para o pasto...
E se juntar que em 2010 vou casar, estão a imaginar a trabalheira e se acrescentar que vou casar e ainda nem pedi a pastora em namoro...
jajaja
Ver se amanhã faço o meu IRS, IVA e passo por aqui...
Eu volto...

 
At 4:57 PM, Blogger Je Vois la Vie en Vert said...

Ah, Mixtu, se tivesses passado a frente de mim tão bem arranjadinho, com meias brancas bem presas para não as sujar, antes de me ter apaixonado pelo meu marido...acho que me tinha apaixonado por ti !
Gostei da tua história mas diz-me : finalmente ficaste lá no céu porque já há um tempo que não te vejo por aqui...

Beijinhos

Verdinha

 
At 11:00 AM, Blogger Baby said...

Como é que é pastor da Estrela?

Me explica essas modernices...

casares sem ao menos arranjares namorada!!!!

Bom fim de semana e alguma neve para refrescares a moleirinha

 

<< Home

António Vega-Lucha de gigantes

_______________________________________________25.000 visitantes (Anterior counter),
ecoestadistica.com