Friday, January 25, 2008

O grande homem/mulher dos nossos países

O espaço ibero-americano é um espaço de tolerância, de cultura…
E os grandes homens (ou mulheres) referidos pelos amigos foram:
Cervantes, escritor, (España) (4 votos)
Lorca (España) (2 votos)
Picasso (España) (2 votos)
Alvar Núnez Cabeza de Vaca, descubridor, (España)
Nadal, desportista, (España),
Cristóbal Colon. (España)
Isabel la Catolica (España)
Francisco de Quevedo (España)
Jose de Espronceda (España)
Juan Ramon Jiménez (España)
Salvador Dali (España)
Miró (España)
Machado de Assis, escritor, (Brasil)
Frida Kalho pintora, (México) (4 votos)
Octávio Paz, poeta, México (4 votos)
Diego Rivera, pintor, México (2 votos)
Benito Juarez (México)
Carlos Fuentes (México)
Neruda, poeta, (Chile) (2 votos)
Padre Alberto Hurtado (Chile)
Gabriela Mistral, poeta (Chile)
Buesa (Cuba)
G.G. Marquez, escritor, (Colômbia) (3 votos)
Botero, pintor, (Colômbia)
Julio Cortazar, escritor (Argentino)
Che Guevara, combatente, (3 votos)
Camões, poeta, (Portugal) (8 votos)
Aristides Sousa Mendes, salvou 30 mil judeus do holocausto (Portugal) (6 votos)
Fernando Pessoa, poeta (Portugal) (6 votos)
Afonso Henriques, rei, (Portugal) (5 votos)
José Saramago, (Portugal) (2 votos)
Padeira de Aljubarrota (Portugal) (2 votos)
D. Sebastião, rei (Portugal)
Salgueiro Maia, revolução dos cravos (Portugal)
Paula Rego, Pintora (Portugal)
Graça Morais, pintora (Portugal)
Rainha Santa Isabel, (Portugal)
Bocage, (Portugal)
Florbela Espanca (Portugal)
Todos formamos parte de un país… un país hecho de hombres y mujeres,
Quién ha sido (en vuestra opinión) el más grande español, portugués, mexicano, etc.

152 Comments:

At 12:34 AM, Anonymous Anonymous said...

Por mim, só voto se abrires o concurso às mulheres.
É que os homens, como não os compreendo, não os amo nem os temo. (assim dizia D. João V em relação aos nobres; vês... tem tudo a ver, basta ler nas entrelinhas!)

 
At 12:37 AM, Blogger Caiê said...

A grande portuguesa foi a minha avó, pá, sem tirar nem pôr... mas como ela tinha lá para dentro uma misturada de sangues, nem te sei dizer se era bem portuguesa... ;)

 
At 12:46 AM, Blogger anatema said...

Mi querido Mixtu:

Qué podría decirte yo de los grandes de España?

En cada español hay un rey y en cada mujer una reina.

Pero como no voy a dar nombres, el gran español o española es aquél o aquélla que sabe pensar sin que le ayuden. Es decir: en España hay ahora mismo una pléyade de gentes que sin adscribirse a ninguna ideología caminan por la vida con seguridad en sí mismos y con las ideas muy claras, sin que nadie les lleve de la mano.

Un saludo amigo.

 
At 12:47 AM, Blogger anatema said...

Vuelvo para decirte, que mi padre era así. Un gran hombre.

 
At 12:48 AM, Anonymous Anonymous said...

Se insistires num homem mando o voto para o Viriato, que era pastor e levava as ovelhas ao monte para as apascentar. Seguramente precisava de um cajado robusto para se aguentar nas subidas!

 
At 12:51 AM, Blogger mixtu said...

Estou feito... o meu avó, o meu pai, ninguém me leva a sério.. às tantas é por causa da fotografia... mas é a única que tenho onde não pareço "Toino"...
Ora bolas... vou para os copos, é que daqui a bocado aparece que é o meu marido ou a minha esposa...
Fui... para nunca mais voltar...

 
At 12:59 AM, Anonymous Anonymous said...

ai aquele és tu???
herdeiro em linha directa do grande lusitano.
com as ovelhinhas ali encostadinhas à zona que fica mais ou menos ao nível do quadril, ao pé da extensão que leva o membro inferior para trás do plano frontal, dos extensores e do ísqui-tiberal que activa o glúteo maior...
bem te vejo...

 
At 1:26 AM, Anonymous Anonymous said...

Hola Mixtu , me he quedado pensando en un grande de Chile mmmm,
Pues mi padre y mi madre :-D para mi son lo mas grande...
Un besooooooo

 
At 1:28 AM, Anonymous Anonymous said...

Hola mi querido Mixtu , pues la ratona ya ha contestado por mi ya sabes vestimos la misma piel :-)
Un abrazo a la distancia y un besoooooooooooooo...

 
At 1:37 AM, Blogger luci said...

finalmente temos o prazer de te ver! e com bom aspecto, aliás!!!

estás apenas um pouco façanhudo na preocupação de manter o ar terníssimo das tuas protegées (isto é francês, traduzindo...
das tuas ovelhas...)( convém dizer, aliás, que conseguiste! tão mas tão meigas e bem dispostinhas!)

pessoalmente não tenho referências. não gosto de pessoas importantes.
apetece-me logo desimportá-las. desimportantá-las.

pois. não vejo onde buscar pessoas importantes nem a pensar com muita força!!!

...e porque não? talvez TU mesmo. podes ser tu? sim? é que agora com a foto tudo fica mais fácil!

(os pastores não estão excluídos e são importantes, certo?)

 
At 4:08 AM, Anonymous Anonymous said...

que interesante tu propuesta mixtu...creo que me vienen a la mente personas comunes, cotidianas, no recocidas, profesores, amigos, amantes...que son mexicxanos y que son grandes personas....heroes anonimos

pero si de personas "publicas" se trata, no se, yo diria que octavio paz, el poeta....diego rivera, frida kalho...

un beso amigo!!!!!

 
At 4:13 AM, Blogger AZUL said...

Para mi el más grande de mi país...mi abuelo !! :D

Mil bikos ;)

 
At 7:45 AM, Anonymous marian said...

Es dificil Mixtu, dar un nombre... en realidad, la historia de un país la hacen los hombres sin historia... todos esos héroes anónimos.
Un besín

 
At 7:48 AM, Blogger blugaridades said...

Grande português?
Ena pá! Há tantos! Responder-te-ei depois. Agora o tempo é escasso. Mas queres o grande português que tenha posto o interesse do país à frente dos seus próprios interesses?
Bem, Viriato não era português, por isso esse está excluído. Vou pensar e depois voltarei. Ainda hoje.Prometo!
Beijo do sul

 
At 8:47 AM, Blogger sotavento said...

Nem sei que te diga, porque, infelizmente, qualquer grande português que se preze, está morto!... :)

 
At 3:01 PM, Blogger sensual said...

O grande português, quem afinal inventou Portugal e foi o 1º português?
D. Afonso Henriques. Pelo seu longo e excelente reinado.

O Beijo.

 
At 3:03 PM, Blogger sensual said...

E concordo com a exumação das ossadas do seu túmulo na Igreja de Santa Cruz.
Será que tinha mesmo 1, 90m de altura?

 
At 3:48 PM, Blogger blugaridades said...

Grande português?

Teria havido algum grande português se muitos outros mais pequenos não tivessem unido os seus esforços para que esse pudesse tornar-se grande? Penso que os grandes são fruto da acção concertada de um grupo organizado e com uma só vontade que o apoia incondicionalmente. Em muitos momentos da História de Portugal muitos nomes sobressaíram mas o grande português é sempre o Povo. Não é ele quem mais ordena?
Eu conheço o pastor da fotografia!jajajajaja
beijinhos

 
At 5:40 PM, Anonymous Credendo Vides said...

