Monday, June 11, 2007

Intelectuais


Le ofrecieron
"Un manifiesto firmado por intelectuales"
para firmarlo,
Entonces les preguntó
si no saber leer era un obstáculo,
La respuesta fue culta:
"No era obstáculo, ésa era la condición",
Puso entonces un par de palotes cruzados
como firma (igual a las que le precedían),
(Nadie)

.
Ofereceram-lhe para subscrever
“Um manifesto elaborado por Intelectuais”
Então ele perguntou
Se não saber ler era impeditivo,
A resposta foi culta:
“Não é impedimento, essa é a condição”
Fez então um par de riscos cruzados
como assinatura (igual às cruzes que precediam a sua),

185 Comments:

At 9:49 PM, Blogger alfazema said...

Mixtu

Como disse a Incondicional é um prazer comentar um post teu em primeiro lugar.
Antes, tinhas uma metodologia diferente e o primeiro comentário do blog cabia sempre ao seu administrador.Desta vez, consegui ser a primeira. Ufa! Intelectuais,infelizmente, é o que neste momento não falta por aí, embora vivamos num país onde a taxa de iliteracia ainda é muito elevada. Para assinar os manifestos, escritos por essas aves raras, que não são de aviário, segundo dizem, não é relevante saber ler. É que,não raramente, são de difícil compreensão para não dizer incompreensíveis mesmo. Acredito que, sabendo ler ou não , esses manifestos longos incompreensíveis, entediantes. são quase todos "assinados de cruz".
A nossa vida está mesmo a tornar-se, a passos largos, uma vida de cruzes e , tempos antigos e tristes me vêm à memória, em que não saber ler nos dava alguma felicidade e paz de espírito.
Mil beijinhos com muita ternura.

 
At 10:13 PM, Blogger Klatuu o embuçado said...

JAJAJAJAJAJA!!!... tu brincas?... mas é a isso que já chegámos!

 
At 10:53 PM, Blogger Delfim Peixoto said...

Mixtu, meu doce amigo!
Não sei se conhecerás António Aleixo, um poeta português que não sabia ler, sendo por isso um poeta popular! Se porventura ele soubesse ler e escrever teria sido, estou certo, um dos maiores poetas portugueses (é-o em Portugal) conhecidos em todo o mundo!
Para te deixar mais sossegado, aminha fuga foi curta pois não consigo viver sem vós, os meus amigos que um dia espero vir a conhecer pessoalmente! Foi um momento de triteza , só isso!
Abraço fraterno e bjnhs doces para Carmencita ( se me permites)

 
At 11:09 PM, Blogger alfazema said...

Delfim
Gostei da tua referência a António Aleixo e acredito que se soubesse ler seria um dos maiores poetas portugueses e é, quanto a mim, o melhor poeta popular português. Sabes quem lhe escrevia os poemas, o Dr. Joaquim Magalhães meu professor de literatura portuguesa,natural do Porto, algarvio de adopção, meu grande amigo e mais tarde colega. A ele lhe dedicou um poema referindo que tinha como secretário um doutor de liceu. Espero que a Rosmaninho tenha à mão o "Este Livro que vos Deixo" e faça a transcrição dessa quadra. António Aleixo era natural de Vila Real de Santo António. Como diz alguém que eu conheço "assim se faz a blogo de qualidade".
Beijinhos
Um beijinho

 
At 11:25 PM, Blogger incondicional said...

Holas amigo :-)

Que pena no saber leer....

Lectura y música son mis dos grandes vicios confesables :-O

Feliz inicio de semana. Un beso.

 
At 11:27 PM, Blogger Lagoa_Azul said...

Mixtu, perdão eu que culta não sou, nem a cruz vou assinar, mas ponho aqui uns versos do Poeta que o meu doce amigo Delfim referiu….

Peço ás altas competências,
Perdão, porque mal sei ler,
P´ra aquelas deficiências
Que os meus versos possam te.

Quando não tenhas á mão
Outro livro mais distinto,
Lê estes versos que são
Filhos das magoas que sinto.

Não sou esperto nem bruto,
Nem bem nem mal educado:
Sou simplesmente o produto
Do meio em que fui criado.

Não escolho amigos á toa,
Sempre temendo algum perigo:
Primeiro escolho a pessoa;
Depois, escolho o amigo.

Este livro que vos deixo
E que a minha alma ditou,
Vos dirá como o Aleixo
Viveu, sentiu e pensou.

A humildade de carregar uma vida de sabedoria,
E para se ser sábio, não é preciso saber escrever nem ler,

Um beijo com carinho

 
At 11:33 PM, Blogger Lagoa_Azul said...

Alfazema, para ti do teu professor de liceu…

Não há nenhum milionário
Que seja feliz como eu:
Tenho como secretario
Um professor de liceu.

Quadra do Poeta António Aleixo ao Professor Joaquim Magalhães

 
At 11:44 PM, Blogger alfazema said...

Lagoa Azul

Muito obrigada pela tua gentileza. Conheci o dr. Joaquim Magalhães, muito cedo, quando teria os meus sete, oito anos e ouvia essas quadras com muito gosto. Acompanhei este amigo professor até aos seus últimos dias de vida. Também deixou obra poética " Pretérito Imperfeito" um dos seus livros.
Um beijinho amiga

 
At 11:59 PM, Blogger mixtu said...

This comment has been removed by a blog administrator.

 
At 12:01 AM, Blogger mixtu said...

Desde que abri o blog e pelos temas lançados esperei sempre que os blogares entrassem em diálogo, nomeadamente, quem acaba por ler os comments deste humilde pasquim, feito por um simples pastor das serranias do nosso portugal que só fez a 4ª classe com a condição de não prosseguir com os estudos,

Sendo assim... e porque o diálogo é feito por um individuo, o Seu Delfim, que tem como industria a educação, a Alfazema que com os seus largos conhecimentos ou é artista plástico, talvez escultora ou educadora de infância e a Lagoa, perdão doce lagoa que é a poetisa para os lados do Tajo e que encanta com a sua poesia e os beijos com carinho que espalha pela blog, e eu que julgava que era só para este pastor...
Vou ler Aleixo... homem de letras,

 
At 12:13 AM, Blogger UMA said...

Vaya post que me manda...
Eso tienen los intelectuales, supongo, el saber leer lo que otros no pueden 'ver'.
Beijos doces para voce, Mixtu

 
At 12:26 AM, Blogger alfazema said...

Mixtu
Peço perdão por ter menosprezado o anfitrião deste blog de qualidade, simpático e meu doce amigo, e ter-me posto à conversa com o Delfim, um visitante, que até te trata com muito carinho.Reconheço que o não devia ter feito sem me ter dirigido a ti.Informo-te que sei e faço um pouco de tudo. Escultura( mais clássica), educadora de infantes , príncipes, princesas...
Mil beijinhos de desculpa

 
At 12:35 AM, Blogger mixtu said...

Alfazema,
nada de desculpas, pelo contrário, assim entendo a blogo, diálogo entre os blogares, os posts a servirem como principio de conversa e a partir daí a palavra são dos comentadores...
Aliás só assim faz sentido este blog,
Houve uma altura um blog que era assim, um post e quem vinha dialogava entre si e como aqueciam as conversas e o administrador do blog nunca comentava, e de um tema saltavam para outro, só interviu uma vez para apaziguar os ânimos pois havia uma pessoa que pensava diferente da maioria e por vezes era "mal tratado" e então foi lá e disse "Meus amigos, pela 1ª vez aqui a comentar, o próximo comment a não respeitar o SR. (...) é apagado"
yayay, remédio santo,
Blog também de um pastor, yayaya

 
At 1:09 AM, Blogger mixtu said...

Hora de ir beber um copo,
beijos doces para as meninas e um abraço ao Seu Delfim,

E um abraço também ao Klatuu (antes que ele me corte a cabeça e depois fuja com as poetisas...)
yayyayaya

Fui

 
At 5:22 AM, Anonymous sil said...

ola querido amigo MIXTU
♥          ☆        ♥
     ☆        ♥
       ♥     ☆        ♥
♥                ♥
        ☆     ♥

   ☆      ♥     ☆        ♥

“Mais vale um Verdadeiro Amigo Virtual,
do que um amigo que não conhece
o verdadeiro sentido da
palavra amizade“

Tenha uma linda noite...!!!
Bjinhos...
♥           ☆       ♥
     ☆        ♥
       ♥      ☆       ♥
♥                ♥
     ☆        ♥
       ♥       ☆      ♥

LHE DESEJO UM BOM COMEÇO DE SEMANA.............

TEM NOVIDADES NO MEU CATINHO
BELA DA NOITE..

http://beladanoite.nafoto.net/

 
At 9:29 AM, Blogger Rosmaninho said...

This comment has been removed by a blog administrator.

 
At 9:30 AM, Blogger Rosmaninho said...

Mixtu

Que pena, não ter estado aqui, ontem!
Estive a ouvir e a ver, no 2º canal televisivo, quem me des(orienta):):).

Pelo que leio, foi uma noite de serão em plena "cavaqueira".
De António Aleixo se falou, se escreveu.
É o meu poeta popular preferido!
Utilizo, muitas vezes, as suas quadras para mostrar aos mais novos o que são as "verdadeiras competências".

Aqui deixo outras quadras de António Aleixo

O Mundo só pode ser
Melhor do que até aqui
Quando consigas fazer
Mais pelos outros que por ti.


Eu não tenho vistas largas
Nem grande sabedoria
Mas dão-me as horas amargas
Lições de Filosofia.


Uma mosca sem valor
Poisa com a mesma alegria
Na cabeça de um doutor
Como em qualquer porcaria.

~*Um beijo*~

9:29 AM

 
At 9:30 AM, Blogger NADIE said...

Sólo he conocido a tres personas de conocimiento. Dos de ellas eran casi analfabetas. Por eso sabían tanto.
NADIE te saluda.

 
At 9:37 AM, Anonymous Baltasar Aceno said...

