Tuesday, February 26, 2008


Era una vez una cabra que se llamaba Libreza y que estaba llena de hambre esperando al pastor que se distraía inventando histórias tontas e imposíbles (por eso eran histórias...) sentado encima de cualquier árbol que pasase por allí.
Decian (había oído ella) que el pastor era un príncipe caído en desgracia...pero la cabra no había aún encontrado solucion para tal enormidad de enigma, porque si era príncipe ¿Por que vivia en un casa de suelo de tierra? Y ¿Por que se vestia de lino y lana de oveja?
Cuando pensó en ovejas...se enorgulleció y movió la cabeza, el rabo,
guiñó tres veces los ojos muy vivos...
Pues, pues lana es cosa que no tengo y...bufó de desdén y soltó por la boca mucha saliva y aire.adentro...(expansión pura de su naturaleza de cabra nacida en el monte...)
imaginó recuperar aquel desperdício de esputo y dar unas bellas lambetadas al pastor...así...
.
Era uma vez uma cabra que se chamava libreza e que estava cheia de fome à espera

do pastor que se distraía a inventar histórias malucas e impossíveis - por isso eram histórias... sentado em cima de qualquer árvore que passasse por ali...

diziam - ouvira ela: que o pastor era um príncipe caído em desgraça...mas a cabra não tinha ainda encontrado solução para tal enooooormidade de enigma... porque se era príncipe porque vivia numa casa de chão de terra?
e porque se vestia de linho e lã de ovelha??
quando pensou em ovelhas...orgulhou-se e abanou a cabeça e o rabo. piscou três vezes os olhos muito vivos...

pois, pois... lã é coisa que não tem e...bufou de desdém e saiu muuuuuita saliva boca afora e ar adentro...(expansão pura da sua natureza de cabra nascida no monte...)

imaginou recuperar aquele desperdício de cuspe e dar umas belas lambidelas no pastor...assim...
(texto enviado por uma amiga)

.

....e era uma vez uma ovelhinha de olhos mansinhos
que se chamava princesa
e oferecia todos os dias ao pastor a macieza da sua lã
mesmo sabendo que ele se perdia pelo abanão do rabo da cabra
ou pela dor dos chifres que lhe rasgavam a pele nas investidas,

Sabendo-o príncipe, a ovelhinha nunca perdia aquele jeito de o olhar
e despia-se, submissa, para o cobrir…
tresmalhada do rebanho que ele deixara a pastar na serra,

(Texto enviado por uma outra amiga, eu julgo que elas são minhas amigas, yaya)

(Tradução: poeta Rafael, algures en la Europa)

104 Comments:

At 6:26 PM, Blogger Ines said...

Curiosa esta imagem do belo principe caido em desgraça...

Muito interessante!

 
At 10:09 PM, Blogger sensual said...

Espero que na Serra não sejam apenas as mulheres e as crianças a cuidar das ovelhas e das cabras enquanto os homens e meninos estão nos cafés sem fazer nada.

E compreendo a razão deste blog ser dum monárquico, trata-se de um belo príncipe que caiu em desgraça, terá sido por amores?

E se o principe beijar a cabra, transforma-se num sapo ou a cabra transforma-se numa princesa?

Beijinhos

 
At 12:07 AM, Blogger Fausta Paixão said...

querido pastor, folgo muito que a tí te gusten las cabritas; é uma questão de bom senso, porque para sonso basta o carneiro que marra mas sem convicção.
usem-se pois os cornos, os das fêmeas, que esses sim, são de qualidade!

 
At 2:39 AM, Blogger GK said...

É bom que o texto pare por aí ou teria de ter bolinha... lol

Bj.

 
At 10:40 AM, Blogger Mina said...

Pois, é preciso ter queda para a coisa...
Bom fim de semana!

 
At 11:20 AM, Blogger Conceição Bernardino said...

Olá,
“ Somos a ponte para a eternidade,
Formando um arco sobre o mar,
Procurando aventuras para nosso regozijo,
Vivendo mistérios, optando por calamidades,
Triunfos, desafios, apostas impossíveis,
Pondo-nos à prova uma e outra vez,
Aprendendo amar.”
Excerto de “Richard Bach”

É com esta força que renasço todos os dias, para continuar a minha caminhada...
Espero que gostem deste pequeno presente.
Beijinhos, que a escrita nos una!
Conceição Bernardino

http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com

 
At 12:52 PM, Blogger Vida said...

Pois bem, seria ele o príncipe das ovelhas?? Para uma boa cabra, não chega ser príncipe, viver numa casa de chão de terra e vestir linho e lã de ovelha, exigente a libreza não?

Beijos e bom fim de semana.

 
At 1:55 PM, Blogger luci said...

procura-se urgentemente:

cornos maciços e compridos

(é que assim não se pode sair à

rua

que os tempos vão...difíííceis!)

 
At 1:57 PM, Blogger luci said...