Veamos, he estado leyendo todos los comentarios para ver si a alguien se le ocurría un grande de España, pero veo q todos piensan lo que yo, es difícil dar un nombre (exceptuando los abuelos, padres y demás), así q si pongo eso yo también además de quedar poco original, no te aportaré ninguna novedad no?.
Para mí, ahora, es Nadal, me encanta como juega al tenis y como lleva a España por bandera allá donde va. Verdad q es una respuesta tonta? pero a mí me gusta ese juego.
Saludos desde el Inframundo.

 
At 6:24 PM, Blogger Maria P. said...

O grande português?!...vou pensar, depois volto.

jinho

 
At 6:40 PM, Blogger Freyja said...

para mis padres independiente que se venga de generaciones anteriores
y me siento orgullosa de eso
gracias por tus saludos
que estes muy bien, besitos a Carmencita
un abrazo



besos y sueños

 
At 8:15 PM, Anonymous Anonymous said...

Amigo, Mixtu!

Que desafio!

Temos que considerar ainda que a história de Portugal e Espanha é tão entrelaçada como a da América Latina. Portanto, historicamente, formamos um grande nação ibero-americana.
Se fôssemos seguir a linha das artes, poeríamos citar Camões, Picasso, Cervantes, Machado de Assis, Neruda, G.G. Marquez, Botero, e por aí vai.
Há ainda as figuras históricas, que são confundidas pelas memórias de quem a conta. Telvez maiores heróis foram os nativos das Américas que acabaram por render-se a invasão de nossos antepassados.
Tenho um carinho especial por Cabeza de Vaca. Vale um post! Conheces? Naufragou na costa da Flórida nos idos de 1500, andou pelo continente por 9 anos até o México, depois foi nomeado pela coroa espanhola para defender Asunción no Paraguay e, de quebra, encontrar o caminho do Eldorado para o alti-plano Boliviano e peruano, o que nunca conseguiu. Acabou por encontrar caminhos perdidos dos Incas até o Atlântico, por dentro do Brasil e caminhos para o "mar interior" que hoje conhecemos com Pantanal ou Chaco.
Em resumo, voto em Alvar Núnez Cabeza de Vaca: veja mais aqui no wikipedia:
http://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%81lvar_N%C3%BA%C3%B1ez_Cabeza_de_Vaca

 
At 9:33 PM, Blogger Leodegundia said...

No creo que encuentres un personaje al que todos los de un país tengan por el mas grande ya que cada persona ve a los personajes históricos según sus ideas, así que será mejor que tú escribas sobre alguien y luego los lectores te demos nuestra opinión.
Un abrazo

 
At 9:48 PM, Blogger Maria P. said...

Já escolhi:

D. Sebastião - escapou num dia de nevoeiro (esperto) e ainda é O Desejado!


beijos*

 
At 11:17 PM, Anonymous cristina said...

Se não fosse D. Afonso Henriques, Portugal não seria Portugal.
Se não fosse D. Afonso Henriques, eu não poderia ter o orgulho de ser portuguesa.

Foi um sonhador, teve um sonho de criar um reino que de muito pequenino a todo o mundo chegou.
Para além da terra, para além do mar, a cultura portuguesa está hoje em todos os cantinhos do planeta.
Graças a este importante, grandioso, o grande e primeiro herói português.

 
At 12:35 AM, Anonymous Anonymous said...

sabes mixtu, somos um povo de heróis: é porta sim, porta sim.
vamos lá por partes para organizar o pensamento: reis cavaleiros, albuquerques carniceiros, poetas zarolhos, comentadores televisivos omniscientes...
mas cá p'ra mim há um que bate aos pontos tudo o que é pós-moderno: o homem que escreveu "A arte de bem cavalgar toda a sela".
Já te apercebeste da ciência contida nesta arte?
Ui... uma mulher até se arrepia só de pensar que se o D. Duarte fosse vivo morria de espantação quando percebesse que hoje as cavalgaduras são eles!

mas dá-me mais uns dias... hei-de aprofundar a coisa e volto com mais satisfação.
Vou exporar a área das sufragistas para ver se alguma tem cara de heroína... elas eram um tanto cheiinhas de busto, mas uma mulher quer-se ro-busta!

 
At 4:16 AM, Blogger Beba Newmann said...

Hola, pasaba a saludarte :)
y me queda decir que viva el Perú
:D

Saludos

 
At 10:45 AM, Anonymous Anonymous said...

Pois, esta é difícil... eu aposto no Camões! Imaginação não lhe faltava!
Bjs.

 
At 10:56 AM, Blogger anjoedemonio said...

queria-te dizer que amei a frase do post anterior!!!!


grandes portugueses??? portuguesas???

tenho que pensar. Bom fim de semana!

**:)))))))

 
At 2:00 PM, Blogger Gracinha said...

Os maiores...Portuguese, esponhóis, somos todos vizinhos!
Beijinhos e bom fim-de-semana.

 
At 6:53 PM, Anonymous Anonymous said...

Nesta não entro!!!!!

...e os 10 mais da blogosfera...

 
At 8:30 PM, Anonymous natalia (cenicienta) said...

buff, yo tampoco soy capaz de darte ningun nombre... creo q Cervantes fue importante.. pr no sé si decir q el más grande de España.. ya nos contaras.. me parece un post interesante.. besos

 
At 11:42 PM, Blogger aflores said...

Olha...nem sei que te diga. Pelo menos "Os Dez Mais" que escolheram no Programa (e iniciativa) da RTP estão todos mortos :(:(
Mas, para não ficares triste, escolhe-te a TI!!!!! Valeu?

 
At 2:24 AM, Anonymous Xa said...

Planteas un tema complicado, depende de muchos factores, ideologías, etc.

Para mí una persona es grande cuando el corazón puede a la razón, cuando es solidaria, cuando ama incondicionalmente. Mi valoración va en función de sentimientos, ahí encuentro la grandeza, no en el poder, la riqueza...
Un abrazo.

 
At 1:22 PM, Blogger wind said...

Gargalhadas, estás muito bem na foto.lololol
Um grande português foi Camões que a nado salvou os Lusíadas:)
beijos

 
At 3:25 PM, Blogger Caiê said...

Sabes lá se a minha avó foi uma figura histórica... Ah ah ah! :)

Não foi, não. Mas olha lá, o que não é "histórico" não é sério? Olha que a História não é feita de modo tão objectivo como possas pensar... eh eh eh!

Bom, mas respondendo ao teu apelo lá no blog... Teria de escolher algum navegador ligado aos Descobrimentos. É que, naquele tempo, as navegações eram uma autêntico feito - não havia GPS nem os intrumentos de hoje em dia. Ah ah ah! Foram feitos extraordinários e uma aventura que requeriu tomates! :) :)

Na contemporaneidade, escolheria o Salgueiro Maia, porque a Liberdade é o valor mais alto que temos. :)

Um ponto a referir, caro Mixtu: porque raio é que a História raramente refere as mulheres? É muito difícil uma mulher ficar com o seu nome na História, porque os que a escrevem são homens. Ah ah ah!

 
At 6:10 PM, Anonymous escorpyana said...

Ah puxa será que aqui no Brasil tem,não consigo lembrar de ninguem agora..rs.Se lembrar volto aqui,mas espero que seu fim de semana seja delicioso.
beijussssssssss

 
At 9:44 PM, Blogger MalucaResponsavel said...

