Wednesday, October 01, 2008

Por favor, pasar a comentarios para leer - en portugués e castellano - el post

95 Comments:

At 12:41 PM, Blogger mixtu said...

Todos se recordam do 1º amor…

Fui ao baú das minhas recordações, aí encontrei o meu 1º amor, foi a Magui, na 1ª classe, menina linda, vinda do ultramar...
Está divorciada do farmacêutico com que casou,

Foi a Magui..., não... foi a Mafalda, menina esguia... só que durou pouco tempo, a avó dela fez queixa ao meu pai que eu lhe tinha "tocado", açoites do velho e lá se foi o amor por ela...
Hoje é professora de Química e casada com um advogado,

É isso, o 1º foi a Mafalda e acho que antes da Magui, houve a Lídia que desenhava muito bem, nas janelas da sua sala de aulas eram só borboletas e flores feitas por ela...
A Lídia casou com um policia, acho que lhe dá porrada,

Mas a Magui foi um amor intenso, durou toda a 1ª classe e parte da 2ª classe, julgo que nunca amei durante tanto tempo uma mesma menina…

Mas nesta fase, 7, 8 anos de idade houve também a Manuela, uma vizinha... como não tinha televisão... eu propunha que ela visse a pantera cor-de-rosa se "brincasse" comigo...
Casou para Lisboa, divorciou-se, emigrou e voltou a casar com um belga,

E a Natália... só no verão... pois estava para a Alemanha, mas aqui não sei o que eu dava em troca pela "brincadeira"... provavelmente o meu carinho... Perdi-lhe o rasto, lá deve estar casada e depois divorciada,

E a Cristina, também brinquei com ela, mas nunca lhe achei graça nenhuma, mas se fiz amor com ela lá deveria ter algum interesse…
Está casada com um electricista,

No final da 2ª classe, a professora chamou-me, se continuasse nestas vidas de namoriscos e de promiscuidade, nunca seria ninguém e assim aconselhou-me pelo menos a tirar a 4ª classe…

Esperai, o meu 1º amor não foi a Mafalda, foi a Célia, escrevia poesia… falava do mar, de sonhar, de cavalgar… dizia que era uma princesa e eu o cavaleiro…
Desisti logo dela, não tinha posses para manter um cavalo…

no 2º comment, tradução do Rafael,

 
At 9:27 PM, Blogger RAFAEL REYES said...

Todos se acuerdan del primer amor…

Fui al baúl de mis recuerdos, allí encontrè a mi primer amor, fué Magui, en la clase de primero, niña linda, llegada de ultramar...

Está divorciada del farmaceútico con el que se caso,

Fué Magui..., no... fué Mafalda, niña esguia (?)... solo que duró poco tiempo, su abuelo se quejó a mi padre de que yo le había "tocado", azotes del viejo y allá se fué el amor por ella...

Hoy es profesora de Química y casada con un abogado,

Eso es, el primero fué Mafalda y creo que antes de Magui estuvo Lídia, que dibujaba muy bien, en las ventanas de su clase solo había mariposas y flores hechas por ella...

Lídia se casó con un policia, creo que la maltrata,

Pero Magui fué un amor intenso, duró todo primero y parte de segundo, creo que nunca amé durante tanto tiempo a una misma niña…

En esta fase, 7, 8 años, tuve también a Manuela, una vecina... como no tenía televisión... yo le proponia ver La Pantera Rosa si "jugaba" conmigo...

Se casó en Lisboa, se divorció, emigró y se volvió a casar con un belga,

Y Natália... solo en el verano... porque estaba en Alemania, aunque en su caso no se lo que yo le daba a cambio por "jugar"... probablemente mi cariño... Le perdi el rastro, debe estar casada y después divorciada,

Y Cristina, tambien jugué con ella, pero nunca le encontré ninguna gracia, aunque si hice el amor con ella algun interés debería tener…

Está casada con un electricista
Al final de segundo curso, la profesora me llamó, si continuaba en esas vidas de enamoramientos y de promiscuidad, nunca seria nadie y asi, me aconsejo por lo menos acabar el cuarto curso para poder ser alguien…

Esperad, mi primer amor no fué Mafalda, fué Celia, escribía poesia… hablaba del mar, de soñar, de cabalgar…decía que era princesa y yo caballero...
Desistí enseguida de ella, no tenía posibles para mantener un caballo.