...
tá bem tá bem mas vamos agora falar das flores nos montes

(das que sabem do sol e da transparência dos líquidos...*)

 
At 2:10 PM, Blogger Clara Sonhadora said...

Grande libreza. A imagem...nem de propósito :)))

Bom fim de semana.

(vê se acertas o calendário do blog pois estás um ano adiantado)

 
At 3:06 PM, Blogger Baby said...

Que pastor não gostaria de uma lambidela de uma cabra tão guapa, cheirando a cravos vermelhos?

 
At 5:55 PM, Blogger Moura ao Luar said...

Hehe doidinha

 
At 8:24 PM, Blogger Ana said...

Coitada da cabra que podia morrer de fome à espera do dono... lol

 
At 8:56 PM, Anonymous libreza said...

olha keu na sou assi tan naiffffe...ó ó...na t´enganes kus olhitos meladus...

tu na me prubokes é ke-me-dá
um atak dos meus como o cravo e bou monte acima...ai bou-bou-ai-bou - embaladinhaaaaaaaa - ó eu!!!
catrapim catrapim catrapim
m´´éeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee

;) bolto mas logo

 
At 10:06 PM, Blogger Fausta Paixão said...

querido pastor
depois de provares o cuspo da cabra ainda continuas a ser um príncipe desgraçado ou já se quebrou o enguiço?
tu vê lá... se for preciso chama-me e eu levo-te a minha vassourinha para te encostares ao cajado ou para lhe encostares o cajado, que aí a escolha é tua!

 
At 10:11 PM, Blogger mixtu said...

yaya, os amigos castellanos passam ao largo dos comments, "no te entiendo"...

yayaya

e não sou príncipe, o maior título que tive foi "Senhor, meu amo", isto depois dos copos, diz-se cosas sem nexo...

se caí em des(graça), há muito tempo... desde que nasci...

A Libresa é muito exigente, a verdade é que o meu rebanho é de ovelhas, as cabras dão muito trabalho, não param quedas... yaya

Fui (mas porque é que o meu tradutor oficial foi para o estrangeiro, ele não sabe que tem que estar por perto para traduzir, já não há tradutores como antigamente...) para os copos...

 
At 10:20 PM, Blogger Alma Minha said...

Gostei!
Adorei a imagem...
Beijos

 
At 10:32 PM, Blogger mixtu said...

foto... se há foto de gay é esta, yaya,
esta foto é para enquanto não houver tradução os espanhóis comentarem pelo menos a foto: "que bonita, es debido al 25 de abril, es un simbolo a la revolución de los claves? cabra hermosa..."
Isto está a correr bem, a autora do texto não quer o nome para não ter protagonismo, como se o meu calhau fosse algo importante... eu vou-me dedicar a escrever textos em guardanapos de papel, yayaya

 
At 11:15 PM, Blogger Maria P. said...

Enfim...há cabras com sorte!
Um nobre pastor!...

Beijos, 1005

 
At 12:13 AM, Blogger escorpyana said...

Ja te falei que adoro essa musica,me manda o nome..rs.Tenha um fim de semana delicioso.
beijusssssssssssssss

 
At 12:27 AM, Blogger mixtu said...

Escorpyana, sou eu que canto, ainda não tenho a agenda cheia para o verão...se "quiserdes"...

e amanhã se a Uma não falhar vou ter tradução, é preciso ir à Argentina para fazer uma tradução, yayaya, atravessar um oceano a nado por uma tradução, não houve um gajo que nadou com uma mão e na outra levava uns escritos... camões... ou foi o Marquês de Pombal... agora quedei confuso...

 
At 12:33 AM, Blogger Fausta Paixão said...

eu também me quedei com-fusa, mixtu; mas ainda assim prefiro as ovelhinhas mansas; cabras não!
cá pr'ó meu lado só se forem machos.
Ohhh!!! ... mas os machos das cabras...
ai deus... vou-me embora... para os copos!!!

 
At 12:37 AM, Blogger mixtu said...

uma senhora nunca vai para os copos... vai beber chá...

Já agora... copos é para quem tem barba rija...

macho da cabra... bode, mas há uma cabra que não tem macho e está em Coimbra... e antes andava 15 minutos atrasada, era uma hora que era só dela e daí ainda hoje se falar nos 15 minutos académicos... que se cumprem na única universidade portuguesa (o lente chega às 09h15m...cosas que um pastor sabe, leio muito...

 
At 12:43 AM, Blogger Fausta Paixão said...

a cabra da torre?
ah!, mas eu, que também sou dada a leituras, prefiro o torreão!!!

já imaginaste a imponência e a verticalidade de um torreão?!

Dizem que é para a defesa! Cá p'ra mim aquilo é mas é coisa de ataque!!! Humm...

 
At 12:44 AM, Blogger Maria P. said...

Foi Camões!

Estes pastores!!

beijos, 1006.