Muito bom post!
É preciso saber ler... nos olhos
Abraço

 
At 1:22 PM, Blogger elogio_del_horizonte said...

Pero que buen post......
besotes

 
At 1:44 PM, Blogger alfazema said...

...não tenho nenhum dos seus livros ( de Aleixo) aqui à mão mas lembrei-me desta quadra, a propósito de uma festa a que tinha ido com fato emprestado:

Ontem rei e hoje sem trono
Vagueando pela rua
Entreguei o fato ao dono
e a miséria continua

Experiência de quem tinha aprendido muito nos longos caminhos da rua.
Beijinhos especiais Mixtu porque continuas a proporcionar-nos este ambiente de tertúlia. E questiono:
Será que é esta a blogo de qualidade?
Penso que sim. Um abraço para todos.

 
At 1:47 PM, Blogger alfazema said...

...e já agora amigo mixtu faz favor de dizer "a aromática Alfazema" quando a esta voltar a referir-se.
Beijinhos doce amigo

 
At 1:59 PM, Blogger Lagoa_Azul said...

Ola Alfazema, boa tarde,
Muito bem dito, repreender o nosso e doce amigo Mixtu, quer que lhe dirijamos as nossas carinhosas palavras e depois por perguiça nem se dá ao trabalho de adjectivar , yayayyayayaya,

Perfumada alfazema, uma boa tarde para ti!!!

E para ti também Mixtu um abraço, e um beijo com carinho à Carmenzita ;)

 
At 2:28 PM, Blogger Penurias said...

Mmmmmmm, cómo algo tan absurdo puede resultar una parodia de algo tan real ... Besiños a Mitxu y su enamorada Carmencita.

 
At 3:10 PM, Blogger Pryncesazul said...

mmm,me gusto k pusieras en dos idiomas, claro k me gusto, pero ja,ja, no entiendo, ja,ja perdon, nos leemos, bye

 
At 3:24 PM, Blogger alfazema said...

Doce Lagoa

Como é agradável estar aqui à conversa sobre assuntos que não são meras banalidades. O saber de experiência feito, que muito respeito, sempre me encantou. O nosso pastor bem podia pôr aqui uns queijinhos, um presuntinho, um tinto, un branquinho, uns docinhos e não sairíamos daqui. A bem dizer não saímos, o pastor dá-nos conversa.yayayayaya Como ele gosta disto! Já que tanto gostas de poesia e eu começo a interessar-me agora, bem podias escrever aí mais duas ou três quadras populares ao teu gosto. Se assim o entenderes , querida lagoa.
Leva lá beijinhos meus minha doce poetisa.

 
At 4:35 PM, Anonymous Credendo Vides said...

Si es q los intelectuales a veces pecan de no serlo, no es cierto?
Gracias por tu visita a mi pqueño Inframundo.
He observado q ya sabes q dejar (la conjetura entre besos y abrazos ya la has resuelto) enhorabuena, pero cómo?
Saludos desde el Inframundo.

 
At 7:03 PM, Blogger dakidali said...

Sempre muito bom.
É um prazer vir até aqui.
Beijinhos

 
At 8:39 PM, Blogger Isabel Romana said...

Una reflexión interesante, mixtu, aunque puede contener un aspecto despectivo hacia los "intelectuales". Tradicionalmente se ha tendido a despreciarlos, sobre todo cuando sus opiniones diferían de las del poder... en cualquier caso, da para pensar. Un saludo

 
At 8:43 PM, Blogger Martuxa said...

Abandonaste-me... snif Snif
Só keres saber da outra =P

 
At 8:48 PM, Blogger Lila Magritte said...

Dramático y absurdo. Triste.

Saludos.

 
At 8:57 PM, Blogger segurademim said...

... cruzes canhoto!!!!! mas o manifesto era sobre o quê, mesmo????

besitos ;)))

 
At 9:07 PM, Blogger Lagoa_Azul said...

Partilha de pobres quadras com a perfumada Alfazema amiga,
Ao anfitrião um beijo doce sabor a mel :)


Dá todo o gosto viver
De pastoreio na aldeia
O empírico é o saber
As voltas da maré-cheia.

E como se não bastasse
Pois cá há o pobrezinho
Mais rico que me mandasse
Uns rubis pelo caminho.

Mas como a vida é linda
E maravilhosa de se sentir
Resta-me a esperança ainda
Pelo futuro que há-de vir.

E se ser culta é carregar
Humildade e afeição
Quero-me intelectualizar
Com amor no coração.

Minha querida Alfazema
Estas quadras são para ti
Sou uma poetiza pequena
Nos versos que escrevi.

E mesmo para terminar
Um beijo bem recheado
Da doçura do teu olhar,
Que sei bem iluminado.

 
At 9:31 PM, Blogger Delfim Peixoto said...

Doces amigo Mixtu e restantes comentadores(as)! De verdade, penso que os intelectuais são aqueles que se perguntam o que fazem " aqui", "para que vieram aqui" e " como vão deixar "isto aqui".Ou seja, os verdadeiros intelectuais são os que pensam na vida, na Natureza, No Homem, e como preservar esta "bolinha " onde vivemos. Nada mais. Só quem não pensa não é intelectual (a maior parte dos politicos não são intelectuais)
Para Mixtu um abraço forte e bjnhs doces a Carmencita, se tu deixares, claro!

 
At 9:53 PM, Blogger Luisa said...

Mas afinal, vocês são todos intelectuais!!! Bons intelectuais, acrescento, porque qualquer ignorante como eu, os percebe...

 
At 10:18 PM, Blogger alfazema said...

Querido Mixtu, caro pastor, com a sua permissão vou dirigir-me à nossa, permita-me que assim a trate, querida lagoa, de linda cor azul, já que ontem teve ataque de ciumeira com os beijinhos que a nossa ninfa do Tajo, aqui distribuiu.
Aqui vai:

Querida amiga adorei as quadras que aqui, desta forma tão ternurenta, me deixaste. Diz o povo, sabiamente, que os amigos dos nossos amigos, nossos amigos são e aqui te deixo um beijo amigo acompanhado de uma alfazema azul perfumada com essências raras , vindas do fundo do coração.

Se eu soubesse fazer poesia
Dir-te-ia com carinho
Que foi com muita alegria
Que recebi o miminho

As tuas quadras são
Feitas com muito amor
Leva deste coração
Um beijinho e uma flor

Acredita que não tenho por hábito escrever poesia mas há uns meses, bons, comecei a ler alguns poetas. E sabes que foste uma das pessoas que motivou para essa leitura? Acredita que tu, minha doce lagoa e a Lena, a nossa menina palavras, despertaram o meu interesse para este género literário.
Beijinhos da cor da alfazema e da tua lagoa. Azuis! Muitos! Obrigada Mixtuzito,amigo, por teres permitido este diálogo aqui na casinha humilde de um pastor de parcas habilitações.yayayaya,
Vá lá ,leva beijos desta que muito gosta de ti.

 
At 10:23 PM, Blogger chocoadicta said...

Cuantas narraciones, poemas, historias, aventuras me hubiera perdido de los libros si no supiera leer... no imagina firmar algo sin saber lo que pone. Pero he conocico a personas que apenas sabían leer y eran todo un pozo de sabiduría...

 
At 10:34 PM, Blogger Lagoa_Azul said...

Alfazema Azul :)

O gosto por receber tão calorosas palavras de afeição é todo meu acredita-me,

Grata pelo carinho teu, e um beijinho de noite serena para ti.

 
At 10:55 PM, Blogger Gab said...

Mixtu amigo, es solo para decirte que tengas una hermosa semana, no tengo mucho tiempo porque ando trabajando bastante. Pero ahora pude pasar por tu blog, no quiere decir que no te lea.

Besos y que lo estés pasando de maravillas con Carmen!

 
At 11:21 PM, Blogger AZUL said...

Y que cierto lo que se dice....un beijo..me gusto mucho la imagen!!

Mil bikos ;)

 
At 11:24 PM, Blogger Princesa said...

Coisa só de intelectuais mesmo...
Beijos saborosos :)

 
At 1:02 AM, Blogger incondicional said...

Holas amigo, me gusta que te guste leer a l@s autores que paseo por mi blog, como mi paisano ;-)
Eres un encanto, a pesar del idioma, me esfuerzo en leerte a ti Alfazema, Lagoa....aprenderé portugués :-)

Feliz semana !!!

Un abrazo.

 
At 3:53 AM, Blogger EL HIPPIE VIEJO said...

MIXTU

A VECES LO ELEMENTAL ESTÁ AUSENTE .

BUENA SEMANA

ADAL

SHALOM

 
At 9:37 AM, Anonymous Marian said...

Me encanta la ironía sutil de tus reflexiones.
Un besín

 
At 9:51 AM, Blogger almena said...

genial, genial reflexión, mixtu.
Enhorabuena a Nadie y a ti por reproducirlo.

un abrazo

 
At 10:31 AM, Blogger dreams said...

eu não tenho vistas largas,
nem grande sabedoria,
mas dão-me as horas amargas,
lições de filosofia.

quando os homens se convençam
que à força nada se faz,
serão felizes os que pensam
num mundo de amor e paz.

a arte em nós se revela
sempre de forma diferente
cai no papel ou na tela
conforme o artista sente.

A. Aleixo

já repararam na semelhança entre A. Aleixo e o nosso pastor?
yayayayaya

pois é mon cher, podes até dizer que não escreves poesia, que os teus posts valem pelos comentários, mas, e segundo a tua própria definição, tu és poesia...
yayayayaya

a vida é bonita, é bonita, é bonita...
yayayayayaya

um beijo * louco e o nosso abraço
“·.¸Dreams¸.·”

p.s. agora não são spins são quarks

 
At 11:31 AM, Blogger Belzebu said...

Excelente post!

O Mediterrâneo faz-te bem, vê-se!

Saudações monarquicas!

