Tuesday, January 09, 2007

Trago boas novas da minha caminhada...

Mal se pôs o sol, dou inicio à minha caminhada. Visto o meu fato domingueiro, o que mais gosto, o cinzento, nos bolsos levo 3 sacos com ofertas. O caminho não tem obstáculos, o meu corpo ainda aguenta a caminhada mas levo o meu cajado para me ajudar a transportar outras cosas.
Meio da manhã, chego ao Céu. O paraíso não é como pintam, é uma aldeia pequena de casas rasteiras e caiadas, ruas empedradas, faz lembrar uma aldeia alentejana, andaluza. Poucos habitantes, maioritariamente são mulheres. Pelo caminho esteve sempre a morrinhar, mas agora está uma manhã soalheira.
Os velhos jogam às cartas nas mesas dos jardins, as mulheres, umas sentadas nas soleiras das portas, outras às janelas, estão a calhandrar, os miúdos jogam à bola e as meninas pulam no jogo do elástico. Os homens mais novos estão a ler os jornais desportivos na esplanada do café do povoado, onde existe a única televisão destas paragens, só há pouco tempo é que foi instalada a Sport TV.
Dirijo-me ao largo central da aldeia, a casa mais humilde é a de Deus, no mastro não está a bandeira branca, estandarte do Céu, com o sol pintado por uma criança, é sinal que Deus não está.
Dirijo-me à única casa de altos e baixos. No piso térreo, uma tasca, por cima vive o proprietário, S. Pedro.
“Pelo assobio vi logo que eras tu, venham daí esses ossos, dá cá um abraço forte. O costume?...”,
Sento-me na mesa mais próxima do balcão, tiro dum saco duas fatias de broa de milho e um grande naco de chouriça. S. Pedro trás duas ginjas e senta-se ao meu lado.
“Tens a certeza que ninguém te seguiu?”,
“Tive esse cuidado. Hoje o caminho foi penoso, nunca antes me tinha custado tanto fazê-lo”,
“São os anos, meu amigo, maleitas mal curadas, é preciso ter paciência…”,
“Já vi que Deus não está!”,
“Saiu de manhã, disse que ia dar novos mundos ao mundo…não deve tardar”,
“Não lhe chega o trabalho que este nos dá?!”,
“É isso que lhe tenho dito, mas não me ouve…É só com ele que queres tratar?”,
“Sim, a ti só te peço para o ires relembrando do que eu lhe vou pedir…”,
“Fica descansado, assim o farei…”,
Ouve-se uma algazarra, são os catraios, Deus está de volta. Entra na tasca.
“Pedro, um copo de vinho, da pipa que não tenha sido baptizada”
“Senhor, eu não deito água no vinho…”,
“Nunca conheci um taberneiro sério... Mixtu, como tens passado homem? O que é te apoquenta? E o que trazes nesse saco?“,
“Senhor, trago-lhe uma oferta, um livro de Poesias…”,
“Momentus, gosto desse nome, a vida é feita de momentus, Nina Maria… boa moça, boa mãe, coração do tamanho do mundo…”,
“Vejo que sabes do que se trata… atende-me como se do último pedido se tratasse”,
“Não prometas o que sabes que não podes cumprir… homem, o que eu te disse da última vez que estiveste cá por igual motivo?!”,
“Que os médicos, para além de discípulos de Hipócrates, são seus discípulos na terra”,
“Foi só isso?”,
“Que as noticias más nunca são as últimas”,
“E…”,
“ Nos momentos difíceis há sempre alguém que fará algo de especial por nós”,
“Vejo que vieste porque estavas com saudade de beber uma ginja com o Pedro”,
”E porque estava necessitado de ouvir os seus ensinamentos”,
“Mixtu, faz boa viagem, homem do Céu…”.
Despeço-me, sinto-me mais leve, menos uma dor que transporto.
Ao sair da aldeia, vejo a aproximar-se o Diabo. O Diabo não é como pintam, é boa gente, foi o único que deu um passo em frente quando Deus pediu um voluntário que carregasse a maldade dos homens, para que Nosso Senhor carregasse apenas a Bondade e que esta nunca se misturasse com a malvadez. É ele que gere o Inferno que fica logo depois de uma pequena colina. O Inferno é uma cidade de prédios altos, igual a tantas outras, nada possui de interessante. “Companheiro, um abraço, outra vez por aqui?!”,
“Vim ouvir as palavras sábias de Deus”,
“Faço o mesmo todos os dias! Que me vais dar?!”,
“Um livro de Poemas que aquecem o coração”,
“Vejo-te cansado… porque insistes em transportar as dores do mundo?”,
“Foi-me dada essa missão, penso que a cumpri, não disse a Deus, mas sinto que não tenho mais forças para fazer nova caminhada e tu... sinto-te triste…”,
“Companheiro, nem imaginas, todos os dias é despejada em mim muita maldade”,
“Amigo, tenho de me fazer à viagem, como vens cá todos os dias, relembra a Deus, o motivo desta minha vinda para que esta minha viagem não tenha sido em vão…”,
“Assim o farei, boa viagem, que o cajado sempre te acompanhe…” ;