Nao é ousado escolher o Gd Portugues, qd se tem mais de 800 anos de historia, ja para nao falar do lendario Viriato. bj

 
At 10:00 PM, Blogger Joana said...

sem dúvida o meu tio zé=) mas como não o conheces não podes publicar algo sobre ele... é pena... quanto a figuras conhecidas não me ocorre ninguém em particular... se me lembrar venho cá dizer...
bjinhos

ah... estou de volta=)

 
At 11:09 PM, Blogger Luna said...

Dificil a tua pergunta, pois para mim alguem grande, é alguem simples tipo Madre Teresa de calcuta, alguem que põe de parte a sua individualidade e se entrega a ajudar os mais desprotejidos, sem nada esperar em troca, no nosso país há ou existiu alguem assim?.
beijos

 
At 12:24 AM, Anonymous Anonymous said...

Sin duda creo que todos conocemos a esos grandes hombres y mujeres, en nuestras casas, en nuestras colonias, en nuestros paises y a travez de internet también se llegan a conocer, yo tengo la suerte de conocer a muchos en cada uno de los blogs que visito y aunque no los conozco fisicamente, ni siquiera por voz, los conozco por su escritura, por las cosas que va destilando su alma, sus sentimientos, sus pensamientos, ahi estas siendo GRANDES en todo momento y muy afortunada me siento de leerlos y de que compartan conmigo su sentir, sin duda querido Mixtu tú eres uno de ellos, eres un "Gran Hombre".

Besos y un abrazo con mucho cariño.

 
At 1:40 AM, Anonymous Anonymous said...

Pois para mim, o maior português foi um visinho meu que media dois metros e vinte e um (o UM é só pr'árredondar) lolol

Continuo fan deste espectacular Blogue.

Desejo-te um resto de semana muito feliz, extensivo a todos os que me precederam e aos outros que hão-de vir...

 
At 10:48 AM, Anonymous Anonymous said...

Para mim fernando pessoa. kiss

 
At 12:15 PM, Blogger Mourinho said...

Grande português???

Hummm temos tantos...Somos todos tão bons... nisto ou naquilo,que é quase impossível descrevê-los.
Mas,como tenho muito orgulho no meu país vou par D.Afonso Henriques,e voltando ao mas...Fascina-me a história de "Alves dos Reis"tem passado,tantas vezes na TV, que já tenho a impressão que o conheço de qualquer lugar.

Por de trás de qualquer grande português, há sempre uma grande história.

Os meus cumprimentos.

 
At 1:01 PM, Blogger El Navegante said...

Aló Mixtu aeeeeee !!!
No voy a aceptar más críticas de meu protunhol, estoy muyofendido, por eso ahora ve y pídele ayuda a tus traductores oficiales (pareces un Rey)para entenderme.
Y para que veas que no soy rencoroso del todo, no te escribo en lunfardo porteño.
(no te chamuyo al berre para que el balero lo tengas pipí cucú ya ya ya ya ya)
Exclente idea la tuya, t epido un tiempito par armar una síntesis,si no esta´ria ocupándote media memoria de comentarios, con mi horrible poder de síntesis.
Muchas, muchas, pero muchísimas gracias por el coemnatrio que me has dejado,lo ha reconfortado mucho al portagonsita , ya le hice lelgar tus conceptos, y quedó conmovido, ya que está atravesando un momento muy duro,companheiro.
Aquele abraço e obrigado pelo mail mesmo.
Beijín para a Carmencita, faz muito que nao escrebe nada para vc neste blog, qué pena.

 
At 3:36 PM, Blogger Ni said...

This comment has been removed by a blog administrator.

 
At 3:39 PM, Blogger Ni said...

...

O povo de Luso... os Lusíadas... O POVO português.
...

Sabes, amigo pastor, eu sou uma 'camponesa'... na cidade - Lembro-me da canção do Rui...'Sei de uma camponesa'... :)- e enquanto (me) cultivo... às vezes penso nestas coisas.

Não há UM ou UMA figura que admire, excepto a colectiva... TODO o povo português, o verdadeiro herói, que permitiu (com a sua ousadia, arte e engenho) que certos nomes fizessem História.

Quem é o Herói d'Os Lusídas? (Pergunta básica)... é Ele, o Povo. A gente Ousada... seja no mar, na pastorícia, no meio de papoilas ou de livros.

Somos todos nós.

Sorriso.

Beijo

Ni*

 
At 4:19 PM, Blogger Alba said...

Tardeeeeeeeeeeeeeeee...
Bem se quiser uma grande mulher... eu sou tá? Apesar de que na altura não sou t~~ao grande assim... rsrsrs
Beijão

Alba

 
At 5:16 PM, Anonymous Anonymous said...

La Mujer mas Grande de todos los tiempos... La Madre Teresa de Calcuta...
Fue una santa contemporánea, la síntesis de una vida de espiritualidad con un compromiso social, que compromete a los laicos y al propio clero....fue un signo muy fuerte del amor de Cristo por la humanidad.
Toda la vida de esta gran mujer fue la brillante encarnación de servicio a grandes ideales humanos de bondad, compasión, generosidad y fe.Una reina de la caridad...
Saludos
Olvido

 
At 5:38 PM, Anonymous Anonymous said...

Hola mixtu, bueno para mi no hay un gran hombre o una "gran mujer" (este detalle te faltó jejeje)en mi país, no tengo esos fanatismos, para mi ha habido grandes hombres y mujeres en cada época, en cada etapa,en cada transición.Los movimientos, como los paises son el producto o resultado de una gran colectividad, un gran hombre, no deja de ser un grano de arena en el desierto. Muchos besos

 
At 5:40 PM, Anonymous Anonymous said...

En los paises, el carácter generalizado de los pueblos, hace que evolucionen o se estanquen, porque ellos constituirán el resugir del mañana.Besos

 
At 11:28 PM, Anonymous Anonymous said...

Olá Mixtu:
Parece que D. Afonso Henriques era muito alto 1,90 foi ele quem fundou Portugal e o seu reinado foi um grande reinado.
De qualquer modo o cantor da Gesta foi Camões e o dia do seu nascimento chama-se Dia de Portugal e das Comunidades de Lingua Portuguesa, afinal a nossa Pátria, por isso escolho Luís Vaz de Camões.
O pastor da foto é um belo representante da raça lusa (lol)
Beijo

 
At 11:49 PM, Blogger Kalinka said...

E…
aconteceu o jantar da comunidade blogueira.
Telefono e encontro-os ali na esquina
Apresentações, trocas de palavras
Confessionário do Dilbert, FairyFolk,
Choninha e marido.
Frio, muito frio, convida:entra no carro
Esperamos…
mais um telefonema
Todos querem saber como lá chegar
Todos ansiamos pelo encontro
Uns já lá sentados à mesa enorme
Esperando e questionando-se:
Quem são os novos bloguistas?
Da curiosidade fez-se realidade

...continuação lá no kalinka.
Beijos e abraços.

 
At 12:01 AM, Blogger Memnoch said...

Podría decir, cervantes, saavedra o mil nombres ilustres... pero no, no en esta ocasión. Lo más grande de españa es la gente que vive en ella, cuando se une por una misma causa, justa y honrada. El pueblo español es grande e ilustre, cuando se quita la venda de los ojos y afronta al miedo de los que amenzan con sangre contra la paz.
Salu2 company

 
At 12:35 AM, Blogger La tournée du CHAT noir said...

Derriére um grand portugais il y a une portugaise!!!

Mais pour moi c'est toi,vu que mon pére n'es pas portugais :),non MIGUEL TORGA ...c'est lui

 
At 1:09 AM, Blogger ::: Isis ::: said...

De mi país... el Padre Alberto Hurtado... un ejemplo de persona y su obra se conserva hasta el día de hoy.. a logrado trascender en el tiempo.

Creo que él es un gran hombre de nuestra historia como Chileno.