 
At 12:29 PM, Blogger cintya said...

no todos tienen la oportunidad de aprender a leer y escribir , pero eso nmo es motivo de ser discriminado. Existen personas que ya por naturaleza tienen una gran capacidad para aprender, pero no le es dada la oportunidad de hacerlo.
saluditos

 
At 1:52 PM, Blogger Lagoa_Azul said...

Auto do curandeiro, escrito por A.Aleixo
Ultimo acto…

Querido irmão és muito novo:
Se o mundo assim continua,
A culpa é minha e é tua,
Porque nós somos o povo.

E o povo, a crer na mentira,
Dorme num sono profundo,
Sofre um pesadelo eterno,
Que faz com que ele prefira
O inferno deste mundo
Por medo desse outro inferno.

Fingem-se ao bem dedicados,
Muitos como os curandeiros,
P´ra não os vermos estranhos;
Porque os lobos disfarçados
Com as peles dos cordeiros
Melhor destroem os rebanhos.

Quando a verdade os aterra,
Querem a moral pregar,
Prometendo no céu dar
O que nos roubam na terra.

O mundo está na infância,
E adulto só pode ser
Quando desaparecer,
Do povo, a ignorância.


Então meu doce pastor preferido, vamos lá a cuidar bem deste rebanho yayayayyaya

Até a minha querida Dreams entrou a versejar António Aleixo, guardador de rebanhos que provou aos intelectuais da teoria, que a vida é sentimento, e não apenas meras palavras…

Um beijo carinhoso para o Mixtu, e já agora que fique atento o administrador deste blog, porque ele já tem a sua Carmenzita, e tal como versejou A.Aleixo

Casado que arrasta a asa
À mulher deste e daquele.
Merece que tenha em casa
Outro homem no lugar dele.

Yayayayayayayayayayayayayayayayyayaayyayayaay

 
At 2:11 PM, Anonymous Carlos said...

As tuas mãos acariciam
O meu rosto,
Deslizam
Pelo meu corpo
Sinto o sabor
Da tua boca.
Perdido de amor
Simplesmente louco.
Sinto o teu perfume
A tua pele suada
E um som de queixume,
Mistura-se a uma balada.
De repente fixo o teu olhar
E beijo-te com ternura
Sem limites para dar
Amor com loucura.

 
At 2:15 PM, Blogger alfazema said...

Minha querida lagoa

Já lá vão muitos anos, tantos que nem sei contá-los, esta tua amiga participou na representação desta peça numa festa do liceu.
Entre outras pessoas estava o meu querido Dr.Joaquim Magalhães, eternamente guardado no meu coração. Um homem de cultura que tão bem soube acolher outro homem com uma grande cultura também, mas diferente.
Beijinhos doce, ternurenta e bela Lagoa .

 
At 2:55 PM, Blogger vero said...

Olá querido amigo,
passei p deixar um beijinho enormeeee...*****

 
At 3:07 PM, Blogger dreams said...

ma chere lagoa,

até eu já ouvi falar do poeta pastor... não conheço muito, mas deixo-te uma quadra dele ( talvez a primeira que tenha lido, e por isso nunca mais a esqueci...)

queria que o mundo soubesse
que a dor que tortura a vida
é quase sempre sentida
por quem menos a merece

A.Aleixo

quanto aqui ao nosso "rei pastor", não se livra tão facilmente das pestes das poetisas ;)

um beijo doce * doce lagoa
“·.¸Dreams¸.·”

p.s. mon cher mixtu... e para não dizeres que me esqueço de prestar "vassalagem" ao rei... uma outra quadra do poeta pastor...

quem prende a água que corre
é por si próprio enganado
o ribeirinho não morre,
vai correr por outro lado

um beijo e aquele abraço
( e um besito a carmen )

 
At 3:49 PM, Blogger eco de mim said...

eu tb ñ sei ler... posso subscrever? :)

 
At 4:35 PM, Blogger Eddy said...

hola mixtu pasando a saludar como siempre y con carmen que tal?... espero que bien nos leemos
bye

 
At 5:02 PM, Blogger Dani said...

Cego é quem não quer ver...

Cumprimentos ...

 
At 5:10 PM, Blogger Pryncesazul said...

hola estas bien?

 
At 5:52 PM, Blogger Piquinota said...

Um verdadeiro intelectual não precisa de saber escrever, nem de saber ler!
Precisa é de saber questionar... a vida, o que o rodeia, porque faz, porque não faz...

Ler e escrever é para os que precisam de se "mostrar" intelectuais!!


Jinhos

 
At 6:13 PM, Blogger mixtu said...

Yayayayayayaay
Este meu sorriso é porque não sei se conseguirei publicar este meu comment, dificuldades em estar conectado, a Net está sempre a cair, como diz uma doce amiga, “de tanto cair a net já deve ter os joelhos todos negros”, yayayayaya
Há males que vêm por bem, menos net significa mais Carmencita e mais copos com os respectivos salgadinhos…
Que a(mena) cavaqueira, yayaya, realmente só falta o tinto e os enchidos e muitos yayayaya tive com a quadra deixada pela Lagoa:
Casado que arrasta a asa
À mulher deste e daquele.
Merece que tenha em casa
Outro homem no lugar dele.
Yayayaya, embora referiu-se ao administrador, mas na verdade Cavaco Silva é um homem sério, tanto que levou a sua Maria para o ultramar… já o postador é fraca rés, pois é muito malandro, mas dá que pensar o escrito do Aleixo e por isso acabou a Doce amiga, a Amiga Linda, a querida e adorada amiga, o “aquele abraço”… yayayaya
Sobre Aleixo, desconhecia que era analfabeto ou pouco sabia ler, pois há uma quadra que ele refere que pouco sabe ler, desconhecia igualmente que era de Vila Real de Santo António, muito se aprende por aqui…
Yayayaya para todos vós, nomeadamente a Senhora Dona Mena, Senhora Dona Lagoa, Senhora Dona Alfazema e a Senhora Dona Dreams…
Yayaya…
Fui (para os copos)

 
At 6:20 PM, Anonymous Anonymous said...

Há gente de muito saber
Por aqui a passear
Diga-me lá o senhor
Se o vêm namorar

Há quem diga que o saber
Até não ocupa lugar
Então vêm aprender
Ou vêm só namorar

Se ser intelectual
É mostrar muito saber
Anda por aqui pessoal
Que tem muito que aprender

Ribeirinho vai correndo
Já fizeste o teu caminho
Eu por mim vou aprendendo
Que muito se faz sozinho

As quadras que aqui lhe fiz
Eu que gosto destas letras
Deixam-me muito feliz
E disse uma quantas tretas

 
At 6:39 PM, Anonymous Afrodite® said...

Te desejo uma semana iluminada e se tiver um tempinho, venha tomar um licor de chocolate comigo no Templo...
Bjo grande Meu.
http://templodaseducao.zip.net/
;)

 
At 8:55 PM, Blogger fgiucich said...

Entonces fue el manifiesto de los palotes. Abrazos.

 
At 9:01 PM, Anonymous Brisa said...

Mixtu, me leo hasta tus comentarios en portugués y eso que no conozco el idioma, pero merece la pena intentarlo, tu humildad y ese cariño que transmites, y el ir aprendiendo a conocerte, hace que una me sienta feliz de sentirme entre amigos, gracias.

Es cierto que saber leer es una ventaja para el conocimiento, pero hay verdaderos sabios a los que les cuesta encadenar palabras con la mirada. Un enorme abrazo amigo.

 
At 10:05 PM, Blogger Mac Adriano said...

Já falaste por aqui várias vezes em ir para os copos. Deve ser dos ares de Benidorm, que eu já lá estive uma vez, durante uma semana, e bebi dia sim, noite sim. Mas cuidado, que mesmo nos copos és julgado consoante o estatuto que ostentas, como diz uma quadra que agora não sei precisar se é de António Aleixo (embora também creia que sim), mas que Sérgio Godinho canta no tema "Quatro quadras soltas". A referida quadra diz assim:

Quando se embebeda o pobre
Dizem "olha o borrachão",
Quando se emborracha o rico
Acham graça ao figurão.

 
At 12:18 AM, Blogger alfazema said...

...e porque o ambiente deste blog está encantatório deixo aqui três quadras de José Régio de uma sua balada de Coimbra:

- Chegam da baixa até Celas
Os ais dos sinos na bruma
Se o céu tem tantas estrelas
Importa lá cair uma!

- Fui à Lapa dos Esteios
Grandes coisas fui saber:
Que há pedras que têm seios
Que eu bem n`as ouvi gemer...

- No Choupal quis fazer versos,
Olhei as folhas do chão
Deus sabe os sonhos dispersos
Que o vento leva na mão!

uma boa noite

beijinhos

 
At 12:52 AM, Blogger El Navegante said...

Eu me pergunto, logo de disfrutar tua profunda reflecçao, além de ser de poucas palavras, é isoo é acho uma das coss mas valiosas da tua entrega,me pergunto dizia:cuántos documentos assim se firmaron na historia dos hommes ?.
Cuántos hommes frimaron docuentos assim ?
Meu Deus, tem algma dúvida Mixtu qué distinto podería houver sido a historia da humanidade, si nao existirían os intelectuais que fazen firmar issas cosas??
Un grande abraço meu amigo, e um beijín respetuosos para sua namorada.

 
At 1:07 AM, Blogger incondicional said...

Holaaaaaaaa. Otro autor, otro archivo ;-)

Abrazos.

 
At 2:47 AM, Blogger lazuli said...

Mixtu

Venho cumprimentar-te, egrégio pastor. Dos blogs que conheço, só este é realmente "interactivo" se me permites as aspas. Mas sou uma pobre criatura mais nocturna do que diurna, e à noite vais para os copos, ou para a tua Carmencita.
Mas consolo-me com as tuas deambulações pelos caminhos que percorres..no nosso prazer de ler.

E para não me chamares forreta, aqui vai uma cesta de beijos, à falta de cerejas..
Pois os beijos são como as cerejas:)

 
At 5:14 AM, Blogger niza said...

wow... no saber leer se me figura algo asi como tener que vivir sin mis lentes... viendo a medias

besos de colores

sigo leyendo....