 
At 12:51 AM, Blogger mixtu said...

Maria... foi o camões que andava 15 minutos atrasado...
y ouve lá que raio de número de telemóvel tens apenas com 4 algarismos, yayaya

Fausta, não me fales em torreão... faz-me lembrar o "calhau", 4 meses no calhau... mais tarde o saramago escreveu sobre ele, lindo o amor de Blimunda sete luas...

 
At 12:53 AM, Blogger Maria P. said...

Não...esse andava 68 minutos atrasado!

Não prestas atenção, pastores!! Eu já deixei os outros números nos comentários anteriores!

 
At 12:57 AM, Blogger Betty Branco Martins said...

Querido Mixtu

Esta "libreza´" era bem danadinha:))

Beijinhos com carinho
BomFsemana

 
At 12:59 AM, Blogger mixtu said...

Maria, peço desculpa, já aqui estava farto de tentar, diz-me a senhora da TMN com uma voz sensual, "Boa noite, sou a Marta, lamento informá-lo mas esse número não está atribuído... logo não é de confiança, por isso deixo o meu... e não, não sou a Marta do Seguro Directo,essa cabra roubou-me a minha graça...

 
At 1:02 AM, Blogger Maria P. said...

Eu disse-te há cabras com sorte!

e pastores com azar, perdem os números de télélé...que queres?!

Amanhã.

 
At 1:05 AM, Blogger Fausta Paixão said...

Mixtu... e nunca passaste uma noite na enfermaria? aquilo devia ser de bater o queixo, mas eram mais os monges que esses é que tinham devoção para ovelhas!

 
At 2:28 AM, Anonymous libreza said...

boltei*
ena! eh lá! munto falais bós jente das colturas!
troçe-buS uns reXtitos d´erbaZ amarelaS kisto agora ná paXtu ...kaput o paXtu mas Sir-bão-se kisto é tudo à boca por a-sim- deZer...

ahhh fauSta fauSta tázaí ai kinda teinho uma apop le cSia por cauZa da tu vaçora non baçora non baçou-ra (açi~ é ké)!! e
...um dia deSteS inda te peçu bu-leia!
ah ah ah já me tou a ver-dentro-da-lua Xeia a desbaratar os beje-tais lunaris!!
(e não te atrevas a recusar keu dô-te uma dein-tada ai dô dõ
e bolto logu a pôr o crabo-na-bôkiña...)

(bein, no keru deZer k peçu...poçu bir-a-pedir ké mu~to
di-frente...

m´´éeeeee
bou-me enroscar puraí ko pastor já reçona e se bein por aí faZ ká uma Kara...Sele agora até dice keu pareçu gay nu retratu ké kele andará a cumer? cugumelios?
(ro ro ro ro ro
ilebado a triliõis oi-bein-nu?)

 
At 3:51 AM, Blogger mixtu said...

como disse... é que estou sem tradutor, en castellano: traductor...

Fui, ou melhor... vim... desiludido... desde quando as ovelhas usam perfume e bebem shots, já não há ovelhas como antigamente, ainda me recordo quando elas diziam: "só danço com moços da terra, sei lá quem sois... podereis querer só abusar de mim..."
e agora mal um pastor humilde sorri vem logo o gasto "abusa de mim",
que estranho... uma referiu: "lambusa-te", que raio seria ou que queria de mim com o lambusa-te... e chamou-me primo... será que foi um tio meu que andou a construir aquela tasca tan grande com uma pista de dancing enorme e gajas nuas a dançar nas colunas de som... só se foi o meu tio Nelson, mas não... as minhas primas e filhas de tal tio não têm os seios tan fartos como os desta "prima"... será que foi o Manel é que da parte deste só tenho primos, não sei como quedariam os seios das primas...
Há dias que até os pastores quedam (muito) confusos...
Primo... isto há cada uma que contado parece mentira

 
At 10:18 AM, Blogger Fausta Paixão said...

Ó mixtu, isso foi influêcia da matemática...
primo, como os números... daqueles números que são únicos e não emparelham com os outros. Só pode ser!!!

 
At 1:35 PM, Blogger Maria P. said...

Primo...uma relação familiar a manter.
Estou a falar a sério.

beijo100....

 
At 2:35 PM, Anonymous libreza said...

bô bô
(ispreçon tranS-montana kaprendi ca prima cabra-Sega de Sendim e k kerdeZer ora vão lá monte... ai monte não Kelas no subeM von lá a õtro lugariii...

hiCS!!! (pardon)

ó migaS fauSta e Maria acgora baralhei sé uma ou la même atão pensam k caS duas pernaS von lá???!!!
poiS seu cum Catro sabe deuS...

boMàpraia MounteaciMa

 
At 3:00 PM, Anonymous libreza said...

m´´´´éeeeeeeeee-ai-k-mestá-a-dar-um-atak-m´´éeeeeeeeeeeeeeee

atão né cas bobaS Sajuntarom pra se tranS-turnar in ubelha com fOto e tudo e Cum cara de-caRneiro-mal-morto-de-dollY-aparBalhada ou sei lá ké aKilo teinho k reZar a benZe--Dura da prima Sega kaKilo parece obra-do-deMo-iSposa-Morta-reSsuS-citaDa... k beio das caBeS duS hirmínoS práçumBrar oS paXtuS!!!

mémémé
@@@@vade retro satanás

((será ku pastori comeu akilo kando tiNha (tiNha?) friU ai tadinho...))