Saludos.-

 
At 3:11 AM, Blogger Pitufina said...

Por su aporte cultural....

CIEN SONETOS DE AMOR
(1959)
xxv
.
Antes de amarte, amor, nada era mío:
vacilé por las calles y las cosas:
nada contaba ni tenía nombre:
el mundo era del aire que esperaba.
.
Yo conocí salones cenicientos,
túneles habitados por la luna,
hangares crueles que se despedían,
preguntas que insistían en la arena.
.
Todo estaba vacío, muerto y mudo,
caído, abandonado y decaído,
todo era inalienablemente ajeno.
.
Todo era de los otros y de nadie,
hasta que tu belleza y tu pobreza
llenaron el otoño de regalos.

Pablo Neruda.

Abrazos y besos para tí y Carmencita.

Soledad.(?)

 
At 4:29 AM, Anonymous BELA DA NOITE said...

ola MIXTU vim agradecer ao seu carinho na minha pag http://www.maliciasdeumamulher.blogger.com.br .alias te convido pra ler meu poste novo no http://abeladanoite.nafoto.net/ ,e tb vim avisar que não to postando no MALICIAS DE UMA MULHER pois estou com dificuldades com a globo.com sao tantas propaganda que a GLOBO faz , que me bloqueou a canta já paga ,tenho que esperar eles me liberar.a conta,já passei ate um fax sobre as contas págs.. isto já fá 1 semana pode isto ,enquanto isto uso a conta da minha amiga e irmã ´Lú lopes que o provedor dela e a UOL , bom irei fazer o que minha irmã tb do coração a AFRODITE me disse pra entrar com um processo de perdas e danos ,contra a GLOBO.COM , e isto que irei fazer amanha .. como dizem o barato sai caro kkk mas desejo a vc um lindo começo de semana beijos grande meu pra vc.. da amiga BELA DA NOITE..
estou esperando sua linda visita no meu cantinho .
como pôster sobre SEXO ORAL...

 
At 8:09 AM, Anonymous Anonymous said...

Como no creo en los paises,ni en las fronteras.Hago mio al che guevara
buena semana
salu2

 
At 2:10 PM, Anonymous Anonymous said...

Puede que el ó la grande en España sea anónimo.

Un abrazo.

bohemiamar.

P.D. Ven a ver algo fantástico!!

 
At 4:39 PM, Anonymous Anonymous said...

no se cual podria ser un gran personaje de mi pais
es dificil
volvere para leer los grandes personajes de los diferentes paises

besos

 
At 4:39 PM, Anonymous Anonymous said...

Cualquier personaje que abrío un arco iris en su corazón fue alguien grande para su país
Besitos Mixtu

 
At 4:45 PM, Anonymous Xa said...

Hola, ya pasó la tormenta de nieve ha dejado un precioso paisaje a su paso, ya sabes donde puedes verlo ;-).

Ven con audio y salvoconducto :-O

Beijos internacionales.

 
At 5:12 PM, Anonymous Anonymous said...

Bueno, yo creo que en mi país (México) han existido muchos, me costaría trabajo describirte a todos los escritores que admiro, incluso a políticos... me espero a ver las listas de los demás jeje

besos y excelente semana!

 
At 5:13 PM, Anonymous Anonymous said...

Cualquier persona que sabe superarse, que evoluciona, aprende, descubre mundo y sabe mirar a las personas por lo que son, por encima de cualqueir prejuicio, y no por lo que parecen es un grande para mí. Sea del país que sea :).

 
At 12:14 AM, Anonymous Anonymous said...

grandes somos todos que cá andamos... de pé!

 
At 12:28 AM, Anonymous Anonymous said...

Hola Mixtu, solo pase a dejarte un abrazo.

Besos.

 
At 12:22 PM, Blogger francis said...

Vou aproveitar para dizer agora da minha justiça uma vez que tens poucos comentários (Só 67, he,he,he).
Essa do Google é fixe. Se ainda não conheces vai lá, escreve "politico honesto" e carrega na opção "sinto-me com sorte" :-))) Vais ver o que acontece!!!
O maior português de sempre, obviamente, não existe. Existem uma série de figuras que foram importantes durante uma determinada época... e não estou a falar do Professor Oliveirinha. Aliás não compreendo como é que criminosos podem ser candidatos ao prémio. Enfim. Estamos em Portugal e tudo é possível.
P.S. Perdoa a APC, ela não resiste a corrigir. Digamos que é mais forte que ela. No entanto é uma rapariga 5 estrelas... (Bom, talvez 4 e meio!!! :-)))

 
At 9:20 PM, Anonymous Anonymous said...

Os dejo un saludo y mis besos viajeros

Nat

 
At 10:25 PM, Anonymous Anonymous said...

Es curioso, para muchos de nosotros, los grandes, no vienen en los libros de historia.
Porque para mí, los más grandes también son mis padres!

 
At 11:15 PM, Anonymous Anonymous said...

Querido Mixtu

Já Voltei:))

O meu comentário de hoje, tem que ser assim um simples – olá e um muito sentido – obrigada – pela visita na minha ausência.

Isto é para eu ter tempo de visitar a todos.

Beijos com muito carinho

 
At 12:48 AM, Anonymous Anonymous said...

Para quando novo poste?
Um abraço

 
At 1:39 PM, Blogger segurademim said...

... o grande português? é mix tu!!!

ganda novidade

beijo grande ;)

 
At 3:07 PM, Anonymous Anonymous said...

Ora caramba, serei a unica pessoa que levou este post a sério??? Tenho que rever o meu sentido de humor!!!

Grandes Portugueses? Aristides de Sousa mendes! Se foi ou não o maior português nao sei, mas foi certamente um homem que tomou atitudes admiraveis na existência! So não é tão conhecido como o Schindler porque nasceu em Portugal e a historia dele nao foi descoberta por nenhum produtor americano!

Grandes Franceses? Sem duvida alguma Abée Pierre (Fundador do Emmaus) porque foi a unica pessoa que conheci que viveu em conformidade com o que apregoava: generosidade, partilha e humildade! Raro, não??

De resto acho que o inventor da maquina de lavar roupa, independentemente do pais de onde era originario; merecia ser beatificado:):)

Um abraço!

 
At 6:59 PM, Blogger Cucagaio said...

Só há uma resposta possível AFONSO HENRIQUES, pois sem ele não havia Portugal, e não estavamos a ter esta discussão.

 
At 10:39 PM, Blogger mixtu said...

Como não podia deixar de ser... o meu voto:
Sem qualquer dúvida: Aristides de Sousa Mendes que não tive a oportunidade de conhecer mas que desde miúdo, o meu pai e outras pessoas falaram-me deste GRANDE PORTUGUÊS... como o Sr. Dias fazia a letra pequena nas certidões para ele pagar menos no notário e como com o pouco que tinha... ainda dava para muitos pobres de Cabanas de Viriato. Para quando a recuperação da casa do Passal?

E para quem não conhece este GRANDE HOMEM, deixo aqui este texto do site da RTP:

Aristides de Sousa Mendes foi o "Schindler português" muito antes de o alemão começar a sua actividade humanitária em prol dos judeus. Atendendo à verdade histórica, Oskar Schindler é que foi o Aristides alemão.

De uma coisa ninguém tem dúvidas: Aristides de Sousa Mendes é um dos maiores símbolos nacionais da II Guerra Mundial. Foi o homem como metáfora do humanismo. Em 1940, Aristides era cônsul de Portugal em Bordéus e, indo contra uma directiva expressa de Salazar para não se concederem vistos a refugiados que quisessem atravessar a França para chegar a Portugal, desobedeceu e passou 30 mil vistos. "Na vida de cada pessoa há uma ou outra oportunidade para se revelar, para mostrar aquilo em que acredita e levar isso até às últimas consequências", diz D. Manuel Clemente, bispo auxiliar de Lisboa. "Ele revelou um sentido de rasgo, um sentido de risco."

