Monday, April 16, 2007

Festas felizes com poesia...

O Senhor dos Caminhos fez mais um milagre, o desejo mais bonito do post do dia 22 de Dezembro foi concedido à Sara MM, que agora tem que agradecer... uma caminhada de S. Domingos de Rana até à minha aldeia :), Parabéns Mamã SaraMM
.

Tengo Tanto Sentimiento...
(Fernando Pessoa)
.
Tengo tanto sentimiento
que es frecuente persuadirme
de que soy sentimental,
mas reconozco, al medirme,
que todo esto es pensamiento
que yo no sentí al final.
Tenemos, quienes vivimos,
una vida que es vivida
y otra vida que es pensada,
y la única en que existimos
es la que está dividida
entre la cierta y la errada.
Mas a cuál de verdadera
o errada el nombre conviene
nadie lo sabrá explicar;
y vivimos de manera
que la vida que uno tiene
es la que él se ha de pensar.
.
.
O Poema
(Sophia de Mello Breyner Andresen)
.
O poema me levará no tempo
Quando eu já não for eu
E passarei sozinha
Entre as mãos de quem lê
O poema alguém o dirá
Às searas
Sua passagem se confundirá
Como rumor do mar com o passar do vento
O poema habitará
O espaço mais concreto e mais atento
No ar claro nas tardes transparentes
Suas sílabas redondas
(Ó antigas ó longas
Eternas tardes lisas)
Mesmo que eu morra o poema encontrará
Uma praia onde quebrar as suas ondas
E entre quatro paredes densas
De funda e devorada solidão
Alguém seu próprio ser confundirá
Com o poema no tempo
.
Muchas Gracias à nova colaboradora deste blog, incondicional ,
.
Post patrocinado pelo Principado de Asturias,

334 Comments:

At 12:36 AM, Blogger mixtu said...

Espero que os vossos padrinhos nesta Páscoa se lembrem de vós, eu deixo-vos poesia e vou falar das tradições do meu pueblo,

Na minha aldeia, e nas aldeias vizinhas, existe a tradição da visita pascal, o Sr. Padre mais uns ajudantes vão de casa em casa dar de “beijar o Senhor na cruz”,

Eu, na qualidade de sacristão acompanho sempre o sacerdote, cabe-me a mim, entre outras tarefas arrecadar os envelopes com o soldo diário de cada adulto, pois sou o tesoureiro da “Fábrica da Igreja”,

A comitiva pascal para além de mim (levo a cruz com o Senhor dos Caminhos), é constituída por um miúdo que é “afilhado” do Sr. Abade (portador do sino para dar o sinal que a comitiva está a chegar) e claro o sacerdote, o único dos 3 que estudou para padre,

Há uns anos, entre “dois povos” (espaço que fica entre as placas de povoação), avistámos um coelho bravo, o Sr Padre deu ordens para apanhar o bicho, o filho dele arremessou-lhe com o sino mas não o apanhou, eu mandei-lhe com a Cruz mas, por falta de pontaria ou por destreza do bicho, este escapou-nos,

Fizemos a visita pascal e quando regressávamos à aldeia (sede de Paróquia), encontrámos o Senhor dos Caminhos com o coelho, estivemos tão entretidos com a preocupação em receber a dízima que nenhum de nós reparou que demos a beijar a cruz sem o Senhor pois este tinha ido atrás do coelho,

Uma história verídica que retrata de uma forma fidedigna o primeiro milagre atribuído ao Senhor dos Caminhos,

 
At 12:41 AM, Blogger incondicional said...

És um céu Mixtu e o digo para valer, de coração, és uma estrela que encontrei na rede e que te desejo de coração que sempre brilhes. Ofereceste-me tua amizade e carinho , é recíproco, quanto ao de colaboradora …não sei eu…. 
De Pessoa que posso dizer-te !!!!, sabes que me agrada muito apesar de seu pessimismo e seu sentido trágico da vida, quiçá me apaixona sua nostalgia, herdei-a por parte paterna ;-).
A Sophia não a conheço, não passará tempo sem que leia um pouco de ela, já te contarei.
Demoraste em atualizar mas fizeste um grande trabalho pondo todos teus enlaces, és o mais famoso da blogosfera ¡!!!
O Principado de Asturias está encantado de figurar em teu blog ;-)
Três abraços e um maravilhoso fim de semana.

 
At 12:51 AM, Blogger wind said...

Embora não ligue nenhuma à Páscoa, respeito e desejo-te uma boa Páscoa. Escolheste dois belíssimos poemas!:) beijos

 
At 1:58 AM, Blogger SoNosCredita said...

Pessoa e Sophia: adOrO!

 
At 2:42 AM, Blogger Ni said...

Psssiuuu... mixtuuuu... chega aqui ao cantinho do blog.

Tu andaste mesmo na visita Pascal? É que na terrinha da minha amada mãe (Norte de Portugal... ) entre folares, biscoitos, cabrito assado com batatinhas em forno aquecido a lenha, 'bola de carnes', Pão-de-ló, etc... etc... os senhores que faziam a visita bebiaaaaaaaaaammmm!
Mas olha que bebiam mesmo muito!
O senhor padre até se ria muito e contava umas anedotas e o meu pai tossia alto... e lá ía a miúda (eu... há muitooooosss anos)... para outra sala, porque aquilo não eram coisas para eu ouvir.... embora nunca entendesse porquê.

Pois é.
E o sino às vezes tocava com ritmo cambaleante!
...

Folar com azeite, feito pela avó Rosinha... aiiiiiii que saudades de ser pequenina!

Saudades mesmo... de ter ainda pai, avós, tios vivos. De os ouvir rir.

Suspiro.

Abraço, amigo meu.
Hoje foi um dia que não irei comemorar. É bom ter aqui um pouco de carinho.


Ni*

 
At 8:07 AM, Blogger ~Blue Angel*~ said...

Blog muy bonito!

 
At 8:16 AM, Anonymous SIL said...

OLA MEU QUERIDO AMIGO MIXTU


COMO VC ESTA AMIGO
HOJE VIM AQUI PRA TE FAZER UMA CONVINTE ME VISITA POR FAVOR

NO MEU CANTINHO DE DICAS BEIJOKAS DA MIGUXA SIL

vs so me vista no meu cantinho malicias de uma mulher .....
TENHA UMA LINDO FIM DE SEMANA

 
At 9:45 AM, Blogger alfazema said...

Tens muito bom gosto. Fernando Pessoa e Sophia de Mello Breyner são dois extraordinários poetas. Tenho o mesmo gosto pelo mar ( especialmente pelo algarvio, mais luminoso,convidativo,azul...) que a nossa Poeta/ Dramaturga/ Escritora tinha.Mais uma vez encantaste! Pela sensibilidade, pelo humor, pela sabedoria, pela forma como falas... Foste obra-prima dos papás!
Já agora conto-te que na minha terra há uma procissão no Domingo de Páscoa em que só os homens podem participar. Cantam a Ressurreição e levam grandes ramos de flores. Nunca falto.Nem eu nem ninguém da terra e arredores.
Um bfs e beisitos porque Tu És Um Amor Mixtu ( TEUAM)

 
At 11:25 AM, Blogger Sara MM said...

Numa orgia de emoções... divididas... nem boas nem más... pensamentos que não sentem... não se explicam... que se confundem com o rumor do mar.... que não passam com o vento... numa vida que que tem de ser vivida... uma vida que tem de encontrar uma praia... e deixar quebrar as suas ondas...

Vai ser assim a minha Páscoa...

Só o coelhinho está garantido... será a mais feliz de sempre... ou vazia como as que tenho tido...

BJssssssssssssssssssssssssssssss

 
At 1:24 PM, Blogger starlette5 said...

ola mixtu
desde que descobri o teu blog voltei a minha infância pois lembras me os deliciosos e unicos momentos que passei em terras frontaleiras do norte de portugal!!!pois aonde ainda ha verdadeiras tradiçoes e valores que "saudades desses momentos" eu reconheço m as vezes en certas coisas que contas.acho que fomos vizinhos!!!agora aonde estou nem parece pascoa obrigado de me teres relembrado a minha infância!!!BOA PASCOA

 
At 1:42 PM, Blogger mixtu said...

Incondicional,
Há palavras que valem um mundo, um mundo de carinho e amizade, eu é que agradeço pelo facto de tu seres minha amiga…

Em Portugal costuma-se dizer, “De Espanha, nem bom vento nem bom casamento” ;) tu és a prova que de Espanha (Principado das Astúrias) vem um vento ameno, agradável e amigo,

Sophia, poetisa portuguesa, sempre foi um dos nomes apontados para prémio Nobel,

Estou maravilhado por teres aceite ser colaboradora neste humilde blog, e como este blog atravessa uma crise financeira, o contrato que assinaste foi como o que o governo francês quer impor, contrato de dois anos, podes ser despedida a qualquer momento sem justa causa e não tens direito a férias… ;)

Há muitas pessoas que nem imaginam quem está por detrás do pc (computador), pessoas com altas responsabilidade académicas, sociais, politicas ou económicas ou com um coração enorme e que fazem o favor de ser amigas de um simples pastor de ovelhas e de algumas cabras…;)

Muito obrigado, tentarei sempre honrar o patrocínio do Principado de Astúrias, que sempre me encantou (o único reduto que não foi conquistado pelos mouros),
Sabes, tive uma paixão por uma menina de Oviedo, foi uma das minhas maiores paixões… chamava-se Carmén, não, a Cármen era de Salamanca, ou era de Segóvia, a minha memória já não é o que era ;)

Viste os sapatos da menina da foto, quem é que tem uns iguais...

 
At 1:45 PM, Blogger starlette5 said...

Gosto de te fazer sempre uma vizinha para matar SAUDADES triste sentimento e dificil de compreender!!!ESTOU COM SAUDADES DA MINHA ALDEIA

 
At 1:53 PM, Blogger mixtu said...

Wind,
Não ligas nenhuma à Páscoa, pois eu ligo e muito… sexta é feriado, e é pena a Páscoa calhar num domingo, devia ser às segundas-feiras,

embora há terras que comemoram a Páscoa nesse dia, no domingo o padre faz a visita pascal na vila e no dia seguinte vai às aldeias,

Uma boa sexta feriado ;) à minha consultora musical detentora de um “interpod”;)

 
At 1:57 PM, Blogger Joana said...

foi este o primeiro poema de sophia que eu li... apaixonei-me completamente...
quanto a pessoa... é sempre pessoa=)

 
At 2:29 PM, Blogger Joana said...

loooooooooool
acabei de ler o primeiro comentário... nem consigo comentar de tanto me rir=)=)=)=)=)=)=)=)=)

 
At 2:55 PM, Blogger mixtu said...