 
At 3:23 PM, Blogger Fausta Paixão said...

bem... que cabrada que p'raqui vai!
não há pastor com arcaboiço p'ra tanto!!!
deus te proteja, mixtu.

 
At 3:52 PM, Blogger luci said...

isto parece um teatro!

eu cá por mim impedia a cabra de aceder ao pasto e mais: enxota-va-a!!! expulsava-a!!!
olha uma cabra a querer comparar-se com a branc(d)ura e maciça das meninas...
as cabras têm mau feitio e não são de confiança. ponto.
( já ouviram falar do pé-de-cabra?
não sei bem o que é mas não deve ser boa peça...)
e depois nem escrever sabe...

 
At 11:18 PM, Blogger escorpyana said...

Olá,puxa ta falando serio?Um professor universitário cantor?Aliás,vc é professor de que?Bom ja que vc ofereceu,entao venha aqui cantar,vou adorar,mesmo muitooooooooo longe vou esperar..kkk.Faz assim manda um mail pra combinarmos escorpyana@gmail.com.Tenha um domingo maravihoso.
beijussssssssss

 
At 12:01 AM, Blogger Papoila said...

A foto da cabrita é "salerosa" e os olhos da ovelhinha escorrem mel. O princípe pastor ficou sentado a tocar flauta na árvore que por ali passou?
Beijo

 
At 10:33 AM, Blogger Joel Langarika said...

visiting from my deep blue sea. Altough i do not speak portuguese, i just love the sound of this language, and try to read everything i can! I do my own discoveries he. Cheers. joel

 
At 4:11 PM, Blogger DE PROPOSITO said...

Histórias do imaginário.
Fica bem.
Felicidades.
manuel

 
At 6:06 PM, Blogger poca said...

eu digo que é positivo.. ter amigas ;P
beijinho e bom domingo

 
At 7:57 PM, Anonymous Ninfita said...

Me Gustaron las imagenes y hablas hoy entendi mas que la otra vez, era la cabra y su pastor y el pastor que contaba historias y solo ahi llegue, voy a vanzar mas.
Un Beso

 
At 12:01 AM, Blogger APC said...

Uma cabrita montesa e uma ovelhinha submissa... Se isso lá é desgraça para um príncipe!...

;-)

Ocorre-me dizer que gosto da tua atitude. Do pouco que cá me chega, claro. Gosto! Fica dito.

PS - "Porque se era príncipe porque vivia numa casa de chão de terra?". Se eu fosse princesa, talvez gostasse de ter uma casa assim. Reminiscências de África, talvez.

PPS - Ui, quase que não metia um abraço cá dentro, antes de fechar o envelope! ;-)

 
At 3:41 PM, Blogger bohemiamar said...

Bueno mixtu, para que no te rias de los pobres visitantes españoles que no comprendemos el portugués, te dejo un fuerte abrazo y la frase: "si es que la cabra tira al monte".
yayaya
Besitos.

 
At 6:03 PM, Blogger tonsdeazul said...

Mêeeeeeeeeeee
As tuas amigas enviaram-te umas histórias muito engraçadas!!! ehehe
Têm continuação?
Um abraço

 
At 6:33 PM, Blogger Olie said...

No entendí mucho, pero vine a dejarte un abrazo fuerte...

¡alguna vez entenderé todo el portugués que lea!, no sólo palabras sueltas que ignoro cómo enhebrar...

besos:
olie

 
At 8:36 PM, Blogger luci said...

Arrependida da minha maldade,
andei a esfalfar-me monte acima
monte abaixo que o Pastor estava...out (numa-árvore-algures em-lugar-incerto), a cabra andava cabisbaixa a desaparecer muito tempo e até a perder a flor aqui e ali...e
também pra observar a essência da alma caprina... é ridículo é... mas que querem?

Pois não a encontrava nem nas mais afiadas escarpas!

E não é que ía hoje a passar perto da Escola e lembrei-me de espreitar
e...espanto(!!!) lá estava a Libreza sentada(!!!) a aprender a ler(!!!)! Abri a boca mas não saiu som
(que não deve ser nada fácil uma cabra ficar sentada pra quanto mais ler!)...

Mas adelante...que as trelas a as bolas nos pés fizeram o milagre que o Pastor nunca tinha conseguido fazer e por essa via, a Libreza já sabia assinar o nome em letras redondas e fatais:

Libreza da Purificação
com-til-e-tudo.