 
At 12:49 AM, Blogger Lia said...

Há cavalos selvagens, sabias?

Vivem, correm, até parecem voar...

Ocasionalmente deixam-se ser montados, mas apenas por quem os merece...

E a natureza, como com todas as suas criaturas, trata de lhe dar algo de qual ele se alimenta...



Um beijo

 
At 2:30 PM, Blogger joaninha said...

Todos temos um baú... recordaste-me o que há dentro do meu...

Primeiro amor!
Qual candura!
Primeiro rubor
Depois de uma ternura...
Ou a tal diabrura…

Primeiro amor,
Só de mão dada,
Belo como a flor,
Alegre como uma risada…
Dizendo tudo e nada…

Primeiro amor…
Descoberta do gostar
Amor sem dor
Apenas esperar
E aprender a amar…

Primeiro amor
Ai que saudade
Teve o esplendor
Foi verdade
E ficou para a eternidade….

Com um beijinho para ti.

 
At 6:21 PM, Blogger fab/ said...

Que bello instante transitando el recuerdo, ¡el primer amor! ¿cómo olvidarlo?...
Muy dulce Mixtu.
1274 besos y abrazos por doquier.
Cuidate mucho.

 
At 7:01 PM, Anonymous Intimo Misterio said...

eiiii tantos amores ;) é tao bom amar ;)

beijocas querido

 
At 7:02 PM, Anonymous Intimo Misterio said...

Naquela noite eu disse: eu te amo

E acordei suada
Tua saliva pelo corpo
Mente nublada de sono

E levantei curada
Das marcas que deixaste em mim
Mas não sei bem se despertei feliz

Me encostei amuada
No teu peito e repeti: Eu te amo, eu te amo!
Naquela noite eu sonhei em preto e branco!

Bom Fim de Semana
By Intimo Misterio
www.intimomisterio.blogs.sapo.pt

 
At 7:05 PM, Blogger Paulina said...

Pero que niño tan precos saliste jijijij :9 debiste ser todo un travieso y creo lo sigues siendo eh?
Besitossssss

 
At 7:35 PM, Blogger galatea said...

Me parece que esta cronología describe bien tu personalidad: juguetona, enamoradiza, inconstante... (y Carmencita cuándo?)
Un Abrazo.

 
At 7:54 PM, Blogger Claudinha said...

Meu querido amigo, você é feliz, teve tantos primeiros amores como as flores da primavera que já chega aqui no hemisfério Sul. Isto é que dá ser um menino prodígio... Beijo!

 
At 8:00 PM, Blogger legivel said...

... se esse(s) foi(ram) o(s) teu(s) primeiro(s) amor(s) como seriam os que vieram a seguir. Eu não me lembro do meu primeiro amor por um motivo muito simples: quando comecei a namorar, foi com três meninas ao mesmo tempo...

abraço.

 
At 8:19 PM, Blogger Gi said...

Mixtu, mixtu :) já me fizeste rir com esta historinha do(s) teu(s) primeiro(s) amor(s). tantas meninas menino endiabrado. A vontade de dar um "abrazo" começou cedo. O meu primeiro amor foi o meu vizinho do lado. Chamava-se Mesquita. Costumavamos subir ao telhado e lá ficar sentados a olhar o Tejo ou a rir do tamanho das cuecas que víamos estendidas nos varais das casas vizinhas. Nunca houve sequer um beijo mas as mãos eram sempre tocadas ao de leve com olhares cúmplices. Que se esperar de crianças de 7 ou oito anos em 60 e tal? !...

Um beijinho

 
At 8:48 PM, Blogger butterfly said...

A recordação do 1º amor... :) da inocência desses, ou se calhar não ;)
foi melhor mesmo teres tirado a 4ª classe... :)
beijinhos!!

 
At 9:43 PM, Blogger foryou said...

:) Esse teu 1º amor... hum... fresquinho que eras heim?! :D

Eu lembro bem o meu 1º amor, tinha eu uns 7 ou 8 anos como tu e foi o... não, não foi esse... foi o... ah não também naõ foi esse... era o... não esse foi depois... de certeza que foi o... ou esse foi antes... foi um, o 1º!!!! Não sei onde anda... ou sei... deve andar por aí... ou aqui...