Ni,
Como sacristão cabe-me a mim “carregar a cruz”
A Páscoa tem o seu “lado” religioso, interessante para quem acredita e para quem não acredita também não deixa de ser interessante a ideia de nos privar de algo a favor de outros (no caso de Cristo, a vida) ou no caso do meu pai deixar de comer para dar aos filhos como aquele abrunheiro que insistia todos os anos em dar apenas meia dúzia de abrunhos que eram comidos pelos filhos e mulher do meu pai e nunca por ele até que já eu homem tirei um abrunho e dei ao meu pai, nunca tinha visto o velho a chorar…
As tradições que contas repetem-se por este Portugal, os padres… são boa gente, pelo menos os que usam batina preta sem calças por baixo,
Aqui na minha aldeia havia duas pessoas muito respeitadas, a professora primária porque ensinava as primeiras letras aos catraios e era pessoa de cultura e que nunca casou pois só o podia fazer com um homem de igual condição, cosa que não havia na aldeia, terra de agricultores e pastores analfabetos, o único de igual condição era o Sr. Abade mas esse também tinha uma lei que o proibia de casar (terra estranha a minha), aliás, a minha professora sempre me disse para estudar e ir para politico para mudar essas normas mas como se tem que dar de pastar todos os dias ao gado só fiz a 4ª classe,
Sobre o padre conto uma estória, verídica como todas as outras que conto,
Um dos meus irmãos era danado para a brincadeira com as meninas, raro era o dia que não jogava a saltar o elástico com as catraias, era um especialista nesse jogo chegava sempre ao último nível mas um dia o padre chamou-o, as mães das raparigas foram fazer queixa que ele andava a escrever cartas às moças, o meu irmão disse ao padre que tanto mandava como recebia cartas, não tinha culpa das meninas gostarem dele, o padre perguntou-lhe se ele estava mesmo certo se as meninas é que gostavam dele ou se era apenas ele que estava enamorado e propôs-lhe um jogo (o jogo do disciplinado), não escrever mais nenhuma carta à menina que ele achasse que mais gostava dele para ver se a menina lhe escrevia por iniciativa própria pois a menina podia só estar a reagir e não a agir, assim fez, não mandou nenhuma carta à Cármen… a Cármen nunca lhe escreveu, passados uns anos encontraram-se, ela estava casada com um azeiteiro que lhe fez uma arrebanhada de filhos rasonhos, era uma pessoa triste e que só fez uma questão ao meu irmão,
Porque é que me deixaste de escrever,

 
At 3:28 PM, Blogger Era uma vez um Girassol said...

Mixtu, querido poeta, aqchei imensa graça à história da visita pascal, coelho e o Senhor que ficou pelo caminho...
Humor sempre...Adoro!
Gostei de reler os poemas que deixaste! Boa escolha!
E se não me apresso com este comentários caem já 50 outros aqui....Muito popular e querido, hein?
Pois é essa a mensagem da Páscoa: a dádiva de Amor!
Bjinho

 
At 3:59 PM, Blogger Pryncesazul said...

Hola mixtu, no sabes la alegria tan grande k me da, por k por fin entiendo todo, ja,ja, bueno otras veces k te visito entiendo la mitad y la otra me la imagino, ja,ja, espero y sigas teniendo esos colaboradores que ayudan mucho bueno en lo personal a mi, nos seguimos leyendo
besos y abrazos
bye

 
At 3:59 PM, Blogger Pryncesazul said...

una pregunta, me entiendes tu a mi todo?

 
At 4:08 PM, Blogger alfazema said...

Aqui os comentários são como as cerejas. Vêm uns atrás dos outros. És um comunicador nato, um malabarista da palavra, um imaginativo fabuloso.Contas com mestria as tradições das aldeias, da tua e das outras, há uns anos atrás e consegues pôr em funcionamento a imaginação de quem, como eu , começa a reviver os seus tempos de menina.Fazes-me recordar aqueles tempos de Inverno rigoroso, em que eu adormecia no colo da minha avó,sobre a chemela, à lareira, a ouvir as tradições da aldeia . Ela também me falava do senhor prior, que me dava a benção, com um beijo na mão,das suas afilhadas que alindavam a igreja e na senhora professora, casada,que vivia na cidade e passava a semana na aldeia, numa casa alugada para lá passar o ano lectivo. No domingo de Páscoa almoçávamos cabrito assado no
forno de lenha onde a minha avó cozera o pão e os folares.
Na segunda-feira, fazíamos um piquenique junto de um dos muitos moinhos de vento da aldeia.Era um dia de rambóia, como dizia o meu avô.
Logo, conto mais.
Um beijo TEUAM

 
At 5:02 PM, Blogger mixtu said...

Alfazema,
(comentário das 9.45, tem que ser pouco a pouco pois tenho que estar sempre atento às ovelhas;)
Eu sou pessoa de poucas letras, a poesia com excepção de Espanca e Sá Carneiro nunca se tinha cruzado muito comigo, foi aqui, convosco, que tropecei com o meu cajado numa Poesia ;)

A escolha de Pessoa é da amiga incondicional, pessoa de grandes letras e grandes ofícios que quanto a mim tem o melhor blog de toda a blogo, Sophia e este seu poema foi minha escolha,

Sabes como leio poesia, sublinho os versos interessantes e depois volto atrás e leio só os que estão sublinhados, cosa de pastor…

A procissão constituída por homens acontece em várias quadras, e o motivo (o que eu conheço) prende-se com o facto desses eventos serem organizados por irmandades só de homens, eu conheço uma assim, e essa irmandade faz também os funerais onde vão só homens, em bom tempo convenci-os a recuperar um traje antigo, agora vestem-se com batinas vermelhas (em vez de brancas) como acontecia há muitos anos, durante uns dois anos foi um falatório mas agora dizem que é "bonito",

 
At 5:21 PM, Blogger lena said...

os poemas que li, são duas excelentes escolhas, Pessoa e Sophia, poetas que "devoro"

ainda falta tanto para a Páscoa, Mixtu, sobre o que escreveste , tive que me rir, mas tinha tudo haver, páscoa, coelhinhos ...

adorei o que deixas-te na cabana, conseguiste entender-me na perfeição

e

vejo o teu rosto
no sorriso da água
e é inesgotável a sede
que sinto de te ver


beijinhos para ti meu querido amigo


lena

 
At 5:23 PM, Blogger mixtu said...

Sarita,
A esta colega blogare, apesar de ser Doutora eu trato por Sarita, só a conheço do blog que ela tem mas como tem lá sempre uns posts todos “surfistas” e divertidos que parece ser uma boa pessoa, uma menina/mulher, coração de menina de aldeia, adelante,
Lindo conceito de Páscoa, “uma vida que tem de encontrar uma praia... e deixar quebrar as suas ondas”, os dias não são vazios (parece-me) se estivermos com quem gostamos e com quem gosta de nós,
“Só o coelhinho está garantido” vejo que acreditas que o Senhor dos Caminhos vai conseguir apanhar outra vez o coelho ;)

 
At 6:50 PM, Blogger mixtu said...

Joanita, coloquei Sophia a pensar em ti ;)
A joanita é uma amiga cool de Braga que tem um post 5***** que eu transcrevo aqui mas as respostas devem, naturalmente, serem dadas no blog da Joanita
Mistérios:
1- porquê que o tio patinhas sai do banho de toalha se depois nunca aparece com calções ou calças vestidas?
2- porquê que quando alguém nos pergunta alguma coisa, mesmo ouvindo, insistimos em perguntar o quê?
3- para que ocorra um tiro à queima roupa é preciso que a vítima esteja vestida?
4- se aparecer na tela do computador a frase "Teclado não instalado. Aperte uma tecla qualquer para continuar", o que devo fazer?
5- porquê que existem pessoas que acordam os outros só para perguntar se estavam a dormir?
6- como é que se escreve zero em numeração romana?
7- porquê que a espuma do sabão é sempre branca mesmo quando o sabão é colorido?
8- se eu quiser que a minha senha de acesso à Internet seja "*******", como é que faço para que ela não apareça no monitor e toda a gente descobrir?
9- porquê que os flintstones comemoravam o natal se eles viviam antes de cristo?
10- como é que o tarzan conseguia estar sempre barbeado?
11- como é que pode existir luz negra?
12- porquê que quando entramos no elevador no piso correspondente à garagem há sempre um cromo que nos pergunta vai subir? mas isto agora anda de lado é?

 
At 7:08 PM, Blogger Joana said...

bigada pela publicidade=)

 
At 7:19 PM, Blogger mixtu said...

Starlette5,
Podes escrever em francês ou em português, o que te der mais jeito…
O Norte de Portugal… terra de emigrantes, falaste em “saudades”, com toda a propriedade, estar longe da nossa terra é doloroso mas um dia virá o regresso… ou não, pois os filhos casam-se por lá,
Os valores (honradez, honestidade, não dever nada a ninguém, nunca ter sentado o rabo no mocho) estão a perder-se, ou melhor quando os velhos rijos morrerem vão com eles muitas cosas…
Em Agosto passa pela minha aldeia para beberes um copo,

 
At 8:20 PM, Blogger niza said...

hermoso poema :)

besitos de colores desde mexico

y grax a la colaboradora porque por ella entiendo jajajaja

sigo leyendo....

 
At 8:49 PM, Blogger alfazema said...

Ainda quanto à procissão do Domingo de Páscoa, em tempos, era como disseste. Os homens organizados em confrarias , participavam na procissão anunciando a Ressurreição com um grito bem sonante : Ressuscitou como disse! Aleluia, Aleluia, Aleluia! Essas confrarias, que se distinguiam pelo uso de opas coloridas, foram desaparecendo e agora só os homens que levam o Palium as vestem. Os outros vestem os fatos domingueiros, ornamentam as tochas o melhor que podem e sabem, fazem duas alas e percorrem a vila sobre um tapete de flores. A maior parte dos homens da minha terra, embora católicos, não vai à missa ao domingo. As poucas missas a que assistem são as dos funerais.
Um beijo

 
At 9:12 PM, Blogger mixtu said...

Era uma vez um girassol,
História verídica, quando tiver um tempinho conto outros milagres do Senhor dos Caminhos da minha aldeia ;)
E se quiseres contar uma estória aqui para este pessoal amigo… pode meter pescadores ;)

 
At 9:20 PM, Blogger ojitos said...

oi mixxtu! adoro o pessoa...sobre o segundo poema, devo confessar que nao conheia a autora..mas gostei muito da ideia que transmite; a inmortalidade do autor ainda depois da sua morte..formoso!

 
At 9:55 PM, Anonymous Siwa said...

Encontrei o seu blog quando pesquisava Poesia medieval e simplesmente achei fantástico. Toemi pois a liberdade de o adicionar ao meu blog.
Excelente!

 
At 9:57 PM, Blogger mixtu said...

Alfazema,
Conta-me o que é uma chemela,
Sr Prior de batina preta e pedia-mos a bênção beijando-lhe a mão e ao Bispo o anel, sobre as professoras da primária há muito para contar… por vezes eram as aldeias ou as juntas que pagavam a casa da senhora, eu tive uma excelente professora, ensinou-me que num texto não se deve ler as palavras mas os espaços que existem entre elas e que nunca se deve colocar um ponto final num texto, só se estivermos chateados é que o colocamos, é sinal que a “conversa” do nosso lado terminou, sábia professora,
O teu avô dizia “era um dia de rambóia”, há duas cosas que gosto de fazer na vida, dormir e rambóias, ;)
Sobre funerais e os homens, a maioria nem entra na igreja, fica cá fora a “laurear a pevide” e não é a primeira vez que o Sr. Abade manda uma mulher mandar calar os homens e estes como são obedientes acatam a ordem feminina ;)
EVCTC, decifra lá esta ;) eu vou tentar não me esquecer o que quer dizer ;)

 
At 10:07 PM, Blogger mixtu said...

This comment has been removed by a blog administrator.

 
At 10:08 PM, Blogger Su said...

Tengo tanto sentimiento
que es frecuente persuadirme
de que soy sentimental

amei ler fp
jocas maradas

 
At 10:14 PM, Blogger mixtu said...

Lenita ;)
Minha querida e adorada amiga,
“Devoras” poesia… então, desejo-te um bom apetite
“ainda falta tanto tempo para a Páscoa” diz Vossa Senhoria, o administrador deste blog, como diz a nossa Doce Lagoa, é um cromo…
A associação que se faz entre os coelhinhos e a Páscoa nasceu com este milagre que eu descrevi ;)
Fico muito satisfeito quando me dizem que eu entendo alguma cosa ;)
Lindos versos… poesia… intemporal… se fosse em texto corrido acreditava mesmo que desejavas me ver, ora bolas, ;)
Partilhando, desconheço o autor
No es ternura el fuego de una pasión...
sino la suavidad de una caricia.
No es ternura lo grandioso...
sino la delicadeza, la insignificancia, el detalle.
No es ternura lo que se da...
sino lo que se refleja y se deja traslucir.