62 Comments:

At 7:02 PM, Blogger Ni said...

Eu não entendo apenas o texto... brilhantemente escrito! Entendo a alma de quem o escreveu. E gosto do que 'vejo'. Não apenas por mim
- eu sou somente uma pessoa - mas por todas 'las gentes' que têm o privilégio de partilhar contigo este tempo-espaço.
Só um 'comandante' faria tal caminhada por 'um' dos seus.
mixtu: és único na tua capacidade de levantar quem estava (repara no tempo verbal) a entregar-se ao desânimo. Emocionaste-me, como não me acontecia há muito tempo. Com amigos como tu, que têm a sabedoria de saber que Deus e Diabo são as duas faces da mesma moeda, e que o Bem só existe porque 'alguém' carrega o mal... suspiro soprado... não tenho mais medo mixtu.
Vamos em frente, meu comandante!
Também sei assobiar...
E venham daí mais amigos! A caminhada na vida , quando bem acompanhada, é uma festa sem data marcada... tal como eu gosto!

Nina

(Ainda vou fazer um almoço - eu cozinho - para este pessoal todo... e não será 'rancho'... mas o que vocês merecem: O MELHOR!)

Beijinhos e abraços, vocês escolhem.


(Obrigada, mixtu. Tua amiga incondicionalmente...)

 
At 7:10 PM, Blogger lobices said...

...gostei imenso
um abraço

 
At 8:18 PM, Anonymous azzura said...

Te aseguro que voy a comprenderlo todo;;)) buscaré un traductor y terminaré hablando portunhol mejor que tú!! jejee besitosssss
Luego te lo traduzco todo!!

 
At 8:28 PM, Blogger Alentejano said...

Escrito do fundo....muito lindo.

 
At 8:49 PM, Blogger Sara MM said...

Lindo...

(Tu é que não páras de me surpreender)

A Nina vai ter a Força que precisa concerteza, tendo assim por perto alguém como pareces ser!

 
At 9:32 PM, Blogger Cruzeiro said...

Nenhum comentário transmitirá o que senti perante o que acabei de ler...és de facto especial e a nina com amigos como tu, vai ter forças para ultrapassar isto!

 
At 10:15 PM, Anonymous Credendo Vides said...

Muchas gracias por su visita a mi Inframundo.
Supongo, q con paciencia y diccionario, conseguiré leer completo su blog.
Saludos desde el Inframundo.

 
At 10:16 PM, Anonymous GUARDIAN said...

tá muito bem escrito mas não sou cristão...nada me disse...

peço desculpa...

mas continuo a gostar de cá vir.

 
At 10:52 PM, Blogger missixty2000 said...

Realmente mixtu, tu tens magia!!És um contador de histórias!!até dá vontade de ir para o céu...e contigo!!!Força nina!!!

 
At 10:56 PM, Blogger mixtu said...

@Nina:
Almoço?! Olha que este pessoal nosso amigo... são uns "comilões", não se contentam com favas verdes, e depois como fazíamos com as nossas amigas da américa Latina, Espanha, Israel ... eu não pago passagens para ninguém, comigo "não há pão para malucos".
Olha almoço, o que tu foste lembrar... estás mesmo cansadita. Almoço?! É, estou mesmo a imaginar... depois havia arraial com o Trio Odemira...