Beijo

 
At 9:56 PM, Blogger Eli said...

Gostei muito do que escreveste! :)

Belo o sentir por outrem...

Namoradeiro :P


Eu nunca passei muito tempo sem estar apaixonada e desde que conheci rapazes que algum deles era alvo do meu sentimento!!!

:))

 
At 10:02 PM, Blogger Mentacalida said...

De primeros...ufff,estan con esos inmensos ojos de recuerdos y las caritas medias borrosas,pero la sensacion grabada en el alma jamas se olvida.

Un abrazote MIXTU!

Menta

 
At 11:03 PM, Blogger escorpyana said...

Recordar é sempre muito gostoso,e lembrar o primeiro amor,ou outros amores é melhor ainda.tenha uma quinta e um fim de semana delicioso.
beijusssssssss

 
At 11:48 PM, Blogger Whispers in night said...

Hum que confusao vai ai na tua cebecinha:)
Sera que te lembras do ultimo amor?!
esse sim e que devemos nos lembrar, o primeiro amor e algo so para comecar a brincar.

Gostei do teu blog te deixo mil beijinhos de alem mar
Whispers

 
At 12:07 PM, Blogger Lara said...

hum isso será um baú ou um armazém?! eheh
gostei mt do post!
bjs

 
At 12:29 PM, Blogger Boop' said...

E todos se recordam do primeiro beijo!

Um toque suave de lábios.A inocência...
Agora lembrei-me do primeiro beijo.
E fiquei com um sorriso nos lábios!

 
At 1:17 PM, Blogger Francis said...

Também passei pelo mesmo.

Fiz da Natália a minha Princesa. Fui resgata-la de cavalo. Ela ficou com o cavalo e eu fiquei apeado.

Mas nunca me esqueço no dia em que entrei no quarto da vizinha e a vi de relance com as mamocas ao léu. Dei meia volta envergonhado, mas nunca mais me esqueci.
Que rico par de mamas a minha vizinha tinha!!!

 
At 3:13 PM, Blogger Natasha said...

Muy lindos recuerdos Mixtu... y como vuelves a vivr el amor... y es que amor hace bien


Besos con un fuerte abrazo desde cerca, no lejos


Nati

 
At 3:48 PM, Blogger su said...

Pequenos tesouros da memória...doces da alma, despertadores de sorrisos e "desapertadores" de aromas do passado inebriantes deixando-se tocar mas fugitivos...
O primeiro rapaz que se declarou a mim persegui-o com uma pedra da calçada! Maria-rapaz como era pensava que era uma coisa chocante: um rapaz declarar-se a mim! Um colega de brincadeiras, mas brincadeiras daquelas tipo: berlinde, prego, corridas de caricas, subir a árvores, brincar aos cowboys (sim, eu até tinha um chapéu e uma pistola!)...nada daquelas que colocas entreaspas! O meu primeiro amor...sem nunca o ter sabido...trabalhou numa hamburgaria do pai, lá para os lados do Fogueteiro...e nunca mais soube nada dele. End of story!

Mas as tuas atribuldas histórias são uma verdadeira delícia!

Beijos aqui da Teia.

 
At 6:02 PM, Blogger Cucagaio said...

Dizem que todos recordamos o primeiro amor, mas nos dias que correm, com as meninas (que tenham mais de 18 anos) a vestirem-se da maneira que vestem, nem sei se recordo o amor de ontem. É que isto de amor, tem muito que se-lhe diga.
Um abraço e bom fim de semana

 
At 9:16 PM, Blogger Mac Adriano said...

Mas se depender de mim, hás-de ter posses para, da próxima vez, não teres que ficar a guardar a mota. Disso podes ter a certeza.

 
At 9:33 PM, Blogger Baby said...

A teu pedido e para "casar" com as lembranças dos teus primeiros amores...aqui deixo o poema do meu primeiro amor.



Percorrendo os caminhos da memória
Eu mergulho num mundo de emoções...
Revivo, passo a passo, aquela história
Que fez bater os nossos corações.