 
At 8:11 AM, Anonymous Amora said...

...aqui vai mais uma quadra dedicada a quem por aqui passar:

Era um roseira brava
Que já nem rosas tinha
Veio aquele que a amava
Nasceu rosa miudinha

... penso que é uma boa quadra para os santos populares.
bom dia para todos.

 
At 9:40 AM, Blogger segurademim said...

... a imagem está demais! eles bem partem a cabeça, mas o país está cada vez mais pobre e mais triste

tá mal

beijo, dia feliz

 
At 3:43 PM, Blogger Cláudia said...

Beijinho miguito!!

 
At 6:00 PM, Blogger Marta said...

Hola Mixtu ¿como andamos? Has vuelto ya de tu viaje?
Un beso amigo

 
At 6:10 PM, Blogger Mel said...

Querido amigo
As saudades são muitas e sei que estou em falta contigo pois há muito tempo que não escrevo. Peço que me desculpes.
Espero que estejas cada vez mais feliz junto da tua Carmen.
Quanto à questão intelectual... olha, estou cansada de pensar. Posso deixar para outra vez? lol
Beijocas

 
At 1:47 AM, Blogger naoseiquenome usar said...

:) Sim, a escrita dos letrados´não passa amiúde de cruzes.
Cruzes antes e depois, sobrepotas, antepostas, ou justapostas..........


Mas.........


que diabo, MIXTu, vamos fomentar a literacia, sim?????
(Só um aparte: só agora descobri com se põem links ao lado desta coisa (iliteracia pura, vês?:) ), por isso, vou linkar-te. Grandee beijo.

 
At 2:01 AM, Blogger incondicional said...

Holas Mixtu, de este no te molestes en buscar, no está en Google, no es de los consagrados, peeero me apetecía que lo conocierais mis amigos blogueros. Era de mi pueblo :-)

Abrazos.

 
At 4:27 AM, Blogger Poemas e Cotidiano said...

Oi Mixtu, boa noite.
Gosto do jeito que voce ri: yayayaya (parece que estou ouvindo).
Ouca o meu: hahahahaha!
Beijos a voce e ao seu amore, Carmencita
MARY

 
At 7:06 AM, Blogger palabraserrantes said...

Vaya mensaje!
Aquí estoy otra vez.
Y te leo y dejo un gran beso.

 
At 9:22 AM, Blogger Zuriñe Vázquez said...

Muy bueno, y mordaz. Si, los manifiestos intelectuales parecen otro lenguaje que no conocemos, para el que somos analfabetos. Realmente muchos parecen vivir en otro mundo. Saludos

 
At 9:36 AM, Blogger Em busca de Felicidade said...

Bom dia Mixtu.
Já foste comentador assiduo de um blog que tentei manter, mas depois por força de algumas contrariedades desisti...
Agora criei um ( brincadeira) pois não tenho muito jeito para isto...
Já não te visitava à imenso tempo...
Como sempre mantens-te ao mais alto nivel!!!

Um beijinho

 
At 12:08 PM, Blogger wind said...

Gargalhadas, rio-me mas é da tua genial sátira. Julgo que é a primeira vez que o fazes aqui e dou-te os parabéns por isso!
beijos

 
At 12:11 PM, Blogger Rui said...

Podia, em alternativa, deixar a impressão digital.
Era a impressão que aquilo lhe fazia.

 
At 2:38 PM, Blogger lena said...

Mixtu parabéns, adorei ler a resposta, adorei voltar a ver-te aqui e a minha ausência é imperdoável, mas acho que compreendes e não ralhes nadita

E li por aqui António Aleixo que também admiro e Mixtu, eu adoro o mar, a poesia, a minha mana, e ….. tantos pessoas que aqui te vêm ler, esqueci-me também te adoro a ti e à Carmencita

Como não sei versejar e poeta não sou, deixo porque sei que tanto a alfazema e a minha manita adoram algo de António Aleixo:


I
Eu não tenho vistas largas,
nem grande sabedoria,
mas dão-me as horas amargas
lições de filosofia.
II
Após um dia tristonho,
de mágoas e agonias
vem outro alegre e risonho:
são assim todos os dias.
III
Uma mosca sem valor
poisa, c'o a mesma alegria,
na careca de um doutor
como em qualquer porcaria
IV
Mentiu com habilidade,
fez quantas mentiras quis;
agora fala verdade,
ninguém crê no que ele diz.
V
Casado que arrasta a asa
à mulher deste e daquele,
merece que tenha em casa
outro homem em lugar dele.

quadras retiradas da obra: "António Aleixo Este livro que vos deixo..."

o meu beijo e o nosso abraço carregadinho de carinho

lena

 
At 11:20 PM, Anonymous sil said...

HUMMM ADOREI AMIGo MIXTU... VA ME LER NÃO FIZ NEM CONTO E MUITO MENOS POESIA COLOQUEI UM TEXTO MEU DE DICAS EROTIKAS NO MEU CANTINHO ESPERO QUE GOSTE ...POIS ACHEI QUE SERIA OTIMO COLOCAR ALGO NOVO NO MEU CANTINHO ...ESPERO QUE GOSTE AMIGo .. TENHA UMA OTIMA SEXTA-FEIRA ....BEIJOKAS DA AMIGA SIL ......

 
At 11:21 PM, Anonymous sil said...

HUMMM ADOREI AMIGo MIXTU... VA ME LER NÃO FIZ NEM CONTO E MUITO MENOS POESIA COLOQUEI UM TEXTO MEU DE DICAS EROTIKAS NO MEU CANTINHO ESPERO QUE GOSTE ...POIS ACHEI QUE SERIA OTIMO COLOCAR ALGO NOVO NO MEU CANTINHO ...ESPERO QUE GOSTE AMIGo .. TENHA UMA OTIMA SEXTA-FEIRA ....BEIJOKAS DA AMIGA SIL ......

 
At 11:26 PM, Blogger Lagoa_Azul said...

Intelectuais andam os administradores do blogger , há 3 dias que nem deixa comentar nada...

Adorei ler a minha maninha a citar Aleixo,

Não fossemos manas, jinhos mana querida e doce...

Beijos carinhosos querido Mixtu

 
At 11:52 PM, Anonymous Amora said...

... olá senhor
Comentar neste blog é quase impossível. Não sei o que se passa mas andará por aí alguém incomodado com o seu sucesso'

Não é coisa que se faça
Deixar o nosso menino
Sem um ar da nossa graça
para ele que é pequenino

Primeiro passa a Lagoa
Com a sua quadra linda
Além de boa pessoa
é uma linda menina

Meninas aqui não faltam
Em terras de intelectuais
Que conheçam o Aleixo
E muitos poetas mais

Que o amor é bonito
Diz Mixtu, o senhor
Tan bonito, tan bonito
Que só falamos de amor

É um pastor da aldeia
Que muito sabe da vida
Até me ficou na ideia
Ir lá pedir-lhe guarida

A menina dreams sonha
Com este lindo pastor
Também lhe escreve poemas
Onde lhe fala de amor

E a palavras amável
Trouxe mais quadras de Aleixo
Foi uma ideia agradável
Do Este Livro Que Vos Deixo

 
At 7:11 AM, Blogger alfazema said...

Mixtu...zito

Ando a tentar escrever aqui umas palavritas e não tenho conseguido. Agora entrei com facilidade e aqui estou. Vou aproveitar para te desejar um dia muito bom e dizer-te que gosto muito de por aqui passar, tu sabes, de ler os coments teus e das amigas, tu sabes,e deixar-te beijinhos ternos.

Ao meu amigo pastor
Bom dia lhe vou desejar
Sabe tanto como um doutor
Por onde anda a apascentar

Esta coisa do pastoreio
Tem muito que se lhe diga
De passeio em passeio
Vai cativando uma amiga

"Quadras populares", desta poetisa, sua amiga e a si dedicadas, porque muito o estima.
Beijinhos

 
At 10:51 AM, Blogger la witch said...

X

 
At 5:09 PM, Blogger poca said...

pois... às vezes a ignorância e a loucura são o melhor caminho para se chegar onde se quer...
beijinhos e bom fim de semana

 
At 5:10 PM, Blogger Betty Branco Martins said...

Querido Mixtu

Oh! "Intelectuais"


"O Ponto

Mínimo sou,
Mas quando ao Nada empresto
A minha elementar realidade,
O Nada é só o resto".

(Reinaldo Ferreira)

Beijinhos

Bom fim de semana

 
At 5:43 PM, Anonymous pequenita (quando o teu corpo e o meu) said...

Guardei nas mãos o beijo selado,
Marcando o respeito, escondendo
O desejo do beijo molhado, que teus lábios
Furtivos quiseram, em vão me dar.
Levei às mãos a boca, como se pudesse
Encontrar tua boca, ainda quente, num
Encontro frenético de nossas línguas.
Suspirei várias vezes, e senti o vento lânguido,
Este sim, descompromissado, a beijar-me sem pressa.

 
At 8:26 PM, Blogger Lagoa_Azul said...

Amora,

Obrigado pela quadra elogiosa,
Parece que versejar é coisa de gente ditosa,
Não há mais puro engano,

Gostei das tuas quadras, um beijo com carinho

 
At 8:42 PM, Blogger Meia Lua said...

A sabedoria ocupa um lugar muito pequeno, atrás dos olhos, acima do pescoço. As coisas mais sábias da vida não se escrevem, vive-se.
Beijinhos

 
At 9:27 PM, Anonymous Amora said...

...há quem diga que o amor
é coisa do coração
eu conheço um pastor
que o tem na palma da mão

Escreve quadras às amigas
Com muita sabedoria
Algumas vão nas cantigas
Respondem-lhe com alegria

Parece-me intelectual
Escreve bem como doutor
Trata todas por igual
Com muitas palavras de amor

Eu cá por mim acho bem
Tê-lo sempre como amigo
É um assim que me convém
E vou levá-lo comigo

A Lagoa e a alfazema
Perfumam este cantinho
A menina dreams sonha
E até cheira a rosmaninho



jogos florais da amora negra
e do amor silvestre

 
At 10:13 PM, Blogger UMA said...