@Lobices,
um abraço...

@Azzura,
non es necessario un tradutor, tienes que vir una semanita à minha tierra, te ensino português...
(ai do gajo que goze do meu espanholês)

@alentejano,
pelos vistos, vives no paraíso :)

@Sara MM
amigo é para as ocasiões, mas como digo não quero fazer outra caminhada, mas por ti... lá pego outra vez no meu cajado.

@Cruzeiro,
entre nós não são necessários grandes comentários...amiga...

@credendo vides
compra o dicionário, os da Porto Editora são os melhores...

@Guardian,
Como tu dizes "Eu sou ateu graças a Deus"... tens toda a razão...

@ Missisty2000
Numa próxima viagem, não levo cajado, levo-te a ti...:)

 
At 11:37 PM, Blogger Ruy said...

foi divinal... lindo, simplesmente esta la o que importa, a amizade, o sentimento, a lealdade...
obrigado por existires.

 
At 11:42 PM, Blogger incondicional said...

Entiendo Mixtu...otra vez, copias y pegas el texto y lo pones tú mismo donde quieras.
Un abrazo grande grande para tí y Nina :-)

 
At 11:46 PM, Blogger Mitsou said...

Simplesmente genial. Ainda estou a refazer-me da leitura. És de facto uma pessoa especial. E o grande amigo que a Nina merece. Tenho a certeza que o desenlace será motivo de grandes festejos e alegrias.

Um beijinho doce para ti a agora vou visitá-la.

 
At 12:02 AM, Blogger wind said...

extraordinário texto de amizade, de solidariedade e principalmente amizade!
A Nina tem sorte em te ter como amigo:)

 
At 12:30 AM, Blogger Poemas e Cotidiano said...

Mixtu: Nesse momento sinto-me em alta emocao. Pessoas como voce, emocionam. Imagino como a Nina se sentiu. Ah Nininha, ter o Mixtu como comandante desse navio, minha irmazinha, nao precisamos de mais nada!
Ele vai aparar os ventos fortes, ele vai fazer com que os relampagos sejam apenas pequenos riscos no ceu.
Mixtu, voce eh uma pessoa especial.
Conheci-o atraves da dor da nossa amiga. Voce eh o Comandante, a Nininha, eh Assistente do Comandante, e eu sou a camareira.
Vou encher de flores esse barco, e vou limpa-lo e perfuma-lo como nunca!
Ah meus Amigos, eu AMO VOCES!
Estou realmente comovida nesse momento.
Beijos aos dois,
Mary

 
At 12:35 AM, Blogger grande marinha said...

Meu caro:
V. Excelência escreve com a alma. O senhor é "homem do céu", muito bonito, que sirva de lição a todos nós e que acabem as maldades.
Cumprimentos, ao seu dispor.

 
At 1:15 AM, Blogger Zé Carlos said...

Olá Mixtu, excelente seu texto. Era mesmo o que a Menin@ estava precisando ler.... continue este seu caminho, amigo e será sempre tido como o que faz o bem. Um abraço do amigo brasileiro, Zé Carlos

 
At 3:45 AM, Blogger UMA said...

ayy, Mixtu...me encanta pasear por acà.
Te dejo besazos de los mios,
siempre es un placer,,,,,,,,,

 
At 8:10 AM, Blogger Rosmaninho said...

Mixtu :)

Estou com uma lágrima no canto do olho :*( mas... D:-)tiro o chapéu à Grande ideia que teve em ir falar com Deus, não perdendo tempo e falando com o diabo. Sim, porque não vá o >:-> diabo tecê-las...
Estou :-O com o texto Lindo que me ofereceu para ler.
:* Mena

Nina, assim é que é " Vamos em frente!" Muita Força, muita calma, muita esperança!
Um beijo
Mena

 
At 9:04 AM, Anonymous Neith said...

Simplesmente...soberbo!!! Um beijo enorme :)

 
At 10:06 AM, Anonymous paloma said...