Não me esqueci nunca do teu rosto,
Nem do brilho que havia em teu olhar!
Do teu beijo, eu sinto ainda o gosto,
Sabia a frutos frescos e a mar...


Foi um tempo de amor e exaltação,
Em que o infinito era a nossa meta!
Quando partiste, eu fiquei sem chão
E com a vida p'ra sempre incompleta.


Os amores que de então p'ra cá vivi
Foram sempre um pálido reflexo
Desse outro, que contigo descobri
E permanece em mim, num doce amplexo...


Um beijo da Baby

 
At 10:22 PM, Blogger Frioleiras said...

O meu "primeiro".... chamava-se(chama-se) Horácio !.....Nome terrível, então e
ainda
mais agora...

Esta casado,
ainda
com uma inglesa... lembro-me,
ainda,
do cheiro da água de colónia que usava...

 
At 4:43 AM, Anonymous Bia said...

Primeiro amor... segundo, terceiro, último... quando bem vividos, serão sempre lembrados com carinho.

Ficam pétalas, beijos, e votos de um lindo, alegre e ensolarado final de semana.

 
At 5:55 AM, Blogger amigona avó e a neta princesa said...

Isso é que foi, amigo meu!!! Não perdeste tempo!!!Mas é uma delícia leres o que escreveste!
Beijo amigo e bom fim-de-semana...

 
At 6:48 AM, Blogger El Navegante said...

Olha, nao só os brasileiros dos teams de futebol, poden se chamar que fazen lo "jogo bonito".
Parece que isse rapazinho do que vc fala, foi algo assim como o Pelé das meninas, jamaís deixaba de jogar, barbaridade.
Agora vejo por qué é tao brincadeirista, a via foi uma festa de jogos, desde o primero grau.???
E aínda continúa ????
ya ya ya ya ya ya

Muitoas lindas saudades, rapaz, para os nost+algicos, ler ista historia tao cheia de sentimentos , é feizar os olhos e soonhar de mai, se lemnrabdo cada um seu priemeiro amor.
Só as duas palabreas , sao poesía:
PD: nao desejaría ouvir o ler nehuma brincadeita do diretor da orquesta que existe no barco, tb?
Conheço de mai a vc, por isso vou te anticipando.
Aquele abraço, Tito.

 
At 12:53 PM, Blogger un dress said...

Estendeu os braços carinhosamente e avançou, de mãos abertas e cheias

de ternura.

- És tu Ernesto, meu amor?

Não era. Era o Bernardo.

Isso não os impediu de terem muitos meninos e não serem felizes.

É o que faz a miopia.



(MárioHenriqueLeiria in
Contos do Gin-tonic)


.a propósito e a despropósito dos primeiros amores dos amores imprecisos...





:)

 
At 8:40 PM, Blogger Papoila said...

Querido Mixtu:
Podias ter dado a mão à menina princesa e seguiam juntos o caminho do sonho a procurar o unicórnio...
Uma ternura este artigo.
Beijos

 
At 9:09 PM, Blogger Haddock said...

huummmmm....
e daí, até tenho uma vaga ideia...
lembro-me pior do último, mas isso é fruto de muito esforço!!

grande pastor!!

abraço anárquico.

 
At 9:39 PM, Blogger inês said...

e quando passa o primeiro e achamos que não foi esse o primeiro?
que o grande é o que vivemos no momento? isto da vida amorosa dá cá uma trabalheira!

(estou aprendendo espanhol..., voltei para a escola!)

 
At 12:10 AM, Blogger Boop' said...

Acho que já partilhei isto convosco...

Um professor meu disse-o com uma simplicidade fantástica (que na voz, sapiência e idade dele ganhou a aura de verdade irrefutável): o maior amor é sempre o último! aquele que vivemos com intensidade no momento, que nos preenche... ou então vivemos insatisfeitos, presos num passado que não retorna.

Talvez por isso Mixtu tenhas tantos primeiros amores... serão todos eles primeiros de alguma forma... ou então... não são amores!!!!!

 
At 2:28 AM, Blogger sveronica said...

Ai... o primeiro amor...Belas lembranças!