No século XX português não há outra figura que tenha mudado tanto - objectiva e materialmente - a vida de milhares pessoas. "Ele representa a desobediência justa", refere António Costa Pinto, historiador e professor do Instituto de Ciências Sociais. "É o exemplo de solidariedade. A sua figura é muito associada ao humanismo do século XX."

No momento crucial da vida na Europa e no mundo, Aristides de Sousa Mendes foi capaz de distinguir o essencial do acessório. "Percebeu que não poderia ficar indiferente à sorte de milhares de pessoas que foram aparecendo no Consulado de Portugal em Bordéus", diz José de Sousa Mendes, sobrinho-neto de Aristides.

Nascido numa abastada família de antigos fidalgos de província, de Cabanas de Viriato, perto de Viseu, Aristides e o irmão gémeo cursam Direito em Coimbra e seguem a carreira diplomática. Perseguido pelo regime sidonista e a I República em geral, após o golpe de 28 de Maio de 1926 é colocado em Vigo, num posto prestigiante e de confiança. A seguir é transferido para Antuérpia, outro posto de confiança, onde ficará nove anos. Com 50 anos é o decano do corpo diplomático.

Em 1938, após Salazar recusar o seu pedido para permanecer na Bélgica, é colocado em Bordéus. Em 1939, com o rebentar da II Guerra Mundial e, em 1940, devido à invasão da França pelas tropas alemãs, milhares de refugiados fogem para sul. Os jardins do Consulado e as ruas vizinhas servem de local de acampamento a milhares de pessoas, das mais variadas nacionalidades, sobretudo judeus, que fogem da perseguição nazi, mas também gente que foge somente da guerra.

Com a proibição de Salazar - que além de presidente do Conselho de Ministros era ministro dos Negócios Estrangeiros - de se passarem vistos a refugiados, sobretudo a "israelitas", Aristides de Sousa Mendes segue a sua formação humanista e católica e desobedece. Passa (com dois dos seus filhos mais velhos) milhares e milhares de vistos àqueles fugitivos, entre os dias 17 e 19 de Junho de 1940. Terão sido passados cerca de 30 mil, nesses escassos dias. "Concede vistos sem olhar a nacionalidades, etnias ou religiões. Graças a ele, Portugal ficou na história como um país que apoiou os refugiados durante a II Guerra Mundial", lembra a historiadora Irene Pimentel. "Aristides marca de forma indelével a história de Portugal porque permitiu reconciliar-nos com a nossa dignidade. Mais do que qualquer outra pessoa da sua época, dignificou o que era ser-se humano e ser-se português", diz Fernando Nobre, presidente da Fundação AMI.

O mais atraente na história de Aristides de Sousa Mendes é ele ser uma espécie de herói vulgar, que está preso "apenas" à sua consciência. Quando se deu a ocupação do Consulado, fechou-se num quarto para reflectir o que deveria fazer. Numa alucinante inquietação, ficou apenas ele e o seu dilema: respeitaria as ordens superiores - o que, aliás, havia feito toda a vida - ou responderia à sua consciência? "Aristides de Sousa Mendes era um homem vulgar, um funcionário ordeiro, com mais de 50 anos e 12 filhos, que nunca se tinha oposto ao regime ditatorial existente em Portugal", conta o jornalista Ferreira Fernandes. "Mas naquela hora respondeu à sua consciência. E isso foi extraordinário."

Continuando a desobedecer às ordens superiores, provou que não tinha vocação de capacho. Pela inacção dos colegas de Bayonne e de Hendaye, desloca-se a estas cidades nos dias seguintes e ele próprio emite mais alguns milhares de vistos. "Segue a sua consciência humanista universal", refere Medeiros Ferreira, historiador e professor universitário. "Opta nitidamente pela desobediência civil. Opta por salvar aquelas milhares de pessoas que estavam nas escadarias do Consulado à espera de um visto salvador."

As perspectivas dos seus actos não se limitavam a ser sombrias. Excediam em perigo mais do que a imaginação humana pudesse conceber. "Fez tudo o que estava ao seu alcance, mesmo que isso lhe custasse a carreira, a vida e o bem-estar da sua família", conta José de Sousa Mendes. No dia 24 de Junho recebe um telegrama de Salazar ordenando-lhe o regresso imediato a Lisboa. "Enfrentou a ira de Salazar, que não podia permitir que um diplomata desobedecesse às suas ordens", relata Irene Pimentel. Após 32 anos de serviço, Aristides de Sousa Mendes (com uma família de 12 filhos) é demitido compulsivamente sem direito a qualquer reforma ou indemnização. Além disto, é interditado de exercer advocacia e os filhos de frequentarem a universidade. O irmão também é demitido do serviço diplomático. A sua vida estilhaça-se por completo: desmorona-se em prol de um ideal. "Mas quem atinge assim o pico, atinge a glória", afirma D. Manuel Clemente.

Há uma grande presença de Deus na sua vida. O cônsul coloca o seu catolicismo acima de tudo. "Viveu a vida como responsabilidade, a vida como encargo, a vida como compaixão. Actuou de maneira exemplar na história portuguesa e da Humanidade", resume D. Manuel Clemente. Foi um homem conservador, que se adaptara ao regime do Estado Novo, e que levou o seu cristianismo até às últimas consequências.

Alberga no seu palácio de Cabanas de Viriato muitas famílias de refugiados, hipotecando para o efeito todo o recheio. Já na miséria, é auxiliado pela Comunidade Israelita de Lisboa a partir de 1941, sendo muitos dos seus filhos chamados por aqueles que haviam sido salvos, sobretudo a partir dos Estados Unidos e do Canadá. "Aquilo que mais admiro foi a capacidade de ter aguentado a vida nos quase 14 anos que se seguiram àquele acontecimento", sublinha José de Sousa Mendes. "O seu mundo desabou totalmente."

Em 1945, terminada a Guerra, tendo feito uma exposição para tentativa de reapreciação do seu processo, não recebe resposta. A situação de miséria agrava-se. Em 3 de Abril de 1954 morre, no Hospital da Ordem Terceira, em Lisboa, desonrado e sozinho (os filhos já tinham todos emigrado para a América), acompanhado apenas por uma sobrinha.

Ainda hoje a figura de Aristides de Sousa Mendes é controversa. "A nível da diplomacia, há quem diga que o dever de obediência deveria estar acima da sua atitude humanitária", conta Irene Pimentel. "Eu acho que não. É precisamente nestas alturas que se vê a postura dos seres humanos." Pormenor importante: por incrível que pareça, Aristides de Sousa Mendes só foi reabilitado nos anos 80 do século XX - e muito por pressão exterior. Foi primeiro elogiado nos Estados Unidos e em Israel. É considerado o justo entre os justos.

"Em 1987, reencontrei um dos filhos dele que emigrou para o Canadá, numa homenagem a Aristides, na Alameda dos Justos, em Jerusalém, onde há uma árvore dedicada a cada um dos justos que ajudou os judeus durante a guerra. Fomos convidados para regar essa árvore", conta, emocionado, José de Sousa Mendes. "Aristides não tem um monumento em Portugal. Mais do que um monumento, deveria haver simplesmente uma lei que dissesse: 'A nuvem - aquela coisa efémera -, a nuvem mais bonita em Portugal, todos os dias, deveria chamar-se Aristides de Sousa Mendes'", remata Ferreira Fernandes.

 
At 10:54 PM, Anonymous Anonymous said...