-Sim senhor, meu amo, ouvia-a pensar coa língua de fora a pingar pró lenço atado à volta do pescoço pela Professora!! É que estava proibida de falar e também tava difícil abanar o rabo naquela posição... (e além disso a Senhora Professora tinha proíbido-sine die-os abanos de rabo e outras coisas menos...próprias...)

Foi então que a Libreza me perguntou por sinais de avanço e recuo dos olhos e da cabeça que são típicos nas cabras, o que era "próprias" e eu fiquei na dúvida mas não tive coragem de lhe dar um dicionário...e expliquei-lhe como pude, a meter as letras pelas orelhas...

(ai ai, eu sei que foi pedagogicamente incorrecto...não é preciso bater carago!)

É que agora que estava ali sentada com o cravo num vaso eu até já tinha perdido a vontade de lhe torcer o gasganete...ai coitada e...

E foi então que a dona Magarefa, a Prof (ou Proof curioso...pruf soa-me melhor que prof...), se pôs a contar uma história di-dá-c(?)-ti-ca que em tudo se previa ser sobre...aqui perdoei a Libreza até ao mais milimétrico pecado...

Psi-co-lo-gi-a: "da assertividade, aceitação e compatibilização da diversidade no quotidiano"...era o programa, era-era e até ia mais longe do que isso! (como vim a saber...)
(ah, proof são as lojas assim é que é!)

Começava então assim :
- era eu uma vez... ai não era nada,
era assim:
- uma bela tarde uma vez eu...
não não...
- um-lindo-dia-de-primavera...asim-é-que-era!

 
At 9:53 PM, Anonymous Credendo Vides said...

Me cuesta creer q un pastor sea un príncipe, pero a veces, los mejores príncipes se esconden bajo disfraces incoherentes.
Saludos desde el Inframundo.

 
At 11:00 PM, Blogger UMA said...

Que te custa uma frase, um consolo
Para o meu coração, que padece,
Como afago pisar sobre a juba
Do leão, que a teus pés adormece?

Que te custa enganar-me falando,
Se a tua alma por mim não suspira?
Quero ouvir-te dizer que me amas,
Inda mesmo que seja mentira!...


Beijinhos Doce Mixtu!

 
At 12:40 AM, Blogger Fausta Paixão said...

Um lindo dia de Primavera andava a libreza a exibir sabedoria riscando com os chifres éles maiúsculos em todos os troncos que lhe passavam pelo caminho, muito monteza nas suas saltarias, espumando de vez em quando para manter molhada a língua, não fosse aparecer o principezinho sedento... e ...
...aparece-lhe a ovelha na esquina do sobreiro mais novo com o chaparro queimado e diz-lhe:
- anda cá, ó mon-tesa e diz-me: não é verdade que os príncipes preferem as ovelhinhas mansas às cabritas de cravo na boca, a fingirem assertividades na arrogância dos chifres?

A libreza, que ainda só sabia desenhar éles e iiisss, (não, não é verdade que tenha aprendido tudo; no dia em que devia ensinar o til a professora ficou afónica e a substituta, para não ter de aturar o rebanho, meteu atestado médico) deu três cabriolas no ar, abanou o rabo e fez-se à estrada de terra batida. Da sua boquinha de cabra-cega não lhe saíra resposta; só espuma.

A ovelhinha submissa amansou ainda mais os olhos matreiros, tresmalhou-se pela décima vez naquele dia e rumou à cabana onde o príncipe dormia a sesta, dizendo para com os seus novelinhos de lã: esta ainda vai ver como se pagam as rebeldias aqui para os meus lados!

 
At 12:40 AM, Blogger palabras con ningun sentido said...

Hola amigo, te dejoi mis saludos.
Un fuerte abrazoi desde el Rio de la Plata

 
At 12:54 AM, Blogger mixtu said...

um forte abraço ao meu amigo Rafael, homem do mundo, das viagens e que ligado à net de um aeroporto... traduziu o texto (texto que inicialmente constava no blog, nem lhe vou pedir para traduzir o 2º texto, pode perder o avião...)
E agora, espanhóis, "deslarguem-me" o email...
Fui... e desta vez para os copos,

 
At 2:58 PM, Blogger Conceição Bernardino said...

Olá,
Espero que me desculpe forma como faço os meus comentários, mas é pura e verdadeira...
Para mim não chega, dizer está bonito ou lindo – por isso gosto de deixar pensamentos frases de outros autores como presente da minha gratidão e do meu encanto do que leio, do que observo nas imagens e na escrita.
É a minha maneira de ser esta...
A critica faço-as, da forma como somos tratados pelo Estado que ignora os problemas da nossa sociedade e como pouco ligam aos grandes talentos que encontro nos blogs.
Peço desculpa e se alguém não gostar da forma como faço os meus comentários agradecia que me dissessem pois tentarei melhorar.
Sou apenas uma amadora de escrita que escreve pela beleza de sentir na escrita as palavras que me vão na alma e penso que é essa a beleza que encontro naquilo que leio cada um escreve com a sua beleza.
Não quero com isto desrespeitar ninguém até porque as palavras lindas, bonito têm um grande significado no meu vocabulário.
Boa semana
Beijinhos
Conceição Bernardino
http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com

 
At 9:21 PM, Blogger Ines said...