Ele sentava ao meu lado
Tinha eu 13 anos
Nunca falavamos; embora fizessemos o caminho de volta lado a lado.
Mesma rua
Havia timidez...

Ele era coroinha
Aos domingos lá ia eu pra missa
ve-lo ajudar ao padre, vestido de roupão branco com aquela bata vermelha por cima.
Dois anos e nada...
Um dia ele se foi; ia ser padre...
E um dia eu tb me fui...
20 anos depois voltamos lá; parecia encontro marcado, mas eu já estava casada e o projeto de padre era um advogado.

Boas lembranças Mixtu!

beijinhos

 
At 12:14 PM, Blogger BohemiaMar said...

Ahora!! ahora mi querido Mixtu...
Ayer estaba bloqueada, tocó saludos para todos y tu turno estaba avanzado...
¿Y esos son todos tus amores? ¿Seguro que no te dejas ninguno por ahí? No sé no sé... pero me tilda que eres un seductor ¿no ves que nos tienes a todas loquitas perdías? ;-)
Mil besos simpático y entrañable Mixtu.

 
At 12:54 PM, Anonymous Credendo Vides said...

Bueno, veo que no te queda claro quien es tu primer amor después de todo. Al menos, sí recuerdas sus nombres, e incluso que ha sido de sus vidas.
Saludos desde el Inframundo.

 
At 4:08 PM, Blogger LiterataRoja said...

en el baul de mis recuerdos tambien esta mi primer amor.
tenia ojos color turquesa.
por eso amo el poema de neruda que dice:
"turquesa te amo
como si fueras mi novia,
como si fueras mia"

 
At 4:10 PM, Anonymous Pepa de Galicia said...

Menudo seductor estabas hecho ya desde pequeño eh???

Bikiños de ....

Pepa de Galicia

Adivinaaaaaaaaaaaa ;-)

 
At 4:26 PM, Blogger MalucaResponsavel said...

o primeiro amor.... o de menina. o de adolescente, o de mulher... o primeiro amor...

 
At 7:07 PM, Blogger Baby said...

Aqui, neste blog, é que fcamos a saber que muita gente se lembra do seu primeiro amor, há-de haver até quem nunca o perdeu!
E tu, Mixtu, quantos mais já arranjaste? yayaya....
Bjs.

 
At 7:47 PM, Blogger Gi said...

Já te li por aí e deduzo que estejas a ler o Memorial do Convento :) Queria eu ser Blimunda :) No blogue antigo deixei lá um excerto onde ela e o sete-sóis são "baptizados".

beijinhos (vê lá se te deixas de abraços que eu não gosto muito)

 
At 8:20 PM, Blogger Carmiña said...

Bueno, al menos no te aburrías de pequeño. Pero que futuro tan incierto el de tus "amores", será que te extrañaron todas.

 
At 8:52 PM, Blogger fgiucich said...

Amores que fueron caminando por la vida compartiendo los mejores año, los mejores recuerdos. Abrir el baúl de los recuerdos es, volver a vivir, con aquellos hermosos fantasmas del pasado. Abrazos amigo portugés.

 
At 1:48 AM, Blogger Visão Caleidoscópica said...

Primeiros amores que normalmente nunca o são....não passam de paixonites agudas mas que passam tão depressa!
Nada mais fica para além duma doce recordação e um sorriso travesso.
Mas quando o verdadeiro 1º amor chega, esse sim, deixa caudas muito compridas....não importa se passam 10, 20 ou 30 anos, pois o embaraço e as borboletas na barriga voltam num ápice.
Mas é bom!!!
Beijos e bom início de semana.
Até mais....

 
At 3:15 AM, Blogger poca said...

diz que amor só há um..
diz que não há amor como o primeiro..

se não se consegue dizer qual foi o primeiro quererá dizer que nunca se amou?

beijo

 
At 4:47 AM, Blogger Gota de tinta said...

eu primer amor......mmmmmmmmmmmmmm


una ves soñe esas palabras "eu primer amor" y tu post me lo ha recordado....el sueño

porque mi primer amor, si, se que sonara edipico epro mi primer amor, fue mi madre.

un besote!!!

 
At 6:44 PM, Anonymous ©õllyß®y said...

Se diz recordar é viver...bom saber
de quem for nosso primeiro amor, passados anos...mesmo de meninos...