La ternura está en aquello que parece pequeño
pero que se hace grande en el corazón.
El beso sincero, el apretón cálido de manos,
el abrazo inesperado,
una mirada llena de cariño que nos dice :
¡estoy aquí, puedes contar conmigo !

 
At 10:19 PM, Blogger inBluesY said...

Querido Mixtu
conheço muito bem essa tradição, essa Pascoa, e digo-te é linda,
mas é praticada no minho, e ainda hoje lá estive :))

beijos

 
At 11:02 PM, Blogger lena said...

Mixtu fiquei encantada e para ti, mesmo pensando que já conheces deixo-te:

Os versos que te fiz

Deixa dizer-te os lindos versos raros
Que a minha boca tem pra te dizer!
São talhados em mármore de Paros
Cinzelados por mim pra te oferecer.

Têm dolência de veludos caros,
São como sedas pálidas a arder...
Deixa dizer-te os lindos versos raros
Que foram feitos pra te endoidecer!

Mas, meu Amor, eu não tos digo ainda...
Que a boca da mulher é sempre linda
Se dentro guarda um verso que não diz!

Amo-te tanto! E nunca te beijei...
E nesse beijo, Amor, que eu te não dei
Guardo os versos mais lindos que te fiz!

Florbela Espanca

beijinhos, muitos, para ti meu
querido amigo

lena

 
At 11:10 PM, Blogger papoilasaltitante said...

Ai os "afilhados" dos srs. Padres!!!
Bem...!!! Boa Páscoa para ti!
Agora belo poema da nossa grande Sophia postaste hoje!!
bjs

 
At 11:26 PM, Blogger segurademim said...

...nesta Páscoa passear vai ser a "palavra de ordem"!

beijo, bom fim-de-semana ;)

 
At 11:54 PM, Blogger mixtu said...

Querida e adorada Lenita,
Este (teu) poema de Espanca, se eu o ligar aos versos que me deixaste no teu anterior comentário, é (talvez) o mais lindo que eu li,

Eu e a leitura temos uma relação especial, leio e passados uns instantes esqueço o que possibilita ler os livros que gosto mais que uma vez, não é exagero se te disser que já li por exemplo os Maias umas 4 vezes…

Para quem vive (na) Poesia como tu é óbvio que conhece todos os versos escritos, por isso procuro sempre partilhar poesia em lengua castellana, idioma que também entendes,

e aqui partilho Machado que me foi apresentado pela nossa amiga Incondicional,
deixo-te o poema completo mas queria partilhar contigo a ideia que não há caminhos, há caminhantes… que grande verdade, é uma frase, um verso que não necessita de nenhuma tese para ser decifrada e deve estar sempre presente em nós, principalmente quando consideramos que a “vida/caminho nos está a tramar”, como diz o poeta… o destino, somos nós que o fazemos,

Cantares...

Todo pasa y todo queda,
pero lo nuestro es pasar,
pasar haciendo caminos,
caminos sobre el mar. ..
Nunca persequí la gloria,
ni dejar en la memoria
de los hombres mi canción;
yo amo los mundos sutiles,
ingrávidos y gentiles,
como pompas de jabón. .
Me gusta verlos pintarse
de sol y grana,
volar bajo el cielo azul,
temblar súbitamente y quebrarse... .
Nunca perseguí la gloria. .

Caminante, son tus huellas el camino y nada más;
caminante, no hay camino,
se hace camino al andar. .
Al andar se hace camino
y al volver la vista atrás
se ve la senda que nunca
se ha de volver a pisar. .
Caminante no hay camino
sino estelas en la mar... .
Hace algún tiempo en ese lugar
donde hoy los bosques se visten de espinos
se oyó la voz de un poeta gritar
"Caminante no hay camino,
se hace camino al andar..."

 
At 12:24 AM, Blogger Cláudia said...

Beijinhos miguito...
Tou tristinha!

 
At 12:49 AM, Blogger m-lita :por sentir tanto said...

Hola Mixtu!!, lindo el poema que escogiste, tu tambien eres un sentimental?, bueno yo seee, aunque dejarse llevar del todo no es tan bueno.
saluditoss

 
At 1:21 AM, Blogger lélé said...

Então hoje é dia 16 de Abril de 2006, domingo e o dia 1 de Abril foi ontem... A poesia não tem calendário... A Sophia está certa... E tu também, Mixtu, quando reivindicas a páscoa na segunda-feira, que o domingo já é "catatólico" que chegue...

 
At 1:27 AM, Blogger bàrbara said...

que dulce la niña---

 
At 2:02 AM, Blogger Paitoca said...

"una vida que es vivida
y otra vida que es pensada"
que versos más ciertos!... tantas cosas siempre "por hacer", nunca "hechas", siempre "algún día", "cuando tenga tiempo"... tiene razón, lo vivido es distinto a lo pensado, lo soñado.

Un abrazo desde Chile.

 
At 3:17 AM, Anonymous incondicional said...

Querido Mixtu, és um sol, sempre consegues fazer-me *reir, o gosto é mio. O contrato que me propões é um pouco...ejem
Me encanta que passes por meu cas e fiques escutando música ou tomando o ar em meus alcantilados.
LOs zapatos de la menina preciososssssss
É muito tarde, deixo-te um abraço grande. :-)

 
At 9:40 AM, Blogger alfazema said...

Hoje, começo um pouco mais cedo. Ontem, comecei às 9.45h. Sabes,uma chemela, chamela ou chumela, é um tavesseirinho pequenino, daqueles que se colocam sobre os travesseiros grandes e estreitos, que têm a largura das camas. No campo, antigamente, os casais, dormiam sobre o mesmo travesseiro. Podiam ou não, consoante o gosto , colocar a chumela. Os meus avós não precisavam, gostavam do travesseiro à mesma altura. Adormeciam olhos nos olhos, de mão dada. Adormeci na sua cama algumas vezes.Depois, o meu avô ,com as suas mãos fortes, deitava-me numa caminha feita por ele. Habilidoso Homem.Todos os dias me lembro dele. Eu sonhava e ele fazia. Na minha aldeia, os homens, aqueles que vão à procissão, se não são todos, para lá caminham, também ficam à porta da igreja, no paleio, e o senhor prior já os tem mandado calar. Agora dá uma descasca nas mulheres porque não os educam para estes actos. Eu sei que nós temos muito poder mas eles não são muito de missas. Passam horas a cavar, cuidam das ovelhas, mondam, segam, regam e nem tempo têm para se coçar. Isto é o que eles dizem. E eu sei que é verdade. Eu vejo-os.
Vou tentar adivinhar aquela sigla mas não deve ser coisa má. Agora vou ver o que se passa à minha porta. Estão aqui a mexer na lingueta. Deve ser a vizinha. Quer vir um bocadinho para o cantinho da ronha.
Um beijo TEUAM

 
At 10:28 AM, Blogger starlette5 said...

j'aime la magie de ce blog,avec tes histoires,je souris et je pleure.Tes commentaires ne sont pas une joute intellectuelle mais de sagesse qui ton peuple a su te transmettre!

Partilhamos o mesmo fascinio pela nossa aldeia e temos o mesmo encanto do povo.
vai marcando lugar na tasca da tua aldeia para beber mos um copo.EN AGOSTO

J'ai connu ton blog et en lisant ton introduction qui m'a fait rappeler ma devise pour la vie : "AIMER ET PENSER LIBREMENT LE RESTE REGARDE DIEU" ¨même si des fois il a les yeux fermés
a bientôt

 
At 11:13 AM, Anonymous paloma said...

Mixtu muy precioso, lindo poemas,
besitosssssss

 
At 11:38 AM, Blogger lena said...

Mixtu
acordar de manhã, ir ver o mar, deixar-me encantar por ele, escutar o seu cantar e trazer na alma o cheiro a maresia, é já um bom início de domingo para mim, agora vir ler a poesia que me deixas, quase que completa o meu dia e para ti deixo outro poema de alguém que também admiras tal como eu:

Gostava tanto de mexer na vida,
De ser quem sou – mas de poder tocar-lhe...
E não há forma: cada vez perdida
Mais a destreza de saber pegar-lhe.


Viver em casa como toda a gente
Não ter juízo nos meus livros – mas
Chegar ao fim do mês sempre com as
Despesas pagas religiosamente.


Não ter receio de seguir pequenas
E convidá-las para me pôr nelas –
À minha Torre ebúrnea abrir janelas,
Numa palavra, e não fazer mais cenas.


Ter força um dia pra quebrar as roscas
Desta engrenagem que empenando vai.
– Não mandar telegramas ao meu Pai,
– Não andar por Paris, como ando, às moscas.


Levantar-me e sair – não precisar
De hora e meia antes de vir prá rua.
– Pôr termo a isto de viver na lua,
– Perder a frousse das correntes de ar.


Não estar sempre a bulir, a quebrar coisas
Por casa dos amigos que frequento –
Não me embrenhar por histórias melindrosas
Que em fantasia apenas argumento


Que tudo em é fantasia alada,
Um crime ou bem que nunca se comete
E sempre o Oiro em chumbo se derrete
Por meu Azar ou minha Zoina suada...


Mário de Sá-Carneiro
"Poemas Completos"


beijinhos meus, querido amigo, ainda com um cheirinho a maresia

lena

 
At 12:18 PM, Blogger Noa- said...

En portugués o en castellano es un placer siempre leerte.

Gracias por tu paso por mi rincón.

Besos o beijinhos

 
At 12:45 PM, Blogger Rosmaninho said...

Mixtu

Que maravilha!

A Sofia do Mar!
Que bom gosto, para nos desejares festas felizes com poesia!

O teu post, os teus comentários e muitos outros... são uma delícia, nos últimos tempos, no mundo dos blogues.

Ao passar por aqui, no Domingo de Ramos, o que antecede o Domingo de Páscoa, não resisto a deixar-te algumas das tradições da minha cidade e vilas do meu concelho.

Assim que começava a Quaresma, os miúdos faziam contratos entre eles e com os mais velhos. Contratos falados, entrelaçando o dedo "mindinho" e dizendo "Contratos , contratos contratos faremos, no Domingo de Páscoa desmancharemos". E... todos os dias, no primeiro momento que se encontravam, tentavam ser os primeiros a dar a ordem combinada( ajoelhar, beijar, parar...) o que fosse o segundo teria que cumprir. No Domingo de Páscoa, ganhava um pacote de amêndoas quem se apressasse a ser o primeiro a dizer: ajoelha-te, pára, beija...
Ganhei muitas amêndoas assim ( os dentes acusaram tanta amêndoa comida) :);).

Havia e há antes da Páscoa, as procissões... dos Passos, Ramos, Sexta- feira Santa, Domingo de Páscoa...

Contavam o meu avô e o meu pai que também diziam Amén ao prior, nas missas e procissões, o mais velho também foi sacristão e o mais novo aspirante a sacristão, que havia um prior, na terra onde nasceram, que por esta altura era convidado, pelas outras paróquias para fazer sermões.

Grande era a sua capacidade para atrair paroquianos às procissões, quanto maiores estas fossem maiores elogios o padre da terra recebia.

" Que procissão tão grande, que lindas flores, que lindos andores, os anjinhos... tantos... e a Maria Madalena, que bonita ia, e a Virgem Maria...e o S. João Evangelista, e o Senhor na Cruz com roupa nova... e a menina Lurdinhas que fato bonito foi a menina Julieta que lhe fez o fato, e o Julinho com sapatos novos..., ai o moço da Gertrudes não se calou nem um minuto, dava gosto ver o menino da menina Aninhas...
E o sermão do padre, que coisas bonitas disse, aquilo sim...é que são sermões!"