Todas essas personagens foram omportantes, porque escolher só uma?E porque a padeira de Aljubarrota não está incluída? Assim como a Rainha Santa Isabel?Uma patriota, outra amiga do povo!Também não merecem?E porque nao personagens mais contemporaneas,jose saramago,Clemente pais?
Resumindo, apesar de o nosso país estar uma desgraça, não foi certamente por falta de grandes homens ou mulheres....
Aquele na foto és mesmo tu??? Grande pastor me saiste, ehehehehe
beijos

 
At 11:36 PM, Blogger AZUL said...

Buen inicio...de semana Mixtu gracias por compartir estas cosas con nosotros!!!

Mil bikos :D

 
At 11:36 PM, Anonymous Anonymous said...

Pues yo amo al mundo entero y a esos grandes personajes que a lo largo de la historia han enriquecido nuestra existencia.

Amo tanto a mi México... tan orgullosa estoy de mi tierra y de sus hombres, mujeres y niños... si... aquellos que no tienen lugar en la historia.

Un beso

 
At 12:11 AM, Anonymous luci said...

( pois. não te consideras pessoa grande-grande pessoa...não te contaste...e olha que tinhas alguns votos!)

ocorreram-me grandes vivos. artistas... pensei logo
paula rego

depois a segunda primeira segunda:

graça morais.

a que tem uma aldeia na cabeça e a amplia apaga acende expande ao infinito.
a pintora sacada à terra por instantes apenas. para ser sombra luz sombra acesa...

e tão bela por ter encontrado o segredo das outras mulheres todas. (de seguir os breves traços gravados no berço...)

...as frágeis cores sem nome com que pinta o abandono
até à não-cor-ocre-negro
até ao silêncio do reconhecimento cansado no espanto dos olhos...

(nela como em torga cabe a expressão da essência inteligente sensível e memórica deste país de que falas

que nos perdeu os sentidos mas nos cresceu nas entranhas e moldou o lado mais belo e profundo do rosto...)

 
At 12:27 AM, Anonymous Anonymous said...

Ola!
Os homens grandes e mulheres existem que enriquecem nossas raízes.
Eu amo visitar um ao outro.

Abracos

 
At 2:25 AM, Blogger palabraserrantes said...

Aysssssssss que las elecciones no me gustan! Adónde los poetas argentinos eh? Bien, sé que decís que continúa...

Yo pasaba a dejarte un besito, que me voy de vacaciones.

Amo a Octavio Paz, lo llevo en las venas.
Amo a Pessoa.
Admiro al Che, pese a todas las malas biografías...y su distorción de los pensamientos y los ideales de un gran hombre.
Amo la fuerza del arte de la Kahlo nutriéndose del dolor y la vida.
Acaso son inseparables?

Qué decirte de Neruda? Su Canto General es una biblia.

Ya ves... soy mala para estas cosas-

Yo me despedí en el blog con un poema de Oliverio Girondo en su 40 aniversario.

Besitos Mixtu!!!!!!!
Cuidate!

 
At 2:41 AM, Anonymous Anonymous said...

La mujer chilena, más grande, en su categoría (pienso que debería dividirse por categorías), GABRIELA MISTRAL, poetisa.
(1 voto jaja).

Cariños,
Karo

 
At 9:36 PM, Anonymous Anonymous said...

Eu voto em Camões!

 
At 11:45 PM, Anonymous Anonymous said...

De alguns nomes possíveis, dois ou três sobressaiem. Mas como a votação é num só, vou ter que indicar Luis de Camões.
Um abraço

 
At 11:48 PM, Anonymous Anonymous said...

Em tempo, quero acrescentar que merece uma palavra especial o destaque que dás a Aristides de Sousa Mendes. Merecido, sem dúvida.
Um abraço

 
At 1:59 AM, Anonymous Anonymous said...

y por los españoles, voto por Lorca.....fascinante!!!!!

(aunque no soy española, la cultura de la "madre patria" me agrada bastante, menos los toros!!!)...

dejo un beso y un abrazo mixtu, que sigas tan feliz, y tan enamorado!!°!!!!!

 
At 5:27 AM, Anonymous Anonymous said...

Hola! Para mi, alguien que no està en tu lista, no sé por qué! JULIO CORTAZAR!!

 
At 9:12 AM, Blogger ♦♦♦sol♦de♦soles♦♦♦ said...

Coincido con Olvido, admiro a la Madre Teresa de Cálcuta, maravillosa ella, nunca contaminada en su alma.
Besos a ti y a Carmencita.

 
At 11:16 AM, Anonymous Anonymous said...

Sempre vai havendo algum consenso...
Bom fim de semana!

 
At 2:46 PM, Anonymous Anonymous said...

Posso votar em ti???

Agora fora de brincadeiras, é muito dificil... em várias áreas há (muitos) grandes e grandes mulheres...

Beijos do fundo da Minha Alma

 
At 4:11 PM, Blogger Vida said...

Votação...aí paciência, deixa-me ver a minha memória se se recorda de algum ilustre português...agora a sério, pois ilustres portugueses são bastantes, mas Camões será para mim uma grande referência.

Beijos e bom fim de semana.

Ah gostei de te conhecer! lol.

 
At 5:12 PM, Blogger mixtu said...

sim senhora... com que então com a nova versão... alguns amigos quedam anónimos... bem feito...
yayaya
Isto há cada uma... pois eu é que sou pastor... oh! senhores da Blog reponham lá os nomes das ditas e ditos... se faz favor...
yayaya

 
At 5:15 PM, Blogger mixtu said...

E também não têm fotos... ora bolas... mas que raio de modernices são estas...
yayaya
Fui, para nunca mais voltar

 
At 7:51 PM, Blogger Yessi said...

Mmmmmmmmmm, dificil decisión, pero en esta ocasión mi voto sería para Frida Khalo y Gabriel García Márquez y sin duda para mi querido Mixtu.

Besos

 
At 9:54 PM, Blogger azzura said...

Pues yo creo que Cristóbal Colon... ehh que dicen que es español! mallorquín para mas señas. Bueno si realmente fuera español (hay cuatro estudios en marcha) pués él; Cristóbal Colon. y si no lo fuera pues:
2 Miguel de Cervantes Saavedra
3 la Reina Isabel la Católica
4 Francisco de Quevedo
5 Jose de Espronceda
6 Juan Ramon Jimenez
7 Federico Garcia Lorca
8 Salvador Salí
9 Pablo Picasso
10 Miró ..

besitoss FF

 
At 10:20 PM, Blogger Sandra Becerril said...

Yo voto por todos los mexicanos jeje
besos y excelente fin!

 
At 10:46 PM, Anonymous Ricardo said...

Grande homem pra mim não teve, grande mulher foi e é minha dindinha. minha tia que é minha madrinha, adoro ela, tem um carater que poucas vezes vi na minha vida, mesmo com o passar dos ans não deixo de chama-la assim, não sou mais criança mas ela sempre será dindinha pra mim, acho carinhoso.....um viva pra minha dindinha, que eu a veja bem velhinha ainda, que ela faça parte da minha vida por muitos e muitos anos

 
At 1:38 AM, Blogger Mac Adriano said...

O grande português ainda não se revelou. É aquele que enfiar um balázio no Sócrates. O grande espanhol será o que tomar conta aqui da província portuguesa, que tem andado entregue à bicharada.

 
At 11:27 AM, Blogger Haddock said...

Eu devo ser um dos anónimos aí de cima que votou na padeira de Aljubarrota. Este new blogger é mesmo tramado. Abraço.

 
At 11:52 AM, Blogger Baby said...

Eu voto em Saramago, já que o teu nome não está na lista...........
Bfds, com muito sol a iluminar o teu caminho.