Doce beijito

 
At 6:44 PM, Blogger Isabel Romana said...

Más que un primer amor, has relatado una buena lista de amores y, me temo, ninguno de ellos fue eso que llamamos "primer amor". Porque ese no se olvida ni se confunde con otros. Es, en cierto modo, el amor que nos funda. Besotes.

 
At 10:33 PM, Blogger Rui said...

Ah coração valente e espaçoso. Que nenhum mal te chegue, para continuares a ter dúvidas e anseios.

Abraço desde a jangada.

 
At 10:46 PM, Blogger manhã said...

eheheh, poça! Grande namoradeiro! E grande também a coser destinos! Meu primeiro amor...tão cedo acabou, só a dor deixou, neste peito meu...já nem me lembro quem cantava isto!

 
At 2:57 AM, Blogger naoseiquenome usar said...

Bem se vê como a memória nos atraçoia.
Nem os primeiros amores respeita :)

Será que eu tive um primeiro amor? E há mesmo um primeiro amor?

Soa tudo a estranhamente longínquo.

 
At 11:52 AM, Blogger Lídia said...

O primeiro abraço seguido de um beijo... O meu primeiro amor foi doce.

 
At 12:41 PM, Blogger Baby said...

Buenas tardes, mixtu!
É isso mesmo, todos nós, penso eu..precisavamos, às vezes, de ser internados em qualquer lado, para dar descanso à mente, esquecer certas coisas que toda a noite e todo o dia nos martelam o pensamento...mas, e depois?perderíamos a capacidade de fazer poemas?
Um beijo, verdinho.

 
At 1:14 PM, Blogger missixty said...

Credo que confusão!! :)))Creio que a minha primeira inclinação foi por um rapazito chamado Luciano, moreno de cabelos escuros e tinha olhos claros, mas nunca passou disso. Andavamos ambos num colégio de freiras e os sexos não se misturavam, só podíamos vê-los ao longe!
Só dei o meu primeiro beijo já tinha 18 anos feitos e por incrível que pareça o rapaz era muito parecido com esse da primeira paixoneta! Contava mais coisas, mas não tenho tempo!
beijos miss

 
At 4:42 PM, Blogger Sophiamar said...

Ena, Mix!Que memória excelente! O meu primeiro amor, já lá vão tantos anos, foi o Miguel. O Mi como todos ainda hoje lhe chamam, apesar de cinquentão.Escreve poesia,luta por um mundo mais justo e ainda namora.Ama a vida.
Beijinhossss

 
At 4:56 PM, Blogger Papoila said...

Olá Mixtu:
Vim só rever a foto e reler estas recordações... mas a foto... encanta-me.
Beijinhos

 
At 5:58 PM, Blogger Ana S. said...

Que giro! Mas tu tiveste muitos amores! Umas com mais sorte do que outras mas essa da pantera foi original lol. ;)
Beijos

 
At 9:58 PM, Anonymous 1º Amor :) said...

Boa Noite, Mixtu!

Foi no baú de recordações que encontraste o 1º amor!?...
Que lugar tão estranho para encontrar seja o que for... quanto mais o 1º amor!

:)Como sempre... gosto da tua "tasca"

 
At 11:00 PM, Blogger Maria P. said...

"Sim, eu sei...que tudo são recordações..."

Acho que alguém cantou assim!

Besitos yayayaya

 
At 3:00 PM, Blogger Whispers in night said...

Humm, tu com as tuas primeira namoradas e eu ja vou e nos amores imaginarios ihihi
Ola lindo!
venho te deixar mil beijos e que tenhas um dia super feliz
Whispers

 
At 7:54 PM, Blogger Nacho said...

Por ese viejo baúl ha pasado más gente que por el Metro de Madrid, Mixtu. Jajajaja.

Pero qué le dabas de comer al caballooooo¿?. Estaría gordísimo.

Bueno, Celia se lo perdió.

Un abrazo.

 
At 8:04 PM, Blogger mafalda said...

Mas que precoce que o menino era!... e vida fora, continuou com essa intensa actividade "brincalhona"? Quer-me cá parecer que, ainda hoje... bom, bom, não me vou por para aqui com adivinhações...