Bijinhos doces, Mixtu bombòn!!

 
At 11:44 PM, Blogger lena said...

vim em silêncio pela noitinha
sem fazer grande barulho
e leio a minha maninha
num versejar tão perfeito,

mais uns passos, sinto
um encantador cheiro,
é a bela Alfazema ler
o nosso poeta Aleixo

e mais à frente, mesmo
pertinho de mim a doce Dreams
descobre semelhanças entre
Aleixo e o nosso querido Pastor

não me esqueço da linda Wind
nem da simpática Amora e muito menos do Delfim
nem de todos os que por aqui passam
que me encantam com carinho

isto vai mesmo sem rima
que versejar nunca saberei
de poeta também nada terei
mas tenho e isso sei o amigo Mixtu

e para não parecer mal,
deixo um poeta que gosto
pois como diz a aromática Alfazema
este blog tem e é de qualidade


O Recreio

Na minha Alma há um balouço
Que está sempre a balouçar -
Balouço à beira dum poço,
Bem difícil de montar...

- E um menino de bibe
Sobre ele sempre a brincar...

Se a corda se parte um dia
(E já vai estando esgarçada),
Era uma vez a folia:
Morre a criança afogada...

- Cá por mim não mudo a corda,
Seria grande estopada...

Se o indez morre, deixá-lo...
Mais vale morrer de bibe
Que de casaca... Deixá-lo
Balouçar-se enquanto vive...

- Mudar a corda era fácil...
Tal ideia nunca tive...


Mário de Sá-Carneiro



beijitos para ti Mixtu e para a tua Carmencita, um grande abraço cheio de carinho a todos que por aqui vão partilhando os vossos saberes, pois têm para mim um sabor sempre especial

lena

 
At 11:57 PM, Blogger mixtu said...

This comment has been removed by a blog administrator.

 
At 11:59 PM, Blogger mixtu said...

Una palabra para todos mis amigos que tienen comentado en mi blog, muchas gracias (dos palabras, yaya) la poesía es como mi cajado, es necesaria para se vivir, e vosotros sois poetas e a mi me gusta los poetas (más las poetisas rubias, yaya)
A mi me agradaría escribir poesía pero no soy capaz, la poca que escribo es muy sensual e este espacio es espacio familiar… muy aromático, soñador, e con mucho agua, yaya
Estaba tentado a transcribir unas cuadras muy sensuales que hablan de las sensaciones de una mujer cuando toma baño, no momento de se enxugar con la toalha, pero, pienso que non debo estragar esta tertulia, Yayayaya,
que pena, porque es un poema muy bonito, habla de amor, suspiros, orgasmo, que pena este blog ser familiar,
Besitos, mi carmencita que está en lo baño me está llamando...
yayayayaya

 
At 12:09 AM, Blogger alfazema said...

E o centésimo comentário vai ser meu.Desejo-te uma noite calma, um soninho descansado e um despertar saboroso.
Beijinhos

 
At 12:17 AM, Blogger Rosmaninho said...

Não sei o que hei-de dizer
Ao Mixtu e à sua paixão
Sem ela não pode viver…
Será Amor ou Ilusão?


Diz ele que queria escrever
Versos muito sensuais
Carmencita a meu ver
Toma banho aos ais...

Nem no banho a deixa só
E dele quer falar
Pobre Mixtu, tenho dó!
Ainda se vai afogar…

Mixtu, caro amigo
O melhor quero desejar
Tem cuidado contigo
Neste sábado a chegar.

 
At 12:37 AM, Blogger Rosmaninho said...

This comment has been removed by a blog administrator.

 
At 12:39 AM, Blogger Rosmaninho said...

Ai Mixtu!

"e talvez porque a toalha fosse nova"

Moral da história:
As toalhas devem ser sempre lavadas antes de serem usadas.:):):)

~*Um beijo*~

 
At 12:41 AM, Blogger mixtu said...

Rosmaninho e amigas ,
Um poema em jeito de diálogo onde eu escrevi uns versos e mi "carmencita" escreveu outros...
E sim, ela toma banho sempre aos "ais",
depois podem continuar com Aleixo, não desejo "ais", senão de mi carmencita,yayayayaya
os versos escritos pela poetisa são poesia, os meus uma brincadeira... como a vida...)

"ò toalha que não me secava"

- Lembro-me de estar contigo na banheira,
Era a nossa vez primeira, eu a pensar como te cativar!
- Lavar-te as costas,
E eu gemia, como quem temia, que mais não descesses!
- Enxugar-te com a toalha, dar-te dois beijinhos nos peitos,
Redondos, frutos maduros, mamilos erectos...sentidos despertos.
- enxugar-te as pernas, o entre pernas,
Que mais molhado ficava... ó toalha que não me secava!
- e talvez porque a toalha fosse nova,
um bocadinho áspera, sentiste prazer
De lábios entreabertos, pensei como seria, lá...a tua mão ter.
- e pediste para passar a toalha vezes sem conta,
E tu passaste, a toalha não largaste... que persistência tonta!
- até que atingiste um orgasmo e disseste,
-"Leva-me para a cama, faz-me tua,
Vestida de ti, de roupa e de tristezas nua...
- mas sê carinhoso, os homens que tive foram sempre brutos,
E adormeciam ...passado poucos minutos...
- penetra-me com carinho,
Sente-me no ondular, deste ventre ardente, em mim todo... apertadinho.
- não me magoes",
Faz-me gemer e pedir mais, solta-me todos os meus ais...
- depois, sou sincero, não me recordo o que fizemos
Levei-te ao auge e tu a mim...não finjas desmemoria, não sejas assim!
- mas eu tenho uma certeza, fui carinhoso
Foste forte, ousado, prazer desenfreado, orgasmo multiplicado
Ainda hoje estás tatuado, com o meu beijo e o meu desejo...

p.s. Magia, a rosmaninho consegue comentar este poema antes de ser publicado, yayaya, é que tinha um erro e daí...

 
At 12:48 AM, Blogger Luthien said...

Jajajaja

Ohhh mixtuuuuuuuuu

discúlpame por tenerte tan abandonado, pero mmmmm he andado ocupada, bastante, ya sabes esto del trabajo

105 COMENTARIOS no te pases jajajaja

Ahhh y también buen fin de ... XD

Besos y abrazos

 
At 1:05 AM, Blogger alfazema said...

Minha querida palavras

Gostei muito das quadras e agradeço as que me dedicas.Sinto-me lisonjeada com a tua simpatia e o teu carinho.
Beijinhos e continua a gozar a vida escrevendo e lendo poesia. Gostei muito do poema e sobretudo do menino no baloiço. Eu tinha um lá na aldeia e muito perto do poço.
Beijinhos muitos. Bem-hajas por me teres feito recuar à infância.

 
At 2:07 AM, Blogger MalucaResponsavel said...

Lindo, lindo, lindo...

 
At 2:11 AM, Blogger lazuli said...

"São finalmente as palavras
e mais do que as palavras, o sabor
que clama por ti.
É assim que te amo na noite
do dia nascido,
do desejo sofrido,
da espada afiada,
da língua na língua,
da pele, dos poros,
dos cheiros, do silêncio,
da pessoa amada.

Entre tu e eu
sem as palavras na noite.
Entre tu e eu
nasce o fulgor.
Na noite já dia.
Entre tu e eu, no dia sagrado
do nascimento do amor.”

Para ti e tu Carmencita, já que ainda não vos ofereci nada.

Beijos, Mixtu

 
At 6:55 AM, Anonymous Safira said...

O dia nascia
Eu não paravaN de te amar
Do teu corpo possuir
Dos teus beijos desejar
Ainda mais me entreguei
E tu mais me desejaste
Com força me penetraste
Língua com língua nos amámos
As tuas mãos rodopiavam
No meu corpo feito teu
E assim me possuíste
Eu só tua e tu só meu
Num amor incandescente
Que me fez entontecer
E ainda te pedir mais
Do que estávamos a fazer
Já o sol iluminava
Eu ainda mais desejava
Essa enxada que esgaçava
Este campo que agora é teu
E assim continuaste
A penetrar o meu ser
Que tanto te desejava
E inundavas de prazer
E ainda havia as palavras
que aos ouvidos meus segredavas
amor, amo-te tanto
Desejo-te, quero-te muito
Quero dar-te prazer
E fazer-te estremecer
Neste dia agora nascido
De um amor muito sentido
Da noite que foi só nossa
Esfregaste com tuas mãos
As coxas, as nádegas
Os seios entumescidos
Que essas mãos agarravam
Com calor e com desejo
E assim me beijaste
Os mamilos desejosos
Dessa língua que os sabiam
Encrespados de paixão
E assim continuámos
Até que num prazer só nosso
Eu me entreguei
Tu te entregaste
E com paixão consumámos
O que tanto desejámos
Amor, amo-te tanto

 
At 7:13 AM, Anonymous Corazón... said...

Hola Mixtu :)

Siempre es un gusto leerte, por qué nos regalas momentos de reflexión y poesía :)

Un abrazo mexicano.

;o)

 
At 7:31 AM, Blogger Leodegundia said...

Así sucede con frecuencia que hay quien se aprovecha de las personas que no saben leer o de las que simplemente no saben interpretar lo que leen.
Un abrazo y buen fin de semana.

 
At 9:26 AM, Anonymous mar said...

Está o máximo :)))))
Bom fim de semana
Beijos

 
At 9:47 AM, Blogger Rosmaninho said...

Mixtu... é-me difícil entender…
Tertúlia não quer estragar...
Eram 12:35 estava eu a ler
O que se veio a apagar

“ó Toalha que não me secava”
Como poderia secar?
Era a primeira vez e…
Esqueceram-se de a lavar


Há muito tempo que não lia
Um poema atoalhado
Diz o Mixtu “Magia”
Comenta antes de ser publicado

É que de novo publicou
O que fala estar errado
Depois diz que comentou
O que não foi publicado

Meus senhores aqui deixo
A verdade pura e crua
Quer poemas de Aleixo
Depois fala da Carmencita sua.