 
At 1:07 PM, Blogger alma said...

Creo que sin distinción de p ises, el mundo da grandes hombres y mujeres. Quizás los que más alto están en "mi lista" son aquellos que aún siendo anónimos, dan lo mejor de sí en cada acto

 
At 1:27 PM, Blogger Existe uma estrela no céu que ninguem vê senão eu! said...

Bem vou voltar a referir para mim Fernando Pessoa :P lol
beijão obrigado pelas historias!

 
At 1:33 PM, Anonymous Luisa said...

Vou responde a sério: em Espanha Picasso, em Portugal Luis de Camões.

 
At 7:33 PM, Blogger Icarus said...

Olá Mixtu, quero e devo votar pelo Aristides Sousa Mendes. Simplesmente, se trata de uma grandeza sem rivais. Nenhuns. Lucha de Gigantes? Neste caso, acho que não, sorry. Contudo, adoro essa canção, que uma amiga *virtual* chilena me ofreceu há um mês.
Abraços

 
At 7:33 PM, Blogger Milongas said...

Mixtu!!! que me voy a Lisboa avisitar la ciudad!!! jejejjeje un café estaría bien, no? bueno ya me dirás!!!
Por cierto, no entendí si estas en Mali o Burkina o si eres de allí. Yo estuve en esos países hace dos años y me encantaron!!!
Besos!

 
At 10:21 PM, Blogger MentesSueltas said...

Dejo un gran abrazo, repleto de mi mejor energía.

Desde Buenos Aires, MentesSueltas

 
At 10:48 PM, Blogger escorpyana said...

Ola,tenha um domingo delicioso.
beijusssssssssssss

 
At 11:29 PM, Anonymous Sandra daniela said...

Olá Mixtu... por aqui denovo a deliciar-me com os pemas lindos que aqui deixas... e peço desculpa pelo teu comentario no meu blog, k sem kerer apaguei! Se fores ao meu blog veras la o meu pedido de desculpas... volta sempre ! bom fim de semana!

 
At 11:49 PM, Blogger Ines said...

Aqui estou a repor o nome... o link... etc... etc...
O blogger é mesmo malandro!!!!
Ainda não fui votada aqui na tua votação!
Parece que os meus amigos não frequentam estas paragens!!! (Eheheeh)
Continuo sem uma resposta séria para esta tua pergunta!
Vamos a ver se esta tua sondagem vai ou não validar a oficial...

 
At 12:21 AM, Blogger mixtu said...

Milongas,
convidas para tomarmos um café em lisboa...

não te metas nisso, os gajos levam um dinheirão por um bocadinho de nada...

Convido-te para vires aqui à Serra... 30 centimos na tasca da velha...

Só tens que me avisar com antecedência... pois nesse dia tenho que pedir a alguém para levar o rebanho ao pasto...

Ah! E tenho que pedir à ti Júlia para dar um jeito à casa...

Besos

 
At 1:11 AM, Blogger ::: Isis ::: said...

Vengo a dejar saludos Mixtu!!!!

 
At 5:08 AM, Blogger Mentiroso said...

Que treta! só cá falta D. Duarte Pio, o Usurpador.

 
At 2:57 PM, Blogger Princesa Dariak said...

No hay grandes hombres, solo conozco Uno, y fue un muy buen relator... en la tierra solo hay hombres despues de èl,y buenos artistas que han dejado huellas eternas.
Admiro, a Octavio Paz como poeta y escritor.
gracias por tus visitas... muchisimas gracias.

Un abrazo de Luz.

 
At 6:40 PM, Blogger butterfly said...

This comment has been removed by the author.

 
At 6:42 PM, Blogger butterfly said...

:) perdoo a demora... :)
quanto à votação,bem opto pelo grande Fernando Pessoa,um excelente poeta...com um pouco de louco,mas afinal "de poeta e de louco,
todos temos um pouco..." :)
Beijinhos!!

 
At 9:13 PM, Blogger Nefertiti said...

Mixtu,
A partir de hoje, o "Esta Ausência..." será um espaço restrito.
Assim sendo e na impossibilidade de enviar o meu convite para acederes ao meu sítio por desconhecimento do teu e-mail, deixo o meu contacto.
Enviarei o convite, assim que receba a tua confirmação.
Meu e-mail: esta-ausencia@sapo.pt
Alegrar-me-ia a continuidade da tua presença e palavras.
Fico a aguardar resposta e agradeço desde já a compreensão por algum transtorno que a minha opção possa causar.

 
At 9:28 PM, Blogger Milongas said...

Mixtu, y cual es tu email???? Te dejo el mio y hablamos del café en Lisboaaaa!!!
songarcia@hotmail.com
Mil beinjinhos!!!!

 
At 10:12 PM, Blogger Skin said...

Oi Mixtu...
Voltei aqui...Gosto! ;)

Beijokas on skin

 
At 11:17 PM, Blogger Kalinka said...

A vida é uma passagem sim, feita de lugares certos e errados, palavras ditas e não ditas, correctas ou não, mas que com elas construimos essa vida e esse caminho da vida de um tempo que não volta mais...
fica apenas o sabor doce e/ou amargo de algumas palavras em momentos certos ou errados....

Beijokas.

VOTO - Madre Teresa de Calcutá

 
At 10:51 AM, Blogger bohemiamar said...

Te dejo muchos besos.

bohemiamar.

 
At 8:00 PM, Anonymous paraquedista said...

Para mim, melhor que todos foi o M. M. du Bocage.. Também era malandro mas, com uma diferença enorme dos plhiticos de hoje; fazia rir as pessoas, pelo que se conta... Boa sorte.

www.paraquedista.blogs.sapo.pt

 
At 12:02 AM, Blogger escorpyana said...

Oi,voltando pra desejar uma semana deliciosa.
beijusssssssssssss

 
At 12:38 AM, Blogger }}cleopatra{{ said...

Olá pastor MIXTU!
Vim espreitar o que de novo por aqui tinhas deixado, e o que encontro?
Uma votação!
OK. tb quero votar.
Daqueles todos que ali vi, escolho um, não que seja o melhor, mas é o que mais me toca com toda a sua sabedoria e sensibilidade...G.G. Marquez!!
Para mim... um grande escritor!

Um beijinho soprado

 
At 1:05 AM, Blogger fantasmagorico said...

yo creo que uno de los mejores mexicanos de la historia es Benito Juarez. De los escritores prefiero a Carlos Fuentes. sin embargo me late que el mejor de todos fue un anciano que conocí que se murió de tristeza, de genuina tristeza.

Y la madre Teresa era una farsante sádica que creia firmemente en el sufrimiento extremo como forma de "santificarse". Asi que tenia a sus pobres viviendo literalmente en su propia mierda..

 
At 11:31 AM, Blogger m-lita :por sentir tanto said...

para mi tb se me hace dificil Mixtu, porque al igual que Marian los heroes creo que son anonimos en gran parte , creo otros ganan credenciales luego, ahora uno conocido no sé.
y a un anónimo tampoco jiji.
avbraxotes m y gracias x esos post interesantes ;)

 
At 1:19 PM, Blogger naoseiquenome usar said...

Ai...
Tanto herói!
E tanto mártir!
E tudo por fazer.....

:)


Beijo!

 
At 5:38 PM, Anonymous su said...

Olá amigo "cosmopolita"!! ;)

Heróis são aqueles que se fazem no dia a dia o dia a dia dos outros...os mais humildes e simples, anónimos que alimentam a engrenagem da roda da sociedade...Mas a pergunta é explicíta...por isso terei de nomear uma Florbela Espanca na poesia...e um Fernando Pessoa...ah...na poesia também!! Será que isto das almas dos portugueses só vive de palavras?! ;)

Um beijo em fio aqui da Teia.