E os sermões do prior continham sempre, no final, uma "grande moral", apelavam sempre ao altruísmo, aos bons exemplos que o povo dava nas outras terras por onde ia passando...

Num dia de Procissão dos Passos, em que o Senhor com a Cruz às costas se encontrava com a Virgem Sua Mãe, no largo da vila,... fez-se siêncio, a música que acompanhava o cortejo parou, só o moço da Gertrudes berrava e esta mostrando que era mãe cuidadosa só lhe dizia "Cala-te Jaquim, o Jasus pica-te na língua".

O prior concordou com a Gertrudes e antes de começar o sermão, para que todos o vissem e ouvissem melhor, organizou os paroquianos ordenando "Saias para cima... calças para baixo".
Todos cumpriram.

O sermão foi longo... sermão em que as mulheres e os homens não levassem os lenços aos olhos não era sermão...

Por fim, diz o prior
" ... vejam lá bem... na paróquia de Messines, o povo, nesta época dá tudo o que tem, dá azeite, dá vinho, dá galinhas, galos, ovos, coelhos, pão... dá tudo...
Aqui... nem uma rolinha dão ao prior!"



Ainda a procissão vai no adro, voltarei..

~*Um beijo*~

 
At 1:07 PM, Blogger AZUL said...

Felices fiesta también para Mitxu.

Un abrazo;)

 
At 2:35 PM, Blogger Leodegundia said...

This comment has been removed by a blog administrator.

 
At 2:36 PM, Blogger Leodegundia said...

Me gustó mucho la tradición de tu pueblo que nos cuentas al principio de los comentarios.
En cuanto al texto, :-)))) no sabía que el Principado de Asturias te patrocinara el post, tienes mucha suerte.
Un abrazo

 
At 2:42 PM, Blogger mixtu said...

A todas as amigas que têm partilhado o vosso tempo comigo um grande beijinho, quando tiver um tempinho virei aqui a este vosso blog para acrescentar algo a algumas estórias deixadas por vós, farei esse “acrescento” quando tiver algo para acrescentar, pelo que às amigas que nem sempre lhe dirija a palavra é porque foi tão lindo o seu comentário ou tão eloquente que não serei eu que vou “completar”,
Beijinhos a todas, (a todas) porque os homens devem andar numa procissão só de homens;)

 
At 2:57 PM, Blogger alfazema said...

EVCTC- Eu vivo contigo no coração.
Estou maravilhada com o que decifrei na tua pedra da Roseta mas não convencida. Tens de ser tu a decifrar como eu fiz contigo. Sabes ,li em qualquer blog que os homens não gostam de comentar blogs de homens. Será que há competição entre vós? Diz-me o que pensas sobre isso. Eu comecei por comentar no blog da Rosmaninho e , depois, no teu.Venho aqui muitas vezes porque gosto de seroar. E aqui até me imagino à lareira no Inverno, ou na eira,no Verão, no tempo da desfolhada com as amigas e amigos, claro. Quando havia maçaroca vermelha era uma rodada de beijos. E eu corava tanto que ficava da cor da maçaroca.
Depois de priores, afilhadas, madrinhas, folares e amêndoas , vê lá onde fui parar.
Um beijo TEUAM

 
At 3:18 PM, Blogger mixtu said...

Alfazema,
“O Sr. Prior dá uma descasca nas mulheres porque não os educam para estes actos.”
Duas ideias,
quem manda em tudo “isto” são os homens mas, quem manda nos homens são as mulheres, logo, quem manda são as mulheres só que são inteligentes que fazem as cosas que dá a entender que são os homens que mandam mas não… (excepto as mulheres que se deixaram subjugar de tal forma que há muito perderam a sua identidade mas já são raras, hoje o meu pai quando não tem o garfo na mesa insiste em ficar a olhar para o prato e a minha mão pergunta se está quente a comida, ele diz que não tem garfo, a velha diz logo ”Levante-se se faz favor que aqui não há escravas”, ainda me recordo quando a esposa de meu pai ia buscar o garfo),
repara numa manifestação, quem fala à TV são as mulheres, um casal vai tratar de qualquer cosa ao advogado, ao médico, quem fala, é a mulher…
Outra ideia,
os homens da aldeia só vão à missa num funeral, casamentos ou baptizados, mas mesmo aqui têm dificuldade em entrar porque os Srs Abades insistem em dar-lhes cabo da cabeça, “Vejo aqui pessoas que só vêm nestas ocasiões à igreja… a palavra de Deus deve ser ouvida todos os domingos…” mas como tu dizes, eles não têm tempo para se coçar quanto mais para ouvir a palavra, eles são de acção e de poucas lérias, há sempre uma monda, uma descava para fazer …

Eu Vou Com a Tua Cara EVCTC, ;)
Este blog tem amigos, mais, os blogs de qualidade escritos por homens, como o Rui, Estroia, Dany, Adriano, Galo rouco, Vadiano, Lord e outrso portugueses e amigos castellanos como o Rafa (um dos colaboradores deste blog pois já me traduziu diversos textos) e mais alguns entram neste espaço e fazem o favor de me deixar entrar no espaço deles,
Eu tenho dificuldade de ir comentar aos blogs dos “poetas”, poesia triste, esperam uma menina… como deves calcular não sou eu quem eles procuram, podia deixar lá uma mensagem de alento, “tem calma, um dia ficas desencalhado”, mas não me apetece, pois quase todos eles se dedicassem à pastorícia…
E noutro dia apareceu aqui um “poeta” que comentou “Obrigado pelo sopro”, ora, eu nunca soprei a ninguém, achei estranho mas consegui desvendar o sopro, pois tal termo está num blog de uma pessoa que me visita, blog que ele comenta, vai daí, se nos agradecem nós temos que ser educados e fui ao blog dele, tinha lá uma “poesia” a dizer que ele era maravilhoso mas que estava numa ilha… blá blá, quem comentava anteriormente eram meninas “Tadinho, eu vou-te lá buscar”, nestas ocasiões o que um homem deve comentar, “Vejo que já tens várias pessoas que te querem tirar da ilha, no entanto se precisares de alguma cosa, liga para o meu telemóvel”, foi este o meu comment que lá deixei… Não há paciênca,
Beijinhos

 
At 4:56 PM, Blogger alfazema said...

Ora bem , cá vai mais uma. Já que vais com a minha cara e como eu também vou com a tua ( lembras-te, aquele gatão lindo de morrer) decidi contar-te o que já fiz hoje: fui à procissão de Domingo de Ramos. Aqui há duas procissões neste domingo. Uma , de manhã, antes da missa das crianças, com a benção dos ramos de palmeira e oliveira, que depois são distribuídos pelos paroquianos. O sacristão reformou-se, está muito velho, cansado, doente e quem carrega com a cruz é um menino,um acólito, escolhido entre os mais crescidos. É um belo mocetão.Em cortejo, cantando, seguimos para a igreja. às 18 horas, há outra procissão. A maior. Tem muitos andores, carregadinhos de flores que representam os vários passos da paixão de Cristo e, debaixo do Palium , vão o bispo e alguns padres. Atrás vão todas as forças vivas do concelho. Aparecem sempre nas procissões, na missa dominical, nos festejos anuais. Fica bem.A procissão segue pelas ruas principais da aldeia, que não são muitas. A tua tem dois caminhos mas a minha tem quatro, conforme os pontos cardeais. Aqui ninguém fica desnorteado devido a esta orientação deixada pelos romanos e herdada dos gregos. Agora tenho de ir. A minha vizinha, estava há bocado a bater à porta, chegou com um grande balaio de cana, carregadinho de laranjas acabadas de colher. Vou tomar um chazinho com ela e depois volto a falar-te dos homens. Ai os homens!
Um beijo TEUAM

 
At 5:17 PM, Blogger mixtu said...

This comment has been removed by a blog administrator.

 
At 5:33 PM, Blogger mixtu said...

Querida e adorada Lena,
Hoje deixo-te aqui um presente, com um grande beijinho

>Maltez, é um nome secular, tanto se escreve com S como com Z,
>incluindo entre irmãos, dependia do pároco que escrevia. Como é
>óbvio e já tinha respondido ao colega nem todos os maltezes são da
>mesma família.
>Maltez pode ser um descendente de alguém que num momento adoptou
>esse nome sem uma razão para tal, repare que nem todos os Silvas,
>Oliveira, Carvalho,…, descendem de judeus.
>Se o nome vem de bisavós, deslumbro 3 possibilidades:
>a) Serviu para um Senhor Cavaleiro da Ordem de Malta, os cavaleiros
>não o usaram como sobrenome pois eram nobres, embora eram
>conhecidos como “O Maltez”;
>b) Casa de malta era a casa nas grandes propriedades que serviam
>para albergar os trabalhadores temporários e também os mendigos.
>Quem depois acabou por se estabelecer no Alentejo pode ter adoptado
>esse nome e por fim;
>c) Descender de comerciantes da Ilha de Malta, há registos da
>presença de naturais dessa ilha mediterrânica em Lisboa e no
>Ribatejo (Chamusca e Golegã) que mais tarde adoptaram esse nome.

 
At 5:46 PM, Blogger Oruga said...

muy bello!!!

saludos internacionales... de Chile a Portugal

 
At 6:06 PM, Blogger mixtu said...

Mena,
Que história bonita aqui nos deixaste com os catraios,
“ajoelha-te, pára, beija” ;)
Conheço essas procissões que falas e vejo-as no passado como eventos muito bonitos, quando não haviam outras solicitações… eu aqui falo de uma aldeia, as amigas também e ficamos maravilhados com tais estórias pois hoje a vida perdeu qualidade, e para quem vive numa grande cidade ou viu ontem um “Dia útil” no noticiário sabe do que eu estou a falar… levantar às 6.30 e chegar a casa pelas 20 ou 21, aos sábados deve ser para arrumar a casa e ao domingo devem ir comer um hamburger ao Colombo… embora a estória era um conto de partilha de tarefas e de amor, enquanto a mulher prepara o pequeno almoço é o marido que vai levantar a pequenita e à noite enquanto a esposa prepara o jantar, o marido ajuda a catraia a fazer os deveres e é ele que lhe dá banho,
Convinha dar a dízima ao Prior, um dia de trabalho ;)
Lindo, lindo, lindo,
Mas sobre o Domingo de Ramos partilho contigo uma estória, os catraios levavam ramos de oliveira (alguns levavam mesmo oliveiras mas havia sempre alguém à entrada da igreja que convencia o catraio-olivicultor a levar apenas um ramo) para a missa de Domingo de Ramos, em toda a minha vida fui só a uma dessas missas, os catraios ficavam no altar com os ramos, na hora da hóstia, o Padre veio até nós dar o Corpo de Cristo, eu abri a boca e comi a hóstia, que cosa eu fiz…
O Manel,
“É pah! Isso não é para comer, não se pode trincar, é para chupar, acabaste de fazer um pecado”
O Norberto,
“Ó puto, tu ainda não fizeste a 1ª comunhão, tu não podes tomar a hóstia, ai o que tu fizeste…”
O Rodrigo, muito mais velho que todos nós,
“É pah não f. a cabeça ao puto, tá comido, tá comido,”
Ainda hoje tenho suores frios de noite a pensar neste Domingo de Ramos
Beijinhos

 
At 7:05 PM, Blogger Maria Pedro said...

Também vais de férias???

 
At 7:51 PM, Blogger Lylia said...

MAgnifico poema de PEssoa

Beijo meu
Lúcia

 
At 8:25 PM, Blogger lena said...

Mixtu, eu conheço essa página
é de um primo meu que resolveu fazer a página e procurar a familia toda, estou em contacto com ele sempre,
obrigada por partilhares comigo, um beijinho doce no teu coração meu querido amigo

lena

 
At 9:40 PM, Blogger amigona said...