Eu nunca fiz magia
Gostaria de ser capaz…
Levava Sempre Alegria
Aos lugares que não têm Paz.

 
At 11:32 AM, Blogger alfazema said...

Querido Amigo

...e porque enveredámos por António Fernandes Aleixo, deixo aqui um pouco mais. Nasceu em Vila Real de Santo António a 18 de Fevereiro de 1899 e faleceu em Loulé, a 16 de Novembro de 1949,quatro meses após o seu regresso de Coimbra, muito doente.
Quis morrer junto dos seus.

" ...pobre sacudido pelos baldões da desgraça e afligido por graves doenças da família, António Aleixo comunica uma admirável lição de optimismo histórico-social e até uma espécie de optimismo cósmico que a seus olhos percorre e transcende a inevitável tragédia que é a vida individual, sobretudo a vida dos explorados....
quando internado no sanatório dos Covões, em Coimbra, viu pela 1ª vez teatro( e já então produzira o Auto do Curandeiro).
Dr. Óscar Lopes 1977

...quando faço palestras começo sempre por uma frase bombástica: o António Aleixo é um homem do 25 de Abril...é porque ele começou a vender o seu livro em 25 de Abril de 1943. O livro então publicado serviu-lhe de passaporte para a entrada no sanatório...
...uma vez, no café aliança em Faro, a propósito do Presidente do Conselho:
O Salazar é capaz
De nos fazer mil promessas
Mas faz tudo às avessas
Das promessas que nos faz

O irmão de Tossan seu grande amigo de Coimbra, diz-nos uma das suas últimas quadras:

Quando em mim penso com calma
e me compreendo melhor
bem merecia que a minha alma
tivesse um corpo maior

Dr. Joaquim Magalhães

Deixou-nos três autos à maneira vicentina.
Morreu numa quarta-feira de Novembro soalheiro- tão soalheiro e luminoso como ele sempre fora apesar da miséria e da doença.
Desculpa Mixtu por ocupar tanto este teu espaço . Sabes , é que me sinto bem aqui!
Beijinhos

 
At 11:59 AM, Blogger Rosmaninho said...

E continuando... António Aleixo

Dizem que pareço um ladrão
Mas há muitos que eu conheço
Que não parecendo que são
São aquilo que eu pareço.

Vós que lá do vosso império
Prometeis um mundo novo
Calai-vos que pode o povo
Querer um mundo novo a sério.

 
At 12:23 PM, Blogger Luisa said...

Não entro na discussão porque não a segui de princípio. Vim aqui apenas para te agradecer a visita ao meu blog e o teu comentário sobre Timor

 
At 1:20 PM, Blogger Camilinha said...

Vou roubar essa imagem... tá parecendo um pouco comigo...hehe

 
At 1:37 PM, Blogger francis said...

O que é necessário é nunca perder a cabeça! :-)
Carambita, o teu blogue é uma autêntica rave de comentários!!!
:-)
Abraço e bom dia de Camões!

 
At 2:21 PM, Blogger HP said...

Mixtu,
Que imagem!!! Tocante demais!

 
At 2:26 PM, Anonymous Anonymous said...

Your website has a useful information for beginners like me.
»

 
At 2:57 PM, Blogger Santa said...

Perfeito seu post!

Noutro dia li um artigo "Haverá esperança?" do Desidério Murcho, onde diz que um intelectual, um professor, um autor, deve escrever para um público e deve escrever para ser entendido pelo seu público. Há uma exigência ética não apenas de seriedade académica e científica, mas também de acessibilidade.

Bjs

 
At 4:38 PM, Blogger wind said...

Bem mas que "poemar" que para aqui vai. gargalhadas:))))))

 
At 5:24 PM, Anonymous paloma said...

X
jAja
besitosssss

 
At 7:58 PM, Anonymous Anonymous said...

...your blog is excellent.beautiful comments . your website has an important information for me.
Congratulations my good friend.
I love you mixtu

 
At 8:03 PM, Blogger gota de tinta said...

hola mixtu, el escrito e dejo como el tipo de la foto.....con la cabeza llena de concreto....me dejo para pensar mucho, mucho.

un besote, hasta pronto amigo!!!

 
At 8:40 PM, Blogger OZNES said...

hey man great place...
me encanta tu blog...
te invito al mío, me gustaría tu opinión de mi homenaje a Stalisnaw Lem

 
At 10:27 PM, Blogger mixtu said...

Quedei a saber que a Lenita é irmã da Lagoa, entonces… Lagoa Maltez, yayaya
A Lenita é uma pessoa excelente e vai daí conquista corações, vejo que também da aromática Alfazema,
Lazúli, pelo nome deve ser italiana, julgo que é a única, yayaya
Em breve serás convidada para a boda, obrigado pelo poema lindíssimo, depois envias outro e algo que possa dar para a entrada do apartamento, yaya
Safira, não sei se houve inspiração na toalha, yayaya, lindo, e levaste o acto até ao fim, já não posso dizer de outras pessoas, yayaya
Rosmaninho, a toalha foi comprada em Vila Real de Santo António e realmente foi logo usada, yaya
Tu és a magia, em pessoa, não necessitas de Magos Merlin, yaya
A stora Alfazema… adoro o doutor que acompanhava Aleixo,
Fui para os copos,

 
At 10:43 PM, Blogger Lord of Erewhon said...

Se tu - ou alguém - souber algo mais do estado de saúde de Freyja, digam-me, por favor.

 
At 10:48 PM, Blogger Lagoa_Azul said...

Vê lá meu doce Mixtu,

Tras os copos aqui para o jardim, porque a noite está serena e a lua magnifica,

Fazemos a arvore genialogica que levou-me a descobrir recentemente que sou maninha da Lena, yayayayayya

Estão todos convidados porque desta vez é o Mixtu que lava a loiça, porque a Carmenzita já fez-me o reparo de que ele não lava os copos que suja , deixa-os no granito da bancada, yayayyaya

A sorte é que na rifa do cabaz da páscoa saiu-lhe uma maquina de lavar loiça, yayayayayayayya,

E pronto tudo a postos para dar inicio a mais uma tertulia, lololo, cheguem-se á frente por favor, para poder encher os copos, yayayayay

Beijinhos com carinho...

 
At 10:57 PM, Blogger mixtu said...

Lagoa,
Os copos é para homens e mulheres que não conduzam e usted vai fazer uma viagem… yaya
Os maltezes estão por todo o lado principalmente na ilha de Malta, sobre os copos… yayaya, quer dizer… não se lava a toalha e agora os copos, e a bancada é “espinha de peixe”, muito bonita e dispendiosa, yaya
E bem que preciso de uma máquina de lavar pois algo me diz que os catraios estragaram a de casa, está cheia de água, sapo danados para mexer… não sei a quem saem,
O que tens aí que se beba, parece que a coca cola faz mal aos ossos e água da Estrela faz cair o gajo lá da torre até à Aldeia da Serra, mas agora estou aqui a pensar, como é que ele não parou no Sabugueiro, é que do Sabugueiro até à tasca que dá na TV é a subir, mas isso agora…
Besitos

 
At 11:17 PM, Blogger Lagoa_Azul said...

Mixtu,

A minha viagem é sem regresso, e quando a fizer desejo que seja ao colo, yayayayay, até lá gosto de acelerar, mas sempre com tudo em dia, yayayayayya

Mas isso dos catraios meterem água, vá-se lá saber a quem saem, lolololol, mas nem seja por isso, vamos fazer aqui uma recolha, e oferecer-te uma, agora lembrei-me, amanhã é dia de novo peditório, nunca mais é Agosto, lolololo

Olha para beber pessoalmente pode sair um tinto “padre pêro”, mas tenho ali um “casal Garcia” fresquinho , sabes que isto de ser intelectual dá em ser esquisita nos bebes e não me contentar com qualquer coisa, mas os copos já podem ser de plástico e a toalha de papel, yayayayyaay…

Beijinhos…e ao menos traz umas nozes para acompanhamento

 
At 11:21 PM, Blogger Quimicasexologa said...

Hola chiquillo te vine a ver un poquito.
Te mando mis saludos.
Nos vemos

 
At 11:31 PM, Blogger mixtu said...

Lagoa Maltez
Não há viagens sem regresso e te garanto que Lisboa é bonita quando sobrevoada de avião na hora da chegada, e nada de acelerar…
A tua querida e adorada terra anda sempre em peditório, será que já não é bastante o recolhido para mudar as telhas partidas da igreja matriz (em Vila Real de Sto António está lá sempre uma barraquinha com rifas, dizem as senhoras que é para a Igreja… ummm, é de desconfiar, yaya)
Um tinto com esse nome deixa-me curioso, embora os padres são danados para a pinga, mas deve cair mal como se levássemos um pêro, yayaya
Nada melhor para o tinto que um copo ou taça de barro, tem é que estar bem cozida e experimentada e não fazer como um pastor que bebeu por uma acabada de fazer, yayaya, era só borbulhar e a fazer “shhhh”, há cada pastor… com tinto pode ser um naco de broa e presunto, chouriça assada ou um queijinho como o da quinta do Pintor em Évora, se fosse de dia uma sardinha gorda da Póvoa, mas que não te falte as nozes… yaya

A quimicasexologa, topou logo que andava por aqui amor, perdão, copos no ar, yayayayayya
besitos

 
At 11:51 PM, Blogger Lagoa_Azul said...