 
At 6:18 PM, Anonymous Xa said...

Hay que votar????, espera que miro ;-), deberías activar la ventanina de comentarios, así puedes leer y escribir a la par ;-)


Vaya faena eh???, yo tampoco guardo los enlaces :-(, ahora los estoy poniendo en favoritos, con tanto ir y venir es un lío, mejor no poner nada.

Abrazos internacionales.

 
At 6:20 PM, Anonymous Xa said...

Toda la lista merece mi voto ....peeeero mi personaje favorito es...


después de publicidad ;-)

Te lo cuento por privado ;-)

Más abrazos.

 
At 6:34 PM, Blogger Pryncesazul said...

hola pasando solo a saludar, cuidate mucho y sonrie siempre :)

 
At 6:56 PM, Anonymous Anonymous said...

Posso votar em ti?

Não acredito que haja alguém na blogosfera que o mereça tanto quanto tu.

Beijinhos

 
At 7:28 PM, Blogger CARLOS A. GAMBOA said...

Voto por Cervantes y su cumbre literaria que en Colombia heredó GABO
saludos

 
At 9:27 PM, Blogger Ines said...

Sabes...
Hoje apetece-me responder-te!
Já conheces o que penso. Que estamos presos à nossa temporalidade, que não conseguimos compreender a grandiosidade de alguém que nos é distante no trato e no tempo. Que há muitos anónimos que a história não presenteou com tempo de antena nas aulas de história dos liceus e que ficaram por isso para sempre votados ao esquecimento.
De qualquer forma acho que é o estético que mais me toca, a obra feita, esculpida, pintada, escrita, permanece inalterada, pode ser revisitada, olhada à luz da história ou do idiossincrasismo.
Mas... mesmo assim... não ouso escolher o "melhor" - ou não foi o próprio Pessoa ignorado pelos seus contemporâneos para depois ser "descoberto" pelos brasileiros... e então nós nos dignamos a olhar para ele...
Quem sou eu!?

O mesmo posso dizer do Aristides de Sousa Mendes. Aqui o sentimento estético é outro - ou a emoção não é por si uma experiência estética? - gostei da expressão "desobediência justa"
É com adimração que imagino a sua vida - as dificuldades, os dilemas morais, o medo, o sentimento de inevitabilidade, o dever... Não deve ter sido fácil ser Aristides.
Mas também sei não ser fácil ser Manel, Jose, Alberto, Inês, etc...etc...etc...

Porquê escolher o melhor?
Não o sei fazer!

Bjs

 
At 9:28 PM, Blogger Maria P. said...

Grande escolha: Aristides de Sousa Mendes!

E não esquecer que votar nele, também é prestar homenagem a uma Grande Mulher: Angelina, sua esposa que sempre lhe deu apoio.

Bjos*

 
At 9:29 PM, Blogger Ines said...

Acabei por não te responder...
Eh eh eh

 
At 9:46 PM, Blogger Margarida Atheling said...

É tramada esta versão nova do blogger! Enquanto não me obrigarem mesmo, não mudo!

Parece-me que, quem recebe mais votos, são os avós dos teus leitores!

Se tivesse que escolher um grande português escolhia o D. Afonso Henriques que - ironia! - era meio francês e meio leonês!

Portanto, a figura mais consensual, parece ser mesmo o "avô" de cada um e de todos, e, afinal é isso que nos liga a todos, portugueses, espanhóis, latino-americanos. O mesmo sangue, o tal "avô".

Beijinhos

 
At 9:52 PM, Anonymous sensual said...

Como se pode votar mais de que uma vez, voto no Aristides, convenceram-me.

Beijinho.

Sensual

 
At 3:12 AM, Blogger GK said...

Vou ter de ir para o Aristides... Embora a Rainha Santa seja a padroeira da minha cidade... ;)

Bj.

 
At 4:55 AM, Blogger Bettina Perroni said...

Todos ellos, un gran legado para la humanidad.

Besitos de Bettina Perroni ;)

 
At 10:46 AM, Blogger AGLOCO said...

Olá Mitxu!

Não sei se já te inscreveste na AGLOCO, mas sugeria-te que depois de te inscreveres fizesses um post a para que os visitantes do teu blog também e possam inscrever!

Agora é o melhor momento!

Fica bem!

 
At 4:26 PM, Blogger Silvia said...

Voto na Padeira.

 
At 4:55 PM, Anonymous Anonymous said...

Holla Mixtu querido...
estive afastada por algum tempo,mas estou voltando...meu voto vai pra Neruda...
Desejo uma bela tarde pra você e deixo muitos jinhosss pra vc...

Aqui é sua amiga SEDA

http://tokdeseda2.zip.net

 
At 6:25 PM, Blogger salamandra said...

por Frida Khalo!

saludos mixtu!

excelente inicio de año y mucho amor para este 2007

 
At 10:22 PM, Blogger aflores said...

Tenho mesmo que votar não é assim? OK... BOCAGE!!!

 
At 10:42 PM, Blogger Zé Lérias said...

This comment has been removed by the author.

 
At 10:44 PM, Blogger Zé Lérias said...

Zeca Afonso, é o meu voto.
Há milhares de homens grandes em Portugal, mas como não posso escolher mais que um, e depois de fazer uma curta reflexão, não hesitei em votar no nosso cantautor mais prestigiado de sempre.
José Afonso manteve-se coerente com as suas causas justas até ao fim (como muitos outros do seu tempo e em épocas recuadas) o que vai sendo raro nos dias de hoje...

Gostei de ter voltado. Um abraço brande para ti, Mixtu.

 
At 11:00 PM, Blogger Claudinha said...

Olá, foi uma confusão total esta migração, tenho alguns comentários que não seimais de quem são... E você foi parar no meu blog Fractais oonde conto meus apuros... Mas o meu principal continua sendo mesmo o Transmimentos.
Eu tenho um português e uma espanhola para citar, meu avô e minha avó, que foram imigrantes vindos do Minho e de Sevilha para o Brasil. Beijos!
Umbeijão

 
At 11:21 PM, Blogger mixtu said...

Ainda sobre Aristides,
Um dia, ano de 2002 (julgo... decorria a Bienal de Veneza) estava no Museu do vidro na Ilha de Murano quando um casal de meia idade pediu-me para lhe tirar uma foto no pátio do palácio... veio a conversa do costume: "se eu era pastor italiano..."
- portuguese from Portugal...
Eles de Jerusálem
Mais à frente a conversa vai sempre dar ao mesmo... expulsão dos judeus... séculos passados, ...
- Aristides... portuguese...
"O Justo dos justos", justo é quem salvou judeus do holocausto sem ser judeu...
Portugal is Aristides...

acho que ficou convencido, pelo menos ocnvidou-me a ir a jerusalem, segundo ele, cidade segura...

E por fim, pois os judeus têm sentido de humor... e conhecendo a minha humilde profissão...
"Não conheço ninguem da sua profissão que saiba falar bem inglês..."

 
At 2:06 AM, Anonymous El labrador del viento said...

Sin ningún lugar a dudas el Comandante Ernesto Che Guevara

 
At 9:40 PM, Blogger PatriciaFM said...

De la lista mi voto va para Pablo Neruda, pero mi gran voto seria para Jose Angel Buesa (cubano) poeta, cuidate

 
At 11:30 PM, Blogger Sara MM said...

Eu até votava no Camões... mas não me apetece gastar 60 centimos... :o|




lembras-te daquela amiga que te falei? aquela que nunca perdooei? ...hoje dei-lhe os parabéns...

 

<< Home

António Vega-Lucha de gigantes

_______________________________________________25.000 visitantes (Anterior counter),
ecoestadistica.com