Ó Mixtu, esta eu não esperava!!! Vão numa de religião e vêem um pobre coelho e vá de matá-lo?!
Desculpa amiga mas não aprovo esses instintos... muito menos nestes cenários!

 
At 9:41 PM, Blogger amigona said...

Claro que gostei muito das poesias, mas como estava aqui um comentário teu foi por aí que comecei...

 
At 9:55 PM, Blogger Cláudia said...

Beijinhos migo

 
At 9:58 PM, Blogger Ni said...

...miXtu...

...deixo-te aqui uma palavra:
«..........»
...

Leste-a?
...


Abraço desta tua amiga.
Festas felizes...

(Eu não vou festejar)

Ni*

 
At 10:45 PM, Blogger Lagoa_Azul said...

Meu amigo Mixtu, partilhando …

Todos os anos o domingo de Páscoa alem da aspecto religioso que envolve, é um marco para todos os moradores da vila.

Esta data assinala o início dos peditórios em Honra de Nossa Senhora, em que os cerca de sessenta membros da comissão de festas passa todo o dia a percorrer as ruas, a dar inicio aos peditórios mensais a verificarem-se até ao mes de Agosto.

Assim sendo este dia está revestido de um carácter particular, em que envolve toda uma comunidade na recolha de fundos para tão afamados festejos, não deve haver uma única família que não tenha uma pessoa a fazer parte da comissão.

E esta mobilização por uma causa colectiva soa-me como poesia aos sentidos, em que a palavra é a partilha e o som a afectividade entre toda uma população que se apoia para manter uma homenagem á Virgem Maria.


Desejo-te noite feliz, e deixo-te beijos com muito carinho meu amigo…

 
At 10:48 PM, Blogger Caiê said...

Entendo a Páscoa de forma diferente. Os ritos, vivi-os em miúda, mais ou menos até aos 16 anos e depois disso, perdi-os. Hoje, tenho um pouco de nostalgia, confesso.
Que tenhas uma Páscoa cheia de paz. :)

 
At 10:58 PM, Blogger Musician said...

Um poema fica para todo o sempre!
É lindo este poema, boa escolha ;)
Um beijinho para ti, querido Mixtu*

 
At 11:29 PM, Blogger mixtu said...

Ni,
O meu sábio pai (como diz a Alfazema: Há-de ser da Beira) sempre me disse, filho o problema do vinho não é a quantidade… é a mistura,
O tinto era bom, um Duque de 2002 mas, o branco fresquinho Reguengos enganou-me… parecia água, é que deixaste uma palavra mas eu só vejo pontinhos… :)

E depois estou a ler um “não” antes de “vou festejar”, acho muito bem, festejar… festejar dá uma trabalheira…
aqui na aldeia há festas todos os dias… que trabalheira nos dá, éramos claramente mais felizes se nada festejássemos mas achas que eu consigo convencer a rapaziada, são danados para as festas e eu apesar das minhas maleitas tenho que os acompanhar…

 
At 11:40 PM, Blogger mixtu said...

Minha doce amiga Lagoa,
Hoje as minhas palavras vão para a tua vila… que vila tu tens, eu não troco a minha aldeia e aldeias vizinhas mas se um dia emigrar vai ser para essa vila que tem um coreto de onde se avista o Tajo, uma tasca muito simpática para matar a minha sede e um povo solidário e “danado” para a festa,

Tan linda essa tua vila… nunca a deixes que se torne numa cidade, hoje há muitas cidades… eu gosto de Ponte de Lima, sabes que de vez em quando os senhores deputados de Lisboa querem elevar a terra à condição de cidade sabes o que eles dizem, “Preferimos ser uma grande vila do que mais uma m. de uma cidade”,
sábio povo, é que hoje caiu-se no ridículo de haver aldeias com o título de cidade… Tarouca, Santa Comba Dão e mais uma dezena… pobre povo o meu,

 
At 12:32 AM, Blogger Lila Magritte said...

Saludos y felicidades para ti Mixtu.

 
At 1:34 AM, Blogger incondicional said...

Apreciado Mixtu, graças por tuas belas palavras, as vezes venho mal de tempo e não uso o tradutor, o qual faz que não me inteirei muito bem do que me dizes.
Estou muito bem, graças, hoje navegando encontrei esse video e se o dediquei a um muito querido amigo bloguero falecido, ele adorava a esse cantor, não te preocupes.
Nunca sabemos quem está por trás de um pc mas se sente o carinho e a amizade, o coração não entende de ofícios nem classes sociais.

Encanto-me a foto de tua blog, os sapatos muito *chulos.
Abraços amigo.

 
At 1:37 AM, Blogger incondicional said...

Te dou as graças em nome do Governo do Principado de Asturias por luzir tão belo em teu blog , mas de comissões nem uma palavra, não há euros ;-)
Beijo.

 
At 2:48 AM, Blogger Clarice Baricco said...

Pessoa forma parte de mi almohada. Lo amo.

Saludos.

 
At 8:01 AM, Blogger antona said...

Buena colaboradora encontraste
um abraÇo

 
At 9:04 AM, Blogger tree4five said...

Não conhecia o Pessoa espanhol, o Magalhães sei que foi para Espanha. Quanto ao coelho, coitado, não tem em quem acreditar, sempre a correr, até o senhor o persegue. Espero que a tradição do "Compasso" continue, nem que seja só para vestir o fato novo. Aleluia, e uma boa Semana Santa, do amigo de longe, em Suomi, (ainda és dos poucos que sabe onde isso fica) por aqui existe a superstição de que as bruxas ficam especialmente poderosas nesta semana.

Um abraço amigo.

 
At 1:36 PM, Blogger mixtu said...

Tree4five,
Como as bruxas ficam especialmente poderosas nesta semana tem cuidado... :)
Por cá estamos a continuar com tradição do "Compasso” no real e em comments designadamente com duas amigas, tuas conterrâneas, Alfazema e Rosmaninho, a Alfazema algures no Algarve e a Rosmaninho em Silves.
Cumprimentos monárquicos para ti e para toda a Suomi,

Antona,
como verificas não é só o teu Blog que conta com a princesa Incondicional das Astúrias,

Eis dois excelentes blogs de amigos, um de fotografia (Espanha)e outro de música (um algarvio em terras da Finlândia), assim se faz a blogo de qualidade

 
At 1:44 PM, Blogger Neith said...

Adorei o teu texto, quanto aos poemas resta-me apenas dizer que foram uma excelente escolha :) Beijinhos e votos de uma boa Páscoa

 
At 2:11 PM, Anonymous Trini said...

Me ha emocionado el poema de Pessoa, además es tan real, muchas veces he pensado que yo escribo lo que nunca he vivido y ahora al leer a Pessoa lo he corroborado.

Un fuerte abrazo

 
At 2:47 PM, Anonymous natalia (cenicienta) said...

gracias amigo por tu apoyo.. volveré la semana q viene.. besos

 
At 3:18 PM, Blogger starlette5 said...

La meilleure des ivresse ce sont les belles paroles:
Coeur qui s'oppose au monde entier
Quelle vérite, la famille
Profonde est ma pensée
C'est pourquoi j'ai de la SAUDADE
Et comme,elle est blanche de charme
La vue du paysage que j'ignore
Telle qu'elle se montre dans la vitre,
De ce foyer que je n'aurai jamais
a bientôt MIXTU

 
At 3:45 PM, Blogger alfazema said...

Tens amigos em todo o mundo, Mixtu! Até em Suomi ( Finlândia) bem no norte da Europa mas que tem a particularidade de ser Português. Demos a conhecer novos mundos ao mundo e continuamos a fazê-lo. É o teu caso Mixtu, um poliglota, pastor ( coisa rara) que nos traz amigos de todo o lado. Somos nós as tuas ovelhas? Como reúnes bem o teu rebanho no redil! Muitas línguas conheces tu! Ou não fosses o campeão dos coments! Bem ,esta semana, a santa, é cheia de festividades próprias do fim da Quaresma. Na minha aldeia, aqui diz-se no meu sítio, faz-se jejum. O meu avô, cavador, não tomava o pequeno-almoço durante toda a Quaresma, quarenta dias, não comia carne, só tomava as duas refeições principais. Foi assim que educou os filhos, oito, todos belos mocetões e mocetonas. Os netos, alguns, como eu ,continuam as tradições pascais. Hoje já fui à igreja. Estavam a preparar o andor de Nossa Senhora para a procissão do Enterro do Senhor, o seu Filho.
Mudando de assunto, que a este voltarei mais tarde,eu sou como tu,de terra indefinida mais mais fácil de localizar, algures do Algarve. Nasci serrana, no Caldeirão ou Mú, palmilhei montanhas, vales e aqui estou na planície costeira mas nunca páro. A Mena sabe quanto eu gosto de andar, de falar, de conhecer...
Gostei de conhecer,modo de falar na blogosfera, o teu amigo de Albufeira na Finlândia.
Grande vantagem em ter-te como amigo. Aliás ter amigos é ter uma grande riqueza. Não me esqueço que te ofereceste para me ajudar na criação do blogue. Bem ,já chega de chalanga.
Um beijo TEUAM

 
At 4:08 PM, Blogger poca said...

infelizmente os meus padrinhos já morreram, e para mim a páscoa significa duas coisas: férias e um dia em que a família se junta, tipo natal.
a poesia essa diz-me sempre muito!

 
At 4:08 PM, Blogger poca said...

infelizmente os meus padrinhos já morreram, e para mim a páscoa significa duas coisas: férias e um dia em que a família se junta, tipo natal.
a poesia essa diz-me sempre muito!

 
At 4:13 PM, Blogger poca said...

em relação a essa história que contas da cruz...
o ano passado, foi o primeiro ano que ouvi falar nessa tradição de beijar o senhor!
cá em baixo não se faz nada disso.
mas achei girissímo!
passei a páscoa passada na palhaça, perto de aveiro, e fiquei encantada com a trasformação da aldeia.
parecia que a aldeia toda estava preparada para um casamento, tudo com os melhores fatos e penteados saídos de cabeleireiros...
em casa cada qual confecciona as melhores iguarias e depois é uma romaria pela casa dos amigos, para que depois também venham à nossa!
a cruz, essa, peço desculpa, mas vi como o pretexto para que as pessoas se reunissem e as portas das casas se abrissem para receber os amigos!!
engordei três quilos!! sim, porque isto de começar a comer de manhã e só parar à noite é obra!

 
At 4:16 PM, Blogger Pryncesazul said...

sabes k alegria tan grande k me entiendas, no sabes a veces batallo para decifrar algunas cosas k escribes y no entiendo muy bien ja,ja,
cuidate mucho
besos
bye

 
At 4:58 PM, Blogger Misty said...

Antes que caiam aqui mais 143 comentários :o) aqui te deixo os meus votos de uma Páscoa Feliz!

 
At 5:16 PM, Blogger Dani said...

Aha! Vejo que já arranjaste um novo patrocinador que proporcionasse fundos para a renovação de posts! :)

 
At 6:23 PM, Blogger Marta said...

Desde luego lo mejor de estas fiestas para mí es tu poesía.
Un beso

 
At 6:26 PM, Blogger maresia said...

Olá!!
Escolha excelente destes dois poetas!!!
Sao fantasticos, e únicos!!

beijinhos

 
At 6:37 PM, Blogger Santa said...

Meu querido. Agradeço por manter o meu Blog vivo. Que saudades!!
Beijos!!!! Santa.

 
At 6:38 PM, Blogger Dani said...

Aqui estou para me redimir!
É que como eu não sei ler muito bem e tenho que ir juntando as letras, não consegui perceber que o comment também era parte do post! Também, com a conjuntura anterior, não podia adivinhar que o orçamento actual passaria a permitir poesia em conjunto com elucidações históricas! Nunca mais vou conseguir olhar direito para um crucifixo... :)

 
At 6:46 PM, Anonymous pequenita (quando o teu corpo e o meu) said...