Vive a vida e sê feliz, se conseguires! (Isso é o que mais importa, não?).

Um beijo transmontano (adivinha agora tu... como será?) ;) - (risos)

 
At 11:48 PM, Blogger mixtu said...

Dra. Mafalda, bem... antes um blog de professoras, hoje de doutoras, bem... tenho que ter cuidado não tardam nada estão-me a receitar fármacos para as minhas pseudo-maleitas...

beijo transmontano... questionas-me...
Nas escadarias... um beijo na face, a menina de frente para a mãe que queda na janela...
as mãos dela estão quedas... já o do moçoilo... são livres... a mãe não tem ângulo de visão... mas de vez em quando ela sente arrepios, a mãe julga que é do frio da serra, Trás-os-montes, terra fria...

abrazo europeo

 
At 12:48 AM, Blogger galatea said...

El chocolate derretido en la lengua es mejor que un beso apasionado, afirma un estudio científico de Inglaterra.

 
At 3:29 AM, Blogger su said...

Relendo e "re-sorrindo"...sei que não existe esta palavra...mas enfim...a estas horas não me podia sair melhor!

; )

 
At 9:42 AM, Blogger tonsdeazul said...

Saíste-me cá um namoradeiro!!
Não te conhecia assim!! :)
Afinal encontros e mais encontros em comboios, entre o Sabugal e outras paragens...
E afinal tu tens um passado desses!! ehehehe
Está muito porreiro este teu 1º amor. :)
Um abraço azulado

 
At 11:09 AM, Blogger Rosenrod said...

Y sin embargo, qué triste es, en cierta forma, que se nos pasen las ganas de ser caballeros para conseguir princesas... todo se vuelve más práctico pero por eso, y a la vez, menos mágico.

Un saludo!

 
At 12:00 AM, Anonymous cris said...

Olá mixtu
o meu primeiro amor foi na escola primária tinha 6 anos. Era o Nuno Ricardo...ai que grande paixão...das fortes! quando ele se sentava ao pé de mim eu corava toda...depois foi o Miguel...ainda corava mais...e depois aos 8 foi o pedro que estava sempre de castigo porque era atrevido com as meninas. Era repetente e era mais velho do que eu uns dois anos.
No ciclo foi o Tó Zé...eu tremia toda. Depois foi o Zé Carlos.
No 7º ano foi o Ricardo e no 8º Ano foi o Pedro Nuno. No 9º foi o Claudio e só com esse dei o primeiro beijo. Namorei 4 anos e depois conheci o meu verdadeiro amor com quem casei e de quem tenho um lindo filho.
Agora sim sei o que são paixões , e o que é o amor, a cumplicidade, a felicidade!

 
At 3:15 AM, Blogger Freyja said...

lindos recuerdos amigos del primer amor, esta muy lindo como lo cuentas
te dejo muchos cariños y que estes muy bien
gracias por tus saludos y compañia
besitos


besos y sueños

 
At 6:48 PM, Blogger Monica said...

Primer amor,ay Mixtu me traes tan lindos recuerdos, fue un vecino de la casa de mi tía donde yo pasaba los veranos.No se nada de él, mi tía se mudó hace años y nunca más lo vi.
Ahora que me trajiste los recuerdos, lo podría buscar por Internet y ver que ha sido de su vida.
Besos

 
At 7:01 PM, Blogger Maite said...

Caro Mixtu

Com tantos afazeres, aposto que os estudos ficaram para segundo plano :))))
Mas o mais impressionante não é lembrar-se de todos os seus primeiros amores mas sim de saber o que aconteceu a cada um deles :)

Tenha um excelente fim de semana

 
At 10:17 PM, Blogger Rui Caetano said...

As memórias existem no nosso cérebro como um rio que, quando se liberta, corre em direcção ao nosso olhar e lembram-nos de tantas histórias do passado.

 
At 11:35 PM, Blogger Nilson Barcelli said...

Eu não...
Mas, pelos vistos, no teu baú há uma grande baralhada de amores...
Bfs, abraço.

 
At 11:50 PM, Blogger azzura said...

qué bueno Mixtu;;)) me encanta tu sentido del humor, no sé si te lo dije alguna vez,creo que sí;)
Besitos mallorquines, ya os estaba extrañando mucho

 
At 1:58 AM, Blogger glauca said...