Mixtu,

O preço da excelência é assim, sempre em peditório e em festas, mas festas daquelas á seria, yayayaayay

Olha que tal e para não sujar a loiça, porque depois vamos estar cansados desta tertúlia, beber por um “cocho”, vou ali surripiar o da minha tia, onde bebe-se água, mas como já está experimentado serve para vinho também, yayayayay, e assim não irá fazer esses sons que aos ouvidos dos mais incautos, vá-se lá saber porque, ainda irão associar a outros, yayayayayay,

Agora abriste o meu apetite, já estou a salivar, vou ali buscar uma forjoca, acabadinha de arrefecer e vamos com um pão caseiro, molhar no molho, é uma delicia, lolololol,

Depois vou á caminhada porque depois de tantas calorias ingeridas, nem me ocorre assim nada para as queimar, yayayayayayayayay,

Besitos com cariño , e apanha lá os copos , yayayyayayaay

 
At 11:54 PM, Blogger incondicional said...

Mi querido e "incondicional" amigo, no te pongas triste, volveré, la ausencia será más prolongada por eso no te pedí que regaras mis plantas ;-)

Sé que a mi regreso tú estarás aquí, junto a otros querid@s amig@s, te doy las gracias por ello.

Pasaré a despedirme.

Feliz fin de semana. Abrazos.

 
At 11:59 PM, Blogger mixtu said...

Lagoa, termos que desconheço, tu e a Alfazema, é só termos regionalistas, “cocho” e “forjoca”, para os incautos poderão confundir com outras cosas…
Convido-te e a quem mais vier para se sentarem aqui debaixo de uma mimosa, bancos não tenho, é de sentar em enxadas num jogo de equilíbrio que já tenho saudade, convido o meu pai, homem danado para a brincadeira e produtor de bom vinho, o branco chega a atingir os 17º numa vinha soalheira junto ao rio, e não é necessário caminhares, a seguir vamos a uma descamisada, à procura do milho rei, quem o achar tem direito a um pedido, em pastor tímido ficarei, se me sair a espiga vermelha, por um beijo na mão…
besitos

 
At 12:03 AM, Blogger mixtu said...

Incondicional, quedo mas descansado, e pasaré para regar tus plantas, a verdad es que mi corazón estaba llorando por non tener tus motivos de partida, amiga,
Besitos

 
At 12:05 AM, Blogger Lagoa_Azul said...

Mixtu,

Convite aceite, já fiz o quecimento ás mãos, e sob o luar magnifico que se faz ver lá fora, se me calha em mãos o minho rei, yayayayaya, nem te conto nem te digo,

Vou namorar os cometas, yayayayya

Jinhos teclados com carinho e noite serena , meu doce amigo...

Parti-me, até já ali sentados na eira,

 
At 12:09 AM, Blogger alfazema said...

...olá gente!

Todos em amena cavaqueira e de copo na mão!Pois bem também vou beber e trago um Anta da Serra do Redondo, terra do meus amigos Vitorino e Janita salomé. Passo com frequência por lá, visito o amigo Martelo, artesanato de barro, do mais bonito, quanto a mim, que lá encontram e trago bom vinho. O Anta da Serra, tinto, bebido em copo de barro, com queijinho curado de ovelhinha da região é de comer e chorar por mais. Não me fales de Évora, por favor, Pousada dos Lóios, há trinta anos, não te digo nem te conto. Mas quem é que vai partir? Eu não gosto de partidas de espécie nenhuma. ausências nem pensar e das outras, só no Carnaval, compreendeste mixtuzito?
Mas, minha querida Lagoa, não podes deixar-nos e muito menos falar em viagens sem regresso. Ao colo o mixtuzito pode levar-te, é homem para isso mas com os copos cuida-te que ele te deixa cair.
Quanto a mim, meu pastor, com copito, dizem que alegro multidões e conquisto corações, femininos e masculinos, mas não crie confusões. Vamos colocar os pontos nos ii que é como quem diz, pôr, segundo manda o prof.pastor.
Quanto ao Dr. de que fala, metade do Algarve e ainda a metade da outra metade foi aluno deste homem de grande coração.
Beijinhos para todos os copanheiros desta mesa . Um copo à saude da Lena, da Lagoa, da Dreams, da Rosmaninho, da Lazuli e claro do pastor que é o centro de tudo isto.
Besitos muchos

 
At 12:09 AM, Blogger mixtu said...

Este post de incondicinal, que não é o último (ainda bem), é muito bonito

ANGEL
Un día un ángel se arrodilla a los pies de Dios y hablo:
"Señor, visité toda tu creación. Estuve en todos los lugares.
Vi. que eres parte de todas las cosas.
Y por eso vengo hasta Ti Señor para tratar de entender.
Por que cada una de las personas sobre la tierra tiene apenas un ala?
Los Ángeles tenemos dos.
Podemos ir hasta el Amor que el Señor representa siempre que lo deseamos.
Podemos volar hacia la libertad siempre que queramos.
Pero los humanos con su única ala no pueden volar.
Dios respondió:
"Sí, ya sé eso".
"Sé que hice a los humanos solamente con un ala..."
Intrigado el ángel quería entender y pregunto:
"Pero, por que el Señor dio a los hombres solamente un ala cuando son necesarias
dos alas para que puedan volar?"
Sin prisa,
Dios respondió:
Ellos si pueden volar, mi ángel.
Di a los humanos una sola ala para que ellos pudiesen volar mas y mejor que nuestros Arcángeles...
Para volar, mi pequeño amigo, tú precisas de tus dos alas...
Y aunque libre, tú estas solo...
Mas los humanos...
Los humanos con su única ala precisaran siempre dar las manos a alguien a fin de
tener sus dos alas.
Cada uno ha de tener un par de alas...
Cada uno ha de buscar su segunda ala en alguien, "en algún lugar del mundo"...
para que se complete su par.
Así todos aprenderán a respetarse y a no quebrar la única ala de la otra persona
porque pueden estar acabando con su oportunidad de volar.
Así mi ángel, ellos aprenderán a amar verdaderamente a la otra persona...
Aprenderán que solamente permitiéndose amar, ellos podrán volar.
Tocando el corazón de otra persona, ellos podrán encontrar el ala que les falta
y podrán finalmente volar.
"Solamente a través del amor podrán llegar hasta donde estoy...
Así como lo haces tú, mi ángel.
"Ellos nunca, nunca estarán solos al volar."
Que tú, mi amado lector...
Encuentres tu otra ala, la encuentres muy pronto, y si la has hallado... que se
alcen las dos en magnifico vuelo.
DESCANSA TRANQUILO
UN ÁNGEL VELA POR TÍ

 
At 12:20 AM, Blogger mixtu said...

Alfazema,
Copo na mão, ainda não porque eu não disse onde quedava a mimosa… yaya
Ummm… vinho alentejano, adoro, tinto… e esse queijinho é uma delicia
A lagoa não parte é só para me ver a llorar, já a incondicional (que também comenta nos vossos blogs, deixou-me preocupadito, temos que ir regar as plantas…)
Yayayay, por acaso não sou de confiança para levar ninguém ao colo, yayaya, gasta-se muitas energias, dizem que é romântico… só se for para a menina… yaya
Conquistas corações com os copos, de homens e mulheres, bem… nada tenho contra essas modernices, yaya
Besitos, por falar em levar ao colo,
-Carmencita, podes comigo, (?)
yayayayayayaya

 
At 12:28 AM, Blogger alfazema said...

cocho no Algarve diz-se cocharro, utensílio de cortiça para beber água, semelhante a uma concha grande com uma e´spécie de asa para o segurar enquanto se bebe. Forjoca??? O que é esta coisa? que formato tem? Forjicar, conheço, é fabricar, criar, inventar. Lagoa por favor esclarece-nos depressa. É urgente.
17º graus? Essa pomada é fogo. O último que bebi, tinha 13 e até fiz discurso e tudo.
Desfolhadas é comigo e se me sair milho rei não te safas pastor tímido, levas beijo na boca. Ficas mais vermelho que a maçaroca. No cabo da enxada nunca me sentarei.Gosto de me sentar em coisa que tenha braços como por exemplo uma cadeira.
Besitos especiais para a incondicional. Ficas no meu corazon amiga.

 
At 12:38 AM, Blogger lazuli said...

Mixtu, estou para aqui há meia hora e ainda não abri a boca. Só ler..ler..pois estes comentários são duma riqueza tal que uma pessoa se perde por aqui..deliciadamente. E é muita a diversidade das conversas em volta duma pessoa chamada "mixtu", que nunca vi..palavra...tanto jeito para fazer amigos como tu. Até rima mas juro, Mixtu..que não fiz de proposito..e mesmo que não iurasse..que minha alma se perde neste simpatico labirinto de palavras, neste vaivem que nos encanta e nos distrai..e nos enriquece:)

Para ti um muito obrigada e os habituais beijos repenicados, e para os outros, o mesmo também e quiçá..uns abraços para quem for de abraços.

 
At 12:57 AM, Blogger mixtu said...

yayayayaya
Alfazema, gosta de se sentar em coisas que tenha braços, yayaya
oh... amiga levada para a brincadeira, yayaya

Lazuli, não mantenha muito tempo a boca fechada, pode aparecer uma forjoca, seja lá o que for isso...
yayayaayya
quem for da Europa... caminha,

 
At 1:00 AM, Blogger lena said...

mas meus meninos mais lindos, isto é meu querido Mixtu, minha aromática Alfazema, tão doce, minha querida maninha, tão bela, eu declaro que entro nessa, mas vinho?

que faço se não bebo?

só água para mim?

isto anda mau, vou ter que me contentar com palavras, com yayayayayayayayaya e a sorte ainda vai estar do meu lado, já vejo o milho rei na minha mão, até canto um "cadinho", claro que têm que colocar tampões nos ouvidos:

Milho verde, milho verde
Milho verde maçaroca
À sombra do milho verde
Namorei uma cachopa

Milho verde, milho verde
Milho verde miudinho
À sombra do milho verde
Namorei um rapazinho

Milho verde, milho verde
Milho verde folha larga
À sombra do milho verde
Namorei uma casada

Mondadeiras do meu milho
Mondai o meu milho bem
Não olhais para o caminho
Que a merenda já lá vem

José Afonso

nessa altura eu troco o milho verde pelo milho rei, com ele já na minha mão até grito e sem vinho


beijitos e é tão tarde que já devia estar a dormir, mas não tenho tido net, ou melhor anda meia avariada

bons sonhos e eu não desafinei

lena

 
At 1:13 AM, Blogger alfazema said...