E que a força do medo que tenho
não me impeça de ver o que anseio.
Que a morte de tudo o que acredito
não me tape os ouvidos nem a boca.
Porque metade de mim é o grito,
mas a outra metade é silêncio.
Que a música que eu ouço ao longe,
seja linda, ainda que tristeza.
Que o homem que eu amo seja prá sempre amado,
mesmo que distante.
Porque metade de mim é partida
e a outra metade é saudade.
Que as palavras que eu falo
não sejam ouvidas como prece
nem repetidas com fervor,
apenas respeitadas,como a única coisa
que resta a uma mulher inundada de sentimento.
Porque metade de mim é o que ouço,
mas a outra metade é o que calo.
Que essa minha vontade de ir embora
se transforme na calma e na paz que eu mereço.
Que essa tensão que me corrói por dentro
seja um dia recompensada.
Porque metade de mim
é o que penso e a outra metade é um vulcão.
Que o medo da solidão se afaste,
Que o convívio comigo
mesmo se torne ao menos suportável.
Que o espelho reflita em meu rosto
o doce sorriso que me lembre a liberdade da infância
Porque metade de mim é a lembrança do que fui,
a outra metade eu não sei.
Que não seja preciso mais do que uma simples alegria
para me fazer aquietar o espírito
E que o teu silêncio me fale cada vez mais.
Porque metade de mim é abrigo,
mas a outra metade é cansaço.
Que a arte nos aponte uma resposta,
mesmo que ela não saiba.
E que ninguém a tente complicar
Porque é preciso simplicidade para fazê-la florescer.
Porque metade de mim é a platéia,
e a outra metade é canção.
E que a minha loucura seja perdoada,
Porque metade de mim é amor, e a outra metade...também
Vinícius de Morais

 
At 7:06 PM, Blogger Musician said...

Bem, gostei de saber!!
Agora ja percebo o porque dos coelhinhos!! hehe Esta giro ;)
Beijinho e boa Pascoa para ti*

 
At 7:32 PM, Blogger M&A said...

lolllllllllllll
Brother e Mestre queres me convencer que o JC saiu da cruz e foi apanhar o coelho?
lollllllllllll

 
At 7:33 PM, Blogger M&A said...

lolllllllllllll
Brother e Mestre queres me convencer que o JC saiu da cruz e foi apanhar o coelho?
lollllllllllll

 
At 7:52 PM, Anonymous Juda said...

Passei por aqui e gostei das palavras, deixo um abraço...

 
At 8:33 PM, Blogger Pryncesazul said...

Hola chaparrito, sabes no me hables de usted, mejor de tu, por me asi me haces sentir muy grande, ja,ja, y si te entiendo, dices que vas a venir a México?, dices que estas tratando de ser el gran hombre de un post anterior con tu mujer?, si es así dejame felicitarte, sonrie y estas en contacto sale!!!!
y si mi pareja esta muy feliz y contenta de tenerme a su lado, lo quiero mucho y esta facinado conmigo como yo lo estoy de el
nos seguimos leyendo
bye

 
At 8:58 PM, Blogger mixtu said...

Starlette5,
Parcas habilitações levam-me a dar muitos erros no francês e como não posso pedir ajuda ao meu padrinho que está no 75 e aos meu primo que está no 94,

Vos mots sont des sucreries
Vous me parlez des concepts
Famille, coeur, un paysage...
De "saudades", certainement, des arômes...
Bibises,

E que nenhuma emigrante na Alemanha se atreva a ter saudades no meu blog :)

 
At 9:13 PM, Blogger Cláudia said...

Miguito beijinhossssssssss
E boa semana

 
At 9:14 PM, Blogger mixtu said...

Alfazema,
Amiga linda,
Só me falta trazer amigos da Papua Nova Guiné, estou a tentar um que não seja canibal :)
E como vês os homens ontem andavam numa procissão ;)
Pastor de profissão, embora há pastores que são doutores e doutores que são pastores, fica para mais tarde, se me lembrares, uma história para contar sobre um pastor que passou por doutor no tribunal ;)verídico, ainda me estou a rir pelas calças a baixo...
Eu com a carne, resolvi a “questã”, paguei Bula, por 15 “Eros” como se diz aí no Algarve posso comer carne :)
Estou a apontar o teu idioma, que lindo, chalanga, quer dizer que eu estou a ter uma chalanga contigo ;)
Há algum verbus para beijos,

ETBCC , decifra esta, que eu vou tentar não me esquecer ;), é que com uma amiga madrilena, desde o nteqeta, temos trocado enigmas onde tentamos descobrir e mais tarde dizemos o que significa,
No post anterior a amiga veio, eu faço aqui copy para não teres que ir lá,

Mixtu... traducción por favor.. EDTMEL puede ser; Espero Divertirme Tanto, Motivado En Lisboa???? jejee
muakisss

E eu,

Azzura,
yayayayayay
esqueci-me do significado, yayayayayaya
Tens lá outro enigma,
yayyaya,

 
At 9:25 PM, Blogger dakidali said...

Festas felizes.
Beijinhos

 
At 9:41 PM, Blogger aprendiz de viajante said...

Poeta muito bem escolhidos...

Um bjinho e boa Páscoa!

 
At 9:42 PM, Blogger Sunshine said...

More eternal than a poem is the memory of those who keep it and the voice of those who share it making it immortal!... It´s been a while since i´ve read a good poem, thank-you for sharing this one with us.

 
At 10:19 PM, Blogger aprendiz de viajante said...

Muito interessante!

Ficarei mais atenta ao 1º comentário. É muito interessante esta tua forma de organizares o teu blog.

Gosto muito de cá vir... e como eu, tantos outros!

 
At 10:20 PM, Blogger aprendiz de viajante said...

Ah... deixei no meu blog uma resposta para ti!

Agora sou eu que estou a ser chata... jáv ou embora!

 
At 10:42 PM, Blogger BlueShell said...

Tués sacristão?
Não imaginava. Na minha aldeia e freguesia, ainda há essa tradição!
Aqui na cidade, a 10km, já não mas nas aldeias do concelho isso ainda se faz. gostei de te ler.....e confesso...estou a começar a "dar-me" melhor com o español...heheheh

Com um beijo AZUL-GAIVOTA-FELIZ
BlueShell``º``º``º``º``º``º``º``º``º``º``º``º``º

 
At 11:18 PM, Blogger aprendiz de viajante said...

mixtu... desculpa, mas acho que não me expliquei bem... as fotografias do aprendiz de viajante são todas minhas, os textos é que são quase todos "roubados"... expliquei lá!

Isto deve de ser do sono, desculpa se ando chata!!!

 
At 11:33 PM, Blogger Griselle said...

Poesia bela,canção bela.
¿Así se dice?

¿Quien canta esa canció?

besos y abrazos

 
At 11:37 PM, Blogger aprendiz de viajante said...

Obrigadaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!! Pela dica fabulosa...

 
At 11:38 PM, Blogger aprendiz de viajante said...

Obrigadaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!! Pela dica fabulosa...

 
At 11:38 PM, Blogger aprendiz de viajante said...

Obrigadaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!! Pela dica fabulosa...

 
At 11:42 PM, Blogger mixtu said...

Griselle,
Quem canta a canção sou eu, faço casamentos, baptizados e vou a casa, o meu reportório não é muito grande mas... dou um jeito principalmente em canções românticas,
Deixo aqui o meu email de contacto para espectáculos,
Souumgrandemusico@tangamail.com

 
At 11:45 PM, Blogger mixtu said...

Wicca, estás a falar com eco, deves ter o rádio ligado :)
Excelentes blogs, os teus, designadamente o de fotografias e daí ter-te indicado o Blog do Antona, que se começares no último comment chegas lá mais rápido do que se começarse desde o 1º comment :)

 
At 11:49 PM, Blogger aprendiz de viajante said...

Ah!!! Fiquei tão contente que devo de ter clikado três vezes... foi a emoção!!!

Eu adorei o blog, valeu a pena a visita... valeu esta conversa!

Desta vez vou desligar o rádio :))))

 
At 11:51 PM, Blogger Ni said...

"Se alguém passa agora nos areais,
Se alguém passa agora nos pinhais,
Diz,
Em gestos plenos e naturais,
Tudo o que eu, tão em vão, perdidamente quis."

Sophia de Mello Breyner Andersen, Dia do Mar, Lx, Ed. Caminho

Passei por aqui e deixei poesia.

Abraço

Ni*

 
At 12:06 AM, Blogger BlueShell said...

não sei como é que tu...com tantos comentários consegues responder assim com tanta rapidez... Um fenómeno!
Mas gostei, claro que gostei...mais...adorei as tuas palavras...
A música chama-se "unforgetable"....

"mi cariño"...é tão terno, tão meigo...nada que se compare às expressões portuguesas!essas são "toscas" e falta-lhes a doçura....

mas diz-me. Afinal-...és português...ou não?
ainda não entendi...pis dominas tão bem as duas línguas (falo no sentido fónico e semântico da linguagem, claro)
_[sou malandra]

beijos
BShell

 
At 12:22 AM, Blogger BlueShell said...

A foto?
Em Monsanto...perto de Monfortinho.
vai haver mais do mesmo género.

Mas não me respondeste à minha pergunta. Não que seja muito importante. Era só curiusodade feminina....!(sabes como são as mulheres...no?)

Pois olha...ainda não escolhi nenhum....te garanto!

assim podes dormir descansado, ou talvez não, ;) hehehehehehdh

 
At 12:29 AM, Blogger BlueShell said...

Soy sentimental,nadie lo sabrá explicar;
todo esto es pensamiento...mas reconozco que vivimos una vida que está dividida entre la muerte Y la vida!!!

Um mimo,
de
BShell

 
At 12:52 AM, Blogger alfazema said...

Eu Tou Bem Conversando Contigo! Será a solução do enigma?Embora não acerte não há nada como tentar. Não é assim? Aqui a "mecinha" "tamém"pagou a bula por quinze "eres" e come carne à fartazana. Estou a brincar, só pode ser, porque a neta do "mê" avô é menina certinha e não faz dessas coisas. " Hádes" contar-me essa história do pastor que passou por doutor. Conheço muitos pastores que são doutores e um deles até foi meu professor de francês no liceu.
Bem, já se faz tarde, estive na chalanga com amigos e amigas e foi comer folar, amêndoas, um licor de alfarroba, um medronho com mel, pão com palaio caseiro e entretanto fez-se a hora da deita. Amanhã voltarei a chalangar mais um pouco contigo. Para " bêjos" só conheço " xoxos" mas esses são os "bêjos na boca" daqueles que os namorados dão nas namoradas. No entanto vou continuar a recordar todo o verbus serrano e dir-te-ei.
Dorme bem .
Um beijo EUGFC

 
At 1:19 AM, Blogger Joana said...

Mixtu....li Sophia e não resisti:

"Um dia

Um dia, gastos, voltaremos
A viver livres como os animais
E mesmo tão cansados floriremos
Irmãos vivos do mar e dos pinhais.

O vento levará os mil cansaços
Dos gestos agitados irreais
E há-de voltar aos nosso membros lassos
A leve rapidez dos animais.

Só então poderemos caminhar
Através do mistério que se embala
No verde dos pinhais na voz do mar
E em nós germinará a sua fala."

Sophia de Mello Breyner


PAra mim a Páscoa é isto!!! Ninguém como ela a descreve melhor de como a sinto!

Beijinho grande e boas festas

 
At 9:34 AM, Blogger eco de mim said...