Recuerdos que la confusa memoria dilata y nos hacen sonreir deben regresarse al lugar donde salieron pues al orearlos bien pudieran ajarse ;-)
Muy simpático tu post mixtu!

 
At 2:20 AM, Blogger Caiê said...

Eu também me lembro do 1º amor. Era um rapaz muito diferente de mim. Eu sempre gostei de deiferenças! ah ah ah!

 
At 10:44 AM, Blogger antónio paiva said...

..........

tu tens um coração enorme

eheheheh

...........................

Abraço

 
At 1:00 PM, Blogger alma said...

El amor tiene la potestad de que siempre que lo sentimos es como si fuera la primera vez

 
At 2:48 PM, Blogger Maria P. said...

Porque já não tenho a rosa, deixo uma pétala, e um besito!:)

yayaya

 
At 6:14 PM, Blogger aflores said...

O meu primeiro amor será sempre o próximo :))))))))))

estou a brincar....

abraço grande

 
At 11:47 PM, Blogger Carmiña said...

Hola Mixtu:
¿porqué ahora tardas tanto en publicar?
¿acaso andas buscando historias?
Hazme el favor de inspirarte pronto.

 
At 12:25 PM, Blogger Mar said...

Mixtu!!!!!! el primer amor es uno solo!!!!!!!!

Cómo tantos????
Hombresssssssss
yayayayayaaya!!!!!!!!!

Besos dulces

 
At 12:44 PM, Blogger foryou said...

Mas tu ainda estás no 1º amor? Oh rapaz esse já deu o que tinha a dar e eu já comentei. Conta-nos lá agora o 2º! :P

 
At 5:52 PM, Blogger Gi said...

Mixtu. Há uma semana e nada de novo? Não pode :))))

Toca a escrever s.f.f. ou o fim de semana prolongado deu para a preguicite aguda?

Um beijinho

 
At 5:45 AM, Blogger cieloazzul said...

Ahhh me encantó!!!
con ese primer amor llamado AMOR!!
cuando habremos perdido esa capacidad de amor intensamente y tan exclusivamente! jajaja
Todo un enamorado de la vida Mixtu...
Mil besos!!!

 
At 10:32 AM, Blogger vida de vidro said...

Ai, ai, ai... se isso era assim na 1ª classe, imagino mais tarde... :-))
É bom recordar. **

 
At 8:51 PM, Blogger Betty Branco Martins said...

Querido Mixtu

Amores de escola_______nem sempre duram______mas ficam sempre tão docemente no nosso coração:))

Beijo com muito carinho

 
At 5:42 AM, Anonymous Bia said...

Não encontrando nova postagem, deixo pétalas perfumadas de magia, um beijo ensolarado de alegria, e votos de horas doces, dias lindos e uma vida onde os sonhos desvendem mistérios.

 
At 11:08 AM, Blogger Boop' said...

Fosteis apanhado pastor!!!

Foste filmado no filme premiado "Ainda à pastores" que relata a vida dos pastores na serra da estrela! Foi noticia ontem na TV.

És a partir de hoje célebre!
Actor de filme premiado...
Dos últimos da tua "espécie"

Bem hajam... ó pastores da Serra!

 
At 12:55 AM, Blogger MAYA said...

Mixtu: Si que eras un galán en tu pueblo. Y de tantas novias me quedo con la que pintaba mariposas y la que se creía princesa. Al caballo lo hubieras podido criar con el pasto de tus jardines mágicos. Vida bella caballero europeo.

Un beso limeño,

Maya

 
At 12:55 AM, Blogger MAYA said...

Y SI...todos recordamos el primer amor. Es imborrable!!!

Maya

 
At 12:42 AM, Blogger João JR said...

Que linda foto....5 estrelas!!
amor, o melhor q a vida tem:)
Beijo gde..

 
At 4:27 AM, Blogger Sonnja said...

What a lovely photo!
Kind regards,

Sonnja, from the Netherlands

 

Post a Comment

<< Home

António Vega-Lucha de gigantes

_______________________________________________25.000 visitantes (Anterior counter),
ecoestadistica.com