Olha lá...
Não percebi o que é que era enoooooorrrmeeee nesse pastor...
O ego?
Ah o enigma... (fui ver)
O chão de terra... para um principe...
Hmmmm (4)

Há cabras que querem encontrar principes em qualquer esquina (ou arvore que passe por aí), mas que ficam sempre sem saber se eles não pertencem a outra ovelha qualquer... que comungue co ele outra realidade, mais nobre, para sempre inacessivel à fugosa cabra...

 
At 11:00 PM, Anonymous marquesa d´o said...

fogosa fogosa será quem
a piscar a alma? ;)

responde pastor!
o que é que é enooooooorme em ti??

(...)"arder de alguna fiebre
ir donde a onde nadie ha ido
amar hasta el dolor
amar incluso demasiado de forma enfermiza"(...)

(...) esta es mi busquéda...seguir la estrella.

será isso enooooooorme em ti?

 
At 11:43 PM, Blogger Maria P. said...

Cheguei mais cedo, pedi uma taça de champagne e fui para o alpendre do bar...olhei o mar, a sétima.

Apeteceu pisar a areia, esperei pela a tua mão...

 
At 12:54 AM, Blogger missixty said...

Está muito giro, mas....tu agora é só ovelhas bezerros e pastores! Qualquer dia temos aqui queijo da serra fresquinho, acompanhado de um bom vinho tinto....estou a beber queres um copito???
Aviso-te que não dava uma boa ovelha, tinha mais jeito para cabra teimosa...eheheh..
beijos
excelente lã, dá vontade de te afagar o pêlo......ehehe

 
At 1:21 PM, Blogger Meli said...

Muy bonita la canción... tuve que leer varias veces la historia de la cabra, pero creo que sigo sin entender que es lo que ésta está pensando...
saludos!

 
At 2:56 PM, Blogger Catarina said...

Que conto mais estranho!!!
E eu que julgava que a minha irmã era a contadora de contos mais insolitos da face da terra:):)

Um abraço,

 
At 5:43 PM, Blogger Eli said...

yayayyayaya

:)

 
At 9:22 PM, Blogger javiera said...

Querido Mixtu:


Tengo la labor de comunicarle que he vuelto a las pistas bloggeriles, asi que espero que se reporte a la brevedad en mi nuevo blog...


Muchos Cariños!

Javi

 
At 12:29 AM, Anonymous libreZZa said...

monologue da la libreza...
- eu bou eu bou...a caminho da lua eu bou eu ...
bou katé já sei xcreber
...kase...kase...e sei fazer tiles a fausta anda praí a dezer...
mente-mente
mas cada um é cumu
cada kual e a bida é cum otra cousa kualker
dizia o udi além num dos filmes- k o pastor
lebou-me ao cinema pra me cultibar e foi
lindo...foi-foi!!
e ai k susto! não é k vi una sombrita?

práfastar o medo agora bou cantar as trobas
do lobisomem koubi aos moços do cat-power
na feira de moita à 15 dias a la 3 de la
tardita!
ponhaam a múseca lá em casa. eu só dou
keijo...e bersus...e bei-jus...

"oh o lubisome
ele nem kebra os ramos
kando vai imbora
uma vez bi-o à luz da lua
kando uz murcegus boabam
sim bi u lubisome
ke xtaba a xorar
(ai-ai)(snif-snif)...
a xorar!
ninguém poderá saber comu eu gustaba dele
inkuantu me destra-ía i lhe comia a roupita kele tinha dexado ali ((ka lua já non taba xeia e el tebe kir a kurrer...
(ps: e kéra berdinha...umum!!!))

ps: eu sei que ninguém gosta de cabras (por cauza dus bons kustumes...) mas gosto eu pois
gosto de noz as cabras!
e também gosto:
de faZer poemaS
de ler poeZia
de reSpirar poemaS
de danSar poeSia
de dar marradaS
de correr d´olhos feXaduS
de rir de rir...
e de beber água é-é...
eu...
e
sOu linda... sou sOu :)))

 
At 12:32 AM, Blogger alma said...

A Libreza le queda fantástica la flor ;))

 
At 2:04 AM, Anonymous Anonymous said...

iiiiiiiiiiiiii

 
At 2:05 AM, Anonymous Anonymous said...

sabem porque ainda há lã virgem?

 
At 9:21 AM, Blogger Maria P. said...