16 de abril?! um bocadinho adiantado, mas percebo... o tema...
se o Senhor foi atrás do coelho, qdo ele voltar pergunta-lhe q diabo têm os coelhos a ver c ovos?! >;)

 
At 10:39 AM, Blogger Cláudia said...

Beijinhos de bom dia!

 
At 11:12 AM, Blogger BlueShell said...

Dormindo, hein???

Muito se dorme!!!

As conchas azuis acordam com as gaivotas...embrulham-se na areia e fazem amor com o mar...bem cedo,de madrugada!

beijos; BShell

 
At 12:04 PM, Blogger Ana P. said...

Vim deixar um beijo bom e desejar boa páscoa...

 
At 12:19 PM, Anonymous azzura said...

Me encanta.. me encanta;)
Festas felizes Mixtu!!
moltos beijinhos per tu

 
At 12:23 PM, Blogger Papoila said...

A Páscoa na aldeia tem sabor diferente a tua história MIXTU é fascinante pelo seu significado. Não sou católica mas a Páscoa festeja a ressurreição de Cristo o Senhor dos Caminhos... não foi milagre não MIXTU, na minha modesta opinião nesse dia Cristo não está pregado na cruz e corre caminhos...quem sabe atrás dos coelhos celtas? (Os teus presentes poéticos foram muito apreciados, tal como a rosa) BOA PÁSCOA! Beijo

 
At 2:40 PM, Blogger vero said...

Querido amigo,
peço desculpa por ter andado tão ausente... mas... coisas da vida...
Já estou d volta ;)
Fui recuperar forças e já me sinto mto melhor... :)
Beijinhos***

 
At 3:13 PM, Blogger Rui said...

Boa semana.

Abraço... republicano.

 
At 6:01 PM, Blogger alfazema said...

Acabei de chegar da praia. O mar é uma paixão! Desde sempre me lembro de passar as férias de Verão na praia. Estava no campo grande parte do ano mas a maior parte mesmo estou na cidade.
Acabei de comer um brandeirinho caseiro, eu e a família, pequena, muito pequena. A acompanhar um chouriço caseiro, assado, no assador de barro. Hoje, optei pelo sumo de laranja da Baía ( origem brasileira, claro!) conhecem-se por ter umbigo. A vizinha ofereceu-me um balaio delas. Como são doces. Um açúcar! Lembrei-me de ti Mixtu, se fosses meu vizinho dava-te de brada e comias connosco. Assim só podes aguar e nada mais.
A partir de quinta-feira há jejum. É o dia da visitação das igrejas e de tarde há o lava-pés na igreja da paróquia. Hoje passei por lá, novamente. Grande azáfama! Lembrei-me de ti. Foste sacristão, não foste? Aqui o nosso fazia a inscrição das paroquianas para o confessionário. Há que comungar ao menos uma vez por ano, na Páscoa. Homens, só os padres. Ainda pensei que os outros estivessem a tratar das opas , mas não. Na sacristia nem vivalma.Eles não querem confessar os seus pecados. Dizem que não os têm.
Bem , agora vou pregar para outra freguesia, deslindar o que se passa entre a ti Maria e a Ti rosa. Uma brada pelo neto, a outra resmunga.
Um beijo EUGFC

 
At 6:34 PM, Anonymous pequenita (quando o teu corpo e o meu) said...

Há palavras que nos beijam
Como se tivessem boca,
Palavras de amor, de esperança,
De imenso amor, de esperança louca.

Palavras nuas que beijas
Quando a noite perde o rosto,
Palavras que se recusam
Aos muros do teu desgosto.

De repente coloridas
Entre palavras sem cor,
Esperadas, inesperadas
Como a poesia ou o amor.

(O nome de quem se ama
Letra a letra revelado
No mármore distraído,
No papel abandonado)

Palavras que nos transportam
Aonde a noite é mais forte,
Ao silêncio dos amantes
Abraçados contra a morte
Alexandre O'Neill

 
At 6:46 PM, Blogger mixtu said...

Ni,
É sempre muito gratificante ler poesia de Sophia, foi para mim uma agradável surpresa quando recentemente me foi apresentada por uma amiga blogare, nomeadamente “O poema” que o leio como um hino à Memória, porque nós somos memória (a nossa e a dos outros),

 
At 6:48 PM, Blogger mixtu said...

Blueshell,
Amiga perguntadeira ;)
Português de Portugal, monárquico por razões que em tempos expliquei,
A língua espanhola ganha em sonoridade à língua lusa,
Monsanto, vencedora do concurso “A aldeia mais bonita de Portugal”, gostei da robustez, a imagem transmite força, garra, fez-me lembrar, mas sabia que não era, a “Cabeça do velho”,
Vejo que já pensas em castellano, me encanta;)

 
At 7:06 PM, Anonymous pequenita (quando o teu corpo e o meu) said...

'Viver e não ter a vergonha de ser feliz, cantar e cantar e cantar a beleza de ser um eterno aprendiz. Eu sei que a vida devia ser bem melhor e será, mas isso não impede que eu repita: é bonita, é bonita e é bonita.' (Gonzaguinha)

 
At 7:06 PM, Anonymous pequenita (quando o teu corpo e o meu) said...

exclarecido?? :o) kisssssssssssss

 
At 7:11 PM, Blogger mixtu said...

Pequenita,
Poeta sábio, feliz de quem o sabe interpretar, a vida realmente não é só bonita, é 3 vezes bonita,

 
At 7:12 PM, Blogger mixtu said...

Alfazema,
Substitui o “conversando “ por “Chalangando”;)
Aponto “palaio”, acredito que seja bom,
O idioma algarvio, parece-me mas, me dirás se estou enganado, é o idioma alentejano só que a cantar,
Xoxos são beijos na boca, certamente um algarvio da planície costeira roubou um bêjo a uma moçoila do Caldeirão mas tão sem sabor que levou a moça a dizer “Que bêjo tan xoxo”;)
Eu gosto muito do Algarve e ao contrário dos meus colegas pastores que por aí aparecem, eu gosto de explorar o interior,
Falo-te hoje de Alcoutim com a sua praia fluvial onde já sou conhecido pelo Jorge banheiro e por quem explora o bar de apoio,
Alcoutim que tem lá uma capelinha que era uma pequena mesquita mas que nunca é referenciada nos livros, talvez por ser mais pequena que a de Évora e de Mértola,
Em Alcoutim estava uma senhora a vender bolos e eu perguntei-lhe de que é que eram os bolos
“São dó de lête”,
“Com tanto calor… de leite… será que estão bons”,
“São de Odelête”,
Odeleite é uma terra simpática junto ao Guadiana (sempre que vou apenas a Alcoutim vou pela estrada junto ao Guadiana e passo em Odeleite mas se for almoçar ou jantar a Mértola vou pela nacional),

 
At 7:14 PM, Blogger mixtu said...

Papoila,
Quando escrevo um texto mais “ousado” não estou livre de haver, e com razão, uma amiga que me recrimine de brincar com o Senhor como já fui repreendido por ter morto o coelhinho (já fui ao blog da colega dizer-lhe que a história é pura ficção),
Quando se escreve algo desconhece-se o feed-back, adorei quem referiu que está assim explicado o facto dos coelhinhos serem os animais da Páscoa e agora tu ao referires que não se tratou de milagre porque Cristo não está pregado na cruz e corre caminhos… nada mais acrescento ao teu lindo comentário…

 
At 7:31 PM, Anonymous Adriana said...

Beijos mixtu querido desde Caracas,

 
At 7:36 PM, Blogger mixtu said...

Joana,
Não conhecia o poema, lindíssimo... adorei... poema com mensagem como todos de Sophia,
Adorei...

 
At 7:37 PM, Anonymous Adriana said...

Si Mixtu me gustan muchos tus poemas....

Besos de nuevo

 
At 7:56 PM, Blogger alfazema said...

A minha avó dizia que na chalanga nem a casa é limpa nem a "mãe- vó"( avó ) trata da franga ( galinha jovem). A conversar é que a gente se entende diz o povo, a contrariar o dito da vovó.Sabes que na serra do Caldeirão houve, desde sempre, contacto com os alentejanos e é normal que o linguajar de uns e outros tenha algo em comum.Os algarvios iam para o Alentejo no tempo da tiragem da cortiça e , mais tarde , o Algarve, litoral, com o turismo, encheu-se de alentejanos que procuravam uma vida melhor.Assim uns e outros trocavam os seus ditos populares( porque só o povo vinha em busca do pão). Sabes que parte da minha família é de" Odelête" e veio muito cedo para Monte Gordo. O ano passado conseguimos reunir, num restaurante do sotavento, com nome de navegador, quatro gerações da família, num total de 106 pessoas.Estamos pensando fazer outro este ano, em Maio.Só reunimos o ramo de Odeleite. Já agora sabes tão bem como eu que ode, Odeceixe, Odiáxere, Odemira, Odelouca e outras odes estão relacionadas com os árabes e os rios.É um gosto falar contigo( EUGFC). O que eu aprendo! Também faço esses percursos.Também gosto um bocadinho de histórias da História. Amanhã vou fazer um deles, por esse interior fora até ao Alto Alentejo. Vou trazer de lá umas palavrinhas das que tu gostas, entre outras coisas ,daquelas terras de solo profundo que dão bom pão, bom vinho e bom azeite.
Afinal de onde és tu, meu amigo? Andas, andas és meu conterrâneo, pelo que gostas de dar ao chinelo, dar de vaia. Por agora tem avonde o meu discurso.
Um beijo.CVGMDFC Decifra o teu enigma e o meu. Hoje já decifrei um.

 
At 8:08 PM, Blogger Sara MM said...

Não tenho padrinho... mas tenho o rabinho voltado para a Lua... e por isso o Pai Natal lembra-se de mim todos os dias!
Só me esqueceu durante 27 meses... mas aí encontrei um amigo... uma Mixturada de amigo... que serve para tudo... para jogar... para brincar... para atirar pedras que só ele vê... para desabafar... para divagar... e para pedir que seja Natal...

Não preciso de Páscoa!!! Por dois motivos:
Primeiro porque a minha Avósinha linda, que foi quem sempre deu todo o significado à Páscoa da nossa familia, falta este ano pela primeira vez...
Segundo, porque hoje para mim É NATAL!!!! e com a prenda mais bela a que tenho direito !!!!!!!!! :o)

BJs

 
At 8:15 PM, Blogger mixtu said...

Sara, Mamã Sarita, a minha prenda, coloquei o post do dia 22 de Dezembro no ar... onde desejavas que em 2006 fosses mãe...
Estou muito feliz por te ver feliz,
Um beijo do tamanho do mundo

 
At 8:45 PM, Blogger romero said...

Que preciosoooooo !!!!!!

 
At 9:23 PM, Blogger incondicional said...

Holas Mixtu, venho convidar-te a ler e escutar um grande poeta espanhol Rafael Alberti, deu-me pelas nuvens, como l@s *artist@s ;-), vai por séries, também canta um grande cantautor em catalão, espero que tenhas o RealPlayer, não pude pô-lo de outra maneira, recusava todos os códigos.
Um abraço.

 
At 9:26 PM, Blogger BlueShell said...

Olá...sim, já vi lá em baixo.
Tudo de bom para ti.
A cabeça do Velho é na Serra da Estrela....bem perto do lugar onde moro.
Word verification...há coisas!!!
BESOS!
BShell

 
At 9:27 PM, Blogger incondicional said...

Vuelvo a tu casa a pedirte un favor, me ha dejado Starlette5 un bonito comentario y no me deja acceder a su página, le darás las gracias de mi parte?
Gracias a tí por dejarme usar tu blog.
Un abrazo.

 
At 9:31 PM, Blogger isa xana said...

adorei adorei a foto

e o poema de Sophia.. como adoro a sua poesia:)

*

 
At 11:05 PM, Anonymous Maribel said...