Lena
Parece que esta malta já se foi. Aguentam pouco e o vinho tinha cá uma graduação. Vinho do pai mixtu. Já sabes por que razão o filho é assim. Mas podes brindar com vinho ainda que o não bebas porque tem um cheiro frutado bastante agradável aos sentidos.Flamejante mesmo.
Este poema do nosso saudoso Zeca é lindo. Namorar uma cachopa, mixtu, pode, o rapazinho há-de encontrar moçoila mas casada não pode ser. Já dizia o Aleixo, homem que isto faça merece ter outro no lugar dele. Mixtu, cuidado, Carmencita manda-te às favas, não sei como se diz hablando a língua dela.
Olha que milho rei na mão é fogo amiga Lena. Tem cuidado. Mas a noite está aí, com lua cheia, vamos gozá-la até ser dia.
Leva lá beijinhos embrulhados nas tuas gritadas ainda que sem vinho.
Alegria, prazer, vida, saúde...da boa.
Beijinhos para ti e para o nosso pastor

 
At 1:14 AM, Blogger alfazema said...

queria dizer: " gritadas palavras"

 
At 4:44 AM, Blogger ♦♦♦sol♦de♦soles♦♦♦ said...

MIXTU: ! Qué alegria me regalaste este Sábado con tu saludo ! ...Nada más el REY de REYES de los blogueros, FELICIDADES, es impresionante el número de visitantes de cada uno de tus post... eres éxito absoluto... GRACIAS...

 
At 5:23 AM, Blogger La Revolución de las Costillas said...

Qué lindo es pasar por aquí. Ver este blog lleno de post y recibir igualmente tu respuesta. No sé cómo lo haces, pero te das el tiempo. Eso se valora y se agradece.

Cariños,
Karolina

 
At 6:42 AM, Blogger La Hija de Zeus said...

Leer nos da acceso a un universo de posibilidades..

un beso grande

 
At 12:44 PM, Blogger lena said...

This comment has been removed by a blog administrator.

 
At 12:45 PM, Blogger alma said...

Por eso prefiero dejarme llevar por los ojos del corazón, antes que por los de la mente.

 
At 2:26 PM, Anonymous Paty said...

Infelizmente a isso chamo o produto da estupidez generalizada da sociedade em que vivemos hoje em dia. Já não bastava discriminar pessoas pela cor, orientação sexual, cultura, etc. Passa-se agora para os que não fazem parte da elite intelectual...
Realmente não sei onde vamos parar!
Beijos Mixtu e obrigado pela tua visita :)

 
At 3:19 PM, Anonymous Seda said...

Oi Mixtu...querido ...passei pra deixar muitos jinhos pra ti...afinal amanha comemoramos o dia dos namorados aqui no Brasil ...jinhos muitos jinhos da SEDA

 
At 4:37 PM, Anonymous fa said...

Os pseudo intelectuais têm muita mania e quando vão para o temos a educação estragada.
Beijos

 
At 4:38 PM, Anonymous fa said...

para o governo

 
At 5:26 PM, Anonymous Trini said...

Triste es no saber leer.
Al igual que, para confundir, se empleen palabras que la gente no conoce, cuando se puede decir lo mismo e incluso más, con palabras sencillas.
Me ha gustado mucho este texto.

Un abrazo

 
At 5:57 PM, Blogger Santa said...

Mixtu,

Instigante esse post. Me faz voltar. Vou roubá-lo (rsss).

Bjs

 
At 5:58 PM, Blogger inBluesY said...

um beijo sincero

 
At 6:05 PM, Blogger sensual said...

Este texto é muito profundo, dá que pensar... tal como as conversas entretanto mantidas por quem passa por este cantinho.
Beijos.
LA

 
At 6:40 PM, Blogger reflejos said...

También los no intelectuales pueden aportar la sabiduría de la vida, de la experiencia.

Besos

 
At 8:18 PM, Anonymous natalia (cenicienta) said...

Sin duda esto te hace pensar... gracias besos

 
At 8:33 PM, Blogger Leonoretta said...

ola mixtu. vi que ja voltaste no blog da isa xana. queres ler a minha historia de pancho cacos?

podes rir á vontade...

abraço da leonoreta

 
At 9:14 PM, Blogger aprendiz de viajante said...

Mixtu

Tenho navegado muito pouco, ao entrar aqui senti o quanto tenho perdido. O teu blog está lindo, carregado de mensagens pertinentes, opiniões, poesia... magia escondida!

Desculpa a minha ausência.

Um bjo e boa semana!

 
At 9:16 PM, Blogger polittikus said...

Gostei da foto. è um verdadeiro simbolo. Sem cabeça...

 
At 10:12 PM, Blogger M&A said...

Portugal Portugal
Portugal 1 Angola 0
Valeu o resultado.
lollllllllllllll para todos

 
At 10:13 PM, Blogger M&A said...

E o que é intelectuais?
lollllllllllllllllllll

 
At 10:41 PM, Blogger Poemas e Cotidiano said...

Oi Mixtu,
Adoro vir ao seu blog, e ficar lendo os comentarios e as vezes os seus entrelacados. Seu blog tem uma "quimica", e uma aura muito boa.
Espero que tenha uma linda semana, voce e sua Carmencita. Voce diz que ela me conhece? Ela tem blog? Ou voce a esta escondendo como uma pedra preciosa?
Beijos querido, e uma linda semana.
Mary

 
At 11:49 PM, Blogger lazuli said...

Não posso "vir á net" sem vir ao cantinho do nosso pastor..
Um beso para ti, Mixtu

 
At 11:56 PM, Blogger estoycomountren said...

Un post lleno de intenciones y a la vez de ternura.

Te felicito. Abrazos.

 
At 12:12 AM, Blogger Mourinho said...

como mal sei escrever, digo apenas
Mixtu você é um homem de sorte.

 
At 1:48 AM, Blogger mixtu said...

Lenita, com que então tu não bebes, nem sabes o que perdes, com um copito a mais somos os reis da cocada preta, yayaya
Bem, conselho de amigo, continua na poesia, coloquei tampões no ouvido, yayaya, a verdade é que a tua voz rouca e sensual é para outro tipo de música, mais romântica yayaya
Milho verde… se está verde não há milho rei para ninguém, yayaya
Alfazema, o pessoal aguenta pouco o vinho, só querem colas e chickets, yayaya,
Soldesoles, yo el rey de los blogueros, yaya, não fazes a cosa por menos, yaya
Mary, yayayaya, mi carmencito não tem blog, a verdade é que ela é uma pessoa perfeitamente normal, yayaya, e é difícil esconder uma menina tan linda, yayaya, estás sempre deitadita quando é que trabalhas, yayaya
Lazuli, yayaya, espero que venhas muitas vezes à net,

Vou que a tasca fecha às duas,

 
At 1:52 AM, Blogger poca said...

beijinho e boa semana

(e sim... achoq ue apesar de familiar este blog poderia ser agraciado com um poema teu..ainda que falasse de... amor...)

beijo

 
At 3:28 AM, Blogger EL HIPPIE VIEJO said...

MIXTU

FELICITACIONES PÒR EL TRIUNFO DE PORTUGAL .
BUENA SEMANA

ADAL

SHALOM

 
At 6:54 AM, Blogger ♦♦♦sol♦de♦soles♦♦♦ said...

MIXTU : GRACIAS por tus felicitaciones a MÉXICO... FELICIDADES a PORTUGAL... que sigan triunfando nuestros paises en la copa del mundo...saludos y nos seguimos leyendo...

 
At 6:58 AM, Blogger alfazema said...

...passar por este blog é quase obrigatório, para mim.
Saudades de ler as tuas palavras fazem-me sempre dar por aqui esta voltinha, ler os muitos comentários bonitos que aqui te deixam as amigas e dizer-te que continuo a gostar muito de ti, meu doce amigo.
Beijinhos

 
At 10:19 AM, Blogger meiga said...

simplemente precioso.....
mil besitos

 
At 11:31 AM, Blogger Joana said...

é bem verdade o que escreveste... ao que chegamos=/
e vê lá se não ficas sem net outra vez... sim... porque eu gosto de ler isto...=P

 
At 12:06 PM, Blogger Ana P. said...

Vim deixar beijinhos e dizer que voltei

 
At 12:55 PM, Blogger Poemas e Cotidiano said...

Oi Mixtu,
Hoje eh "DIA DOS NAMORADOS" no Brasil.
Estou mandando este link do meu amigo Ze Carlos (lindo de morrer!) para voce mandar para a sua Carmencita. Eh declamado. E em espanhol. E maravilhosoooooo!

http://paginas.terra.com.br/relacionamento/entrada.htm/euteamo.htm

Romanticooooooo e lindoooooo!
Um beijo querido, e beijo na sua Carmencita.
MARY

 
At 2:52 PM, Blogger Cakau said...

O intelectualismo nem sempre é sinónimo de inteligência.
Há por aí muitos alfebatizados ignorantes...

Beijitos *

 
At 5:07 PM, Blogger ....!!.... said...

ai os intelectuais!(suspiro)

 
At 6:22 PM, Blogger alfazema said...

... o importante , depois de tudo quanto aqui foi dito, é que compreendamos que intelectuais e não intelectuais devem dar as mãos porque uns sem os outros não sobreviverão neste mundo. Não deixemos que entre uns e outros se criem espaços vazios de profunda dimensão. Os abismos são fatais.
Beijos ou besitos

 
At 7:00 PM, Blogger dreams said...

um besito ;)
dos nossos cariño :)

 
At 8:51 PM, Blogger Gloria said...

Bella mixtura este blog, un gran paseo por la vida,

Un abrazo,

 

<< Home

António Vega-Lucha de gigantes

_______________________________________________25.000 visitantes (Anterior counter),
ecoestadistica.com