Ontem as luzes da cidade ficaram para trás...sonhei.

 
At 1:36 PM, Blogger Santa said...

Fico assim, com "aquele jeito de o olhar" sempre que venho aqui! rsss

 
At 12:11 AM, Blogger Yessi said...

Que hermosa historia, púes después de todo que seria de un pastor sin sus ovejas o en este caso sin su cabra, ja ja ja.

Te dejo un abrazo con mucho cariño.

 
At 1:14 AM, Blogger un dress said...

porque será que não há cabras da
planície?

há cabras dos píncaros de neve.

(que estendem a esguia cabeça

e procuram

no fundo da luz

aclarar a memória dos sonhos...)

 
At 1:59 AM, Blogger escorpyana said...

Bom fim de semana,beijusssssssssssssss

 
At 7:50 AM, Blogger Pau said...

De regreso por fin amigo!!! Y como siempre encontando historias interesantes en tu blog!!

Feliz fin de semana!
Besos mexicanos...

 
At 10:15 AM, Blogger ♦♦♦sol♦de♦soles♦♦♦ said...

Siempre tus posts son muy originales.
Te invito a bailar en mi blog con la canción de éxito en México.
Besos a ti y a carmencita.

 
At 11:27 AM, Blogger Goathemala said...

Gracias, es una historia muy sorprendente y original.


--
Saludos.

 
At 12:35 PM, Blogger isabel said...

gostei da princesa que se "despe" para cobrir o pastor, mesmo sabendo q ele se perde pelo abanão do rabo da cabra. As ovelhas não aprendem mesmo!!

bom fim de semana mixtu. bjs

 
At 2:54 PM, Blogger Claudia Perotti said...

Ambos os textos são belos.
Bom final de semana!

Beijinhosss

 
At 3:43 PM, Blogger Silvia said...

Há sempre uma cabra e uma ovelha´na vida de todos os pastores.

 
At 4:34 PM, Blogger Trini said...

Una historía muy salada...

Saludos

 
At 6:13 PM, Blogger super-kelly said...

Hola querido mixtu!! qué bonita historia la de la cabra! jajaja.Me gustan tus escritos, tu forma de escribirlos. Te mando un beso grande, y espero que ya no estés en el ayuntamiento a estas horas.Buen fin de semana

 
At 10:52 PM, Blogger Poemas e Cotidiano said...

Olha Mixtu, nao sei se ela eh sua amiga, mas que essa ovelhinha esta lindinha esta...olha a carinha dela que coisa mais doce...
Esse negocio de ficar dando a la para quem nao merece (yayayaya) nao da certo.
Um beijo querido e saudades.
Beijos a Carmencita.
MARY

 
At 3:39 AM, Blogger ««Ariadne»» said...

k linda esta la imagen con una flor en la boca de la cabrita

 
At 6:52 PM, Anonymous Anonymous said...

OLA MIXTU TUDO BEM COM VC AMIGUNHO NÃO CONSIGO ABRIR AQUI PRA COMENTAR SO CONSIGO EDIXAR COMO ANONIMA RSRS
http://abeladanoite.nafoto.net/
bjos grande
Meu coração insistiu p/ vir até aqui e derramar 1
“temporal“ de carinho em sua página...então...aki está...

´´´´¶¶¶¶¶¶´´´´´´¶¶¶¶¶¶
´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶
´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶´´´´¶¶¶¶
¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶´´´´¶¶¶¶
¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶´´¶¶¶¶¶
¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶ ´¶¶¶¶¶
´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶
´´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶
´´´´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶
´´´´´´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶
´´´´´´´´´¶¶¶¶¶¶¶¶
´´´´´´´´´´´¶¶¶¶
´´´´´´´´´´´´¶¶
♥                ♥
           ♥
       ♥ ♥
♥                ♥
           ♥       ♥          ♥
♥                ♥
           ♥
       ♥           ♥
♥                ♥
( `♥.¸*G*
`♥.¸ )**o*
( `♥.¸***s*
`♥.¸ )****t*
( `♥.¸*****O*

`♥.¸ )*M*
( `♥.¸**U*
`♥.¸ )***I*
( `♥.¸****T*
`♥.¸ )*****O*
( `♥.¸*******

`♥.¸ )*D*
( `♥.¸**E*

`♥.¸ )**
( `♥. **v*
`♥.¸ )***o*
( `♥.¸****c*
`♥.¸ )*****Ê ISTO É PARA MOSTRA TODO O CARINHO QUE TENHO POR VC DE VERDADE.
TEM POSTER NOVO VEM ME LER ESTOU ESPERANDO.BJOS GRANDE BELA DA NOITE

 
At 7:16 PM, Blogger Ines said...

Acho que a libreza ia gostar dos quadros do Malangatana! Já a princesa...
O que achas?

 
At 8:07 PM, Blogger Conceição Bernardino said...