Te deseo que pases unas felices pascuas.!!
Un besito inmenso.
Maribel

 
At 11:09 PM, Anonymous Baltasar Aceno said...

Quanto gosto do poema da Sophia...
Por tanto, é uma boa oportunidade para te pedir uma traduçao poética de "O poema alguém o dirá
Às searas". Acho que searas fica melhor em portugues que em espanhol... palavra que tambem emprega muito Eugenio de Andrade e que nao consigo traducir com tanta beleza.
Abraço

 
At 11:12 PM, Anonymous Fa said...

Mixtu, muito lindo o teu post, Sophia e Pessoa em espanhol.
E vi o texto de Dezembro, muitos parabéns à Sara.
Beijos

 
At 11:28 PM, Blogger BlueShell said...

Sim , vi o desejo dela concetizado. Que bom. e que feliz deve estar...
Gostei de ver.

Na minha Word verification....aparecem coisas estranhas...não consigo entender..."be kind"/say it now/ love forever...sei lá, coisas assim...


Besos
BShell

 
At 11:50 PM, Blogger UMA said...

This comment has been removed by a blog administrator.

 
At 11:51 PM, Blogger UMA said...

A mi me encanta pasar por acà Mixtu, leerte y leer los comentarios es una delicia, gran placer.
Felicitaciones a vos y a Incondicional.
Felices Pascuas!!

 
At 11:55 PM, Blogger inBluesY said...

Querido Mixtu

Um beijo na testa

muitosS

 
At 12:05 AM, Blogger UMA said...

Mixtu es un bombòn:)
Beijinhos!

 
At 12:14 AM, Blogger UMA said...

Los bombons son doces!!!
Muyy dulces, Mixtu.

;)

abraços, bonito!

 
At 1:01 AM, Blogger incondicional said...

Bravo, bravísimo, me alegro tanto por los dos, por Sara y por Mixtu, que el bebe nazca hermoso y sano.
Abrazosssssssssss.

 
At 1:35 AM, Blogger MAURA_ said...

Cuánta verdad en ese poema.
Besitos Chilenos.

 
At 1:44 AM, Blogger anatema said...

Hola amigo. Muy bonito el poema expuesto.
Sobre el comentario dejado en mi blog te diré que la Semana Santa de Zamora es una de las más importantes de España y de las más antiguas. Declarada de Interés Internacional es una de las más visitadas por gentes de todo el mundo. Para que te hagas una idea, Zamora tiene 60 mil habitantes y estos días llegan más de doscientas mil. No se puede caminar por las calles pero es muy emocionante y agradable.

Saludos amigo.

 
At 3:20 AM, Blogger Ni said...

mixtu:

“Hay que endurecer-se pero sin perder la ternura jamás”
(Ernesto Che Guevara)

És sábio, amigo meu!
Sorriso para ti.

Carinho

Ni*

 
At 8:37 AM, Anonymous Marian said...

Hermosa lección,mixtu
Un besín y que disfrutes de la poesía que forma parte de la tradición de estos días de Semana Santa.

 
At 9:56 AM, Blogger tonsdeazul said...

Boa escolha! O poema é lindo!

Que tenhas uma Páscoa feliz!
Um beijinho *

 
At 10:11 AM, Blogger Rosmaninho said...

Bom Dia, Mixtu

Palavras tuas: "Só mantenho visiveis os current posts mas hoje recuperei este post de 22 de Dezembro, um desejo foi cumprido..."

Muitos Parabéns à Sara, foi o melhor e o maior dos desejos cumprido!

Mas...estás enganado, amigo!
Pelo menos, o meu também está a ser cumprido...
Palavras minhas:
"Bem... se não for pedir muito... o que eu queria mesmo... é que o bom humor continuasse a existir... mal estará o mundo se ele diminuir..."

TEAASF!

~*Um beijo*~

 
At 11:07 AM, Blogger Nelita said...

Bizinho
os poemas sao magnificos como ja me habituaste aki no teu cantinho,,
mas digamos k conseguiste baralhar-me, estava ficando preocupada,, ok já tou de saida,, mas ainda nao me explicas-te como ao dia 12 postas com data de 16 ...
ok ok ja vou...
bjinho

 
At 12:57 PM, Blogger Cláudia said...

Eheheh mixtu...
Coitado do Coelho...
Mas tu foste sacristão??
E reguila como és devias ser um bom sacristão devias...eheheh
Beijocas miguito!

 
At 2:56 PM, Blogger Maria Pedro said...

Mixtu, Mixtu,

Bom S. Martinho!!!

e beijos

 
At 4:02 PM, Blogger Nelita said...

voltei pra ler o dito coment...
tu nao existes homem!!!!
lollllllllll

 
At 4:12 PM, Blogger alma said...

"...una vida que es vivida
y otra vida que es pensada"
Así es, el conflicto entre lo que somos y lo que creemos ser.

 
At 4:55 PM, Blogger Alma Minha said...

Adoro Sophia e Pessoa...

Com 175 comentários não sei se vais ler o meu, no entanto desejo-te Feliz Páscoa!!!
Bjs

 
At 5:10 PM, Blogger Piquinota said...

Poemas lindíssimos!!!
Obrigada!

Uma Feliz Páscoa para ti também!!

Jinhos

 
At 6:29 PM, Anonymous pequenita (quando o teu corpo e o meu) said...

A vida é uma oportunidade, aproveita-a.
A vida é beleza, admira-a.
A vida é beatificação, saborei-a.
A vida é sonho, torna-o realidade.
A vida é um desafio, enfrenta-o.
A vida é um dever, cumpre-o.
A vida é um jogo, joga-o.
A vida é preciosa, cuida-a.
A vida é riqueza, conserva-a.
A vida é amor, goza-a.
A vida é um mistério, desvela-o.
A vida é promessa, cumpre-a.
A vida é tristeza, supera-a.
A vida é um hino, canta-o.
A vida é um combate, aceita-o.
A vida é tragédia, domina-a.
A vida é aventura, afronta-a.
A vida é felicidade, merece-a.
A vida é a VIDA, defende-a.

 
At 7:08 PM, Anonymous Fa said...

Passando para desejar-te um bom natal :D
Beijos

 
At 7:55 PM, Blogger Sara MM said...

Festas... felizes... padres... sacristão... páscoa... tu disfarças bem... mas a parte do coelhinho disse tudo... não me enganas mais... quem vê coelhinhos só pode ser por um motivo... mas eu já devia desconfiar... bem que me tinham avisado... que na net só há casados infelizes que não fodem ou solteiros sem namorada (dizem eles)...
mas não resito... sigo na minha busca de um blog sem colhinhos... já sã tã raaaros... :o]

BEIJINHOS dE CHICAGO

 
At 8:07 PM, Blogger mixtu said...

This comment has been removed by a blog administrator.

 
At 8:17 PM, Anonymous Credendo Vides said...

Vaya, esto de buscar patrocinadores me está gustando. Ahora es el Principado de Asturias, q bella región.
Muchas gracias, espero q tú tb pases buenas fiestas.
Perdón por el retraso.
Saludos desde el Inframundo.

 
At 8:42 PM, Blogger tonsdeazul said...

ahahahahah
ehehehehe
Bem fiquei curiosa e tive que vir até aqui ler e comprovar (porque dúvidas não tinha. :D) o quanto és um grande maluco!!!

E olha que estou-te a ver!! :p

beijo

 
At 9:06 PM, Blogger M&A said...

Lolllllllllllllllllll
Então os gaijos da net andam a enganar as gaijas
lolllllllllllllll

 
At 9:06 PM, Blogger M&A said...

E sobre o meu desejo, o meu patrão anda todo feliz mas ainda não acabou o ano
lolllllllllllllllllllllllllllll

 
At 9:07 PM, Blogger wind said...

Mixtu parto-me a rir contigo. ehehhe, onde isto já vai...coelhinho, não fo***. gargalhadas. Ó sr. monárquico então como é??????? lololol:)))) beijos

 
At 9:24 PM, Blogger mixtu said...

Wind,
Amiga do sorriso,
yayayaya, a Sarita anda nas nuvens, agora procura blogs sem coelhos e que mensagem tão enigmática deixou... uma coisa é certa isto se fosse monarquia os homens casados eram felizes e cantavam (lol) e os solteiros tinham namorada e não andavam no engate na web
yayayayaya
Liberdade de expressão, aliás, aqui só se apagam os comments "Obrigado pela sua visita", é que eu não visitei ninguém
yyayayyaya

 
At 9:30 PM, Blogger tonsdeazul said...

Olha andas muito desactualizado!!!
Quarteira já não tem aquelas lombas ENOOOORMES na avenida principal!! ehehehe Agora temos rotundas! ehhehe Já entramos na moda!!

E eu não sou mentirosa!!!
Snif... snif...
Só tenho demasiadas alucinações!! :p

 
At 9:37 PM, Blogger mixtu said...

Amigas, designadamente alfazema e rosmaninho, amanhei "falarei" convosco... outros afazeres me chamam por hoje,
Colegas da europa bom jantar, américa... bom almoço
yayyaya

 
At 9:59 PM, Blogger lena said...

e adoro-te meu querido amigo

deixo para ti por saber que gostas:



Eu tenho pena da Lua!
Tanta pena, coitadinha
Quando tão branca, na rua
A vejo chorar sozinha!..

As rosas nas alamedas,
E os lilases cor da neve
Confidenciam de leve
E lembram arfar de seda

Só a triste, coitadinha...
Tão triste na minha rua
Lá anda a chorar sozinha .

Eu chego então à janela:
E fico a olhar para a lua...
E fico a chorar com ela!

Florbela Espanca

beijinhos para ti, muitos, querido amigo

lena

 
At 1:00 AM, Blogger inBluesY said...

Querido Mixtu


uma caminhada de S.Domingos de Rana até à tua aldeia....... coitada da sarita, não te parece um bocado .... demais ....

BJ
na testa ;)

 
At 1:17 AM, Blogger sensual said...

This comment has been removed by a blog administrator.

 
At 1:19 AM, Blogger sensual said...

Festas, natal e páscoa, só tu Mixtu.
Adoro o teu Senhor, dá crianças ao mundo.
Beijinhos.
L.A.

 
At 2:06 AM, Blogger UMA said...

Mixtu:
És muito sentimental,
és um amor
és muito doce
Mixtu es..
és muito bonito!

Conta sempre comigo e recebe um beijo muito carinhoso!!
:)
Pd: ya no snif??

 
At 5:50 AM, Blogger bohemiamar said...

Qué bello poema. Es importante que nos midamos de vez en cuando.
Gracias por tus visitas a mi rincón y gracias por ser tan hospitalario.
Felicidades a incondicional, felicidades a los dos.
Saludos.
bohemiamar.

 
At 9:38 AM, Anonymous pequenita (quando o teu corpo e o meu) said...

brigada pelo carinho e pelo abraço..confortou-me bastante...besitossssssssssssss buenos...

 
At 10:04 AM, Blogger anjoedemonio said...

Bom dia... bom dia... bom dia!

Boa Páscoa! Boa Páscoa! Boa Páscoa!

 
At 11:06 AM, Blogger alfazema said...

De regresso do Alentejo, aqui estou para te desejar uma boa Páscoa. Para ti, mãe, irmã,pai e demais família. Saúde, paz, pão, alegria...tudo de bom
Um beijo Mixtu ( há beijos que valem milhões de abraços) CVGMFC

 
At 12:21 PM, Blogger fgiucich said...

Extraordinarios poetas para festejar la Pascua. Abrazos.

 
At 1:19 PM, Blogger poca said...

não sei o que foi... mas é sempre bom, quando sentimos que recebemos uma benção!!

 

<< Home

António Vega-Lucha de gigantes

_______________________________________________25.000 visitantes (Anterior counter),
ecoestadistica.com