Olá,

Melhores flores

As melhores flores e
Cores espalhadas em
Manchas
Largas de caminhos
Pisoteados marcados por
Anónimos passos

Poema do livro “Múltiplos de ti” da autora Marita Ferreira

É esta a flor que vos ofereço...
Bom fim-de-semana
Beijinhos Conceição Bernardino
http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com

 
At 8:48 PM, Anonymous libreZZa said...

de la cabra (copiado em letra-de-cabra...):P

"também poderia ter escrito de ter provado no deserto
o silêncio, o dilúvio

a pequena península de água
que o silêncio não enxuga"...

m´´éeeee

 
At 12:28 AM, Blogger MalucaResponsavel said...

Ola.. tu e as tuas historias... bj

 
At 5:09 PM, Blogger MaleNa said...

buen texto, para un domingo por la mañana.

no se xq me hace sonreir.

besos.

 
At 11:30 PM, Anonymous Xa said...

Holas Príncipe Mixtu ;-), deja las historias de lado y atiende el ganado eh????.Tengo la impresión de que no he captado bien el mensaje que encierra tu historia, debo estar muy espesa ( sin neuron)as).

Beijos inter...

 
At 1:18 AM, Anonymous Ana C said...

Histórias de cabras e pastores...
A sério fiquei surpreendida!
A sério, não, a rir :)))))
E como acaba, se é que as
histórias acabam?
Há alguma tranformação, alguma metamorfose como nos contos de príncipes normais?
Gostava que houvesse!
Volto para saber...

 
At 3:56 PM, Blogger missixty said...

Ainda as ovelhas??? Andas perguiçoso, ou emrabichado! eheheh

 
At 12:00 AM, Blogger Caiê said...

Manda esta texto para a Nova Zelândia e a coisa adquire um sentido completamente diferente! ah ah ah! Ou basta mandá-lo aqui para o meu tio Cabras que também serve. :)

 
At 2:34 AM, Blogger Zé Lérias said...

Gostei da pose da primeira "senhora", com a florzinha ao canto da boca, qual rufia (ou gay?) de Lisboa.
A segunda "senhora" também não está mal, mas aquela cabra, aposto, vai ficar com o principe. Vão ver!

Um abraço.

 
At 3:34 AM, Blogger Freyja said...

es un gusto llegar aqui a saludarte
hay sueños que logran y son principes y la vestimenta no importa
un abrazo y que estes muy bien, una linda semana
besitos


besos y sueños

 
At 11:48 AM, Blogger anatema said...

Amigo Mitxu: Muy bonita la historia que nos cuentas hoy.

Me ha hecho recordar la historia de otra cabra, "la de Manganeses" un pueblecito de la provincia de Zamora, donde, cada año, arrojan a una cabra desde el campanrio de la iglesia, ante al algarabía y regocijo del pueblo. Hoy, por fortuna, la cabra cae sobre una manta que sujetan los "quintos" del pueblo. Antiguamente no era así.Imagínate, la pobre cabra.

Creo que, tal hazaña, merece un post. Lo prometo.
Un abrazo.

 
At 2:04 PM, Blogger Lia said...

De alguma maneira recordei o "Pricipezinho" e a ovelha que queria guardar na caixa.

Mas ao pastoreares na serra deves quedar-te em devaneios, de tal modo que cabras e ovelhas se enamoram.
Até no reino dos animais há quem fique na sombra à espera de um carinho.

:S

Beijinhos

 
At 2:42 PM, Blogger Enfim... said...

lol.Ta boa eheheheh lol.bjokas

 
At 6:03 PM, Blogger aflores said...

Atenção aos lobos com pele de cordeiro ;);)

 
At 9:21 PM, Blogger Margarida Atheling said...

Meu caro Mixtu, parece-me que tens uma tarefa hercúlea! De facto, só para um príncipe/pastor (ou vice-versa)!
Que rebanho te calhou...!! ;)

Bjs

 
At 11:40 PM, Blogger sotavento said...

Vim estragar o 100 perfeito e estrear o 101 capicua!... :)

 
At 9:01 AM, Blogger bohemiamar said...

Um forte abraço.
Beijinhos.

 
At 9:16 AM, Blogger Conceição Bernardino said...

Olá,

Povo

Ò povo que trais sem saber
O corpo que cansada da luta não
Pode ver

Ò néscio que não tiveste
Quem a ti te ensinasse
A andar.

Ò triste que caminhas com os
Pés dos outros,
Sem saber no que estás a pisar!

Poema da autoria de LILIANA BARRETO do LIVRO POISEIS II

Desejo-te uma bela semana, na companhia deste belo poema que encantou os sentidos.

Beijinhos ConceiçãoB
http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com

 
At 12:20 PM, Blogger mixtu said...

This comment has been removed by the author.

 

<< Home

António Vega-Lucha de gigantes

_______________________________________________25.000 visitantes (Anterior counter),
ecoestadistica.com