He buscado un traductor y esta vez he entendido las palabras y la esencia del texto y sólo puedo decir que tiene magia, cada palabra y cada renglón es mágico.
Es un paseo que merece la pena hacer.

BesoS (¿beijos?)

 
At 11:56 AM, Blogger Tatiana Valentina said...

Eu sou ateia, logo não sou a pessoa para tirar o devido significado deste texto, contudo como leitora sei admirar uma bela narrativa, algo muito bem escrito !!!!

 
At 1:16 PM, Blogger Margarida Atheling said...

Muito bom! :)

 
At 1:19 PM, Blogger mixtu said...

@ Ru(y):
Um abraço.
@ Incondicional:
sou teu amigo incondicionalmente...
@ Mitsou:
Quando li o teu nick, pensava que era o meu... :)
@ Wind:
A Poetisa Wind... para quem não conhece... um espaço obrigatório para visitar.
@poemas e (c)otidiano:
Já há tripulação, falta o barco... :)
@grandemarinha
... ao seu dispor.
@zé Carlos
Um abraço para terras de Santa Cruz... :)
@Uma:
... fico à espera dos teus besazos, se não poderes vir,manda pelo correio...
@Rosamninho:
O que seriam as fogueiras de S. João sem o (a) rosmaninho... :)
@Neith:
... mais um beijo...lindo... :)isto hoje está a "render".
@Paloma:
Nunca to disse, mas agora vou-te dizer: gosto de ti, ainda bem que utilizaste um tradutor...assim percebeste a essência do texto. Me encanta Espanha (ou as espanholas, para ser sincero :) )
@Tatiana Valentina:
O Deus descrito existe...
@ Margarida Atheling:
... há momentos que não são de palavras...

 
At 2:10 PM, Blogger Poemas e Cotidiano said...

Oras, Oras, pois pois... se falta o Barco, vamos compra-lo.
Tem preferencias, Mixtu? Fale com a Nina.
Vai ter que ser um Grande Barco, pois para caber toda essa gente!!!
Vou precisar fazer um emprestimo, mas tudo eh valido!
Agora...quem traz a comida? Afinal a Nina vai querer aquele almoco!
Eu posso fazer uma Torta de Frango, minha especialidade...
Beijos queridos
Mary

 
At 3:59 PM, Blogger Galo Rouco said...

Mas que belos momentos nos ofereces Mixtu!
Muito bem e muito bom!

 
At 5:11 PM, Blogger Tenue said...

Que pena no entender portugues, porque tu blog pinta entretenido....Gracias por visitarme Mixtu, yo lo seguire haciendo aunque sea para mirar tus bonitas fotografias y robarte alguna con tu permiso.

Un beso

 
At 6:58 PM, Blogger segurademim said...

Tenho passado por aqui, companhado em silêncio os teus últimos posts

Espero sinceramente que tudo corra bem...

BJ

 
At 8:28 PM, Blogger Su said...

excelente este texto cheio de sentimento, de amizade
gostei de ler
jocas maradas

 
At 8:29 PM, Blogger Bohemia said...

En estos momentos son los que lamento no saber hablar tu idioma, aunue algo entiendo hay cosas que se me escapan...¿Me das clases de portugués? jjajajaja

 
At 8:59 PM, Blogger Meia Lua said...

Lindo... cheio de inspiração :) Parabéns

 
At 9:52 PM, Anonymous eternapartedemim said...

Olá Mixtu! A "tua caminhada" não foi de todo em vão... adorei ler este texto tão bem elaborado. Beijos para ti e para a Nina... acompanhados de muita Esperança e Força! *****

 
At 10:27 PM, Blogger Lagoa_Azul said...

E por cada vez que te sentires cansado mixtu, lê o livro de poesias que nina escreveu, que ai irás encontrar toda a força para que não te falhem as pernas no percurso de tuas , que também faço minhas preces...
Lindo texto , beijos com carinho.

 
At 10:40 PM, Blogger Maria said...

Gostei imenso.
Boa noite

Para a nina, gostei de te ver assim, um grande beijo

 
At 10:42 PM, Blogger mixtu said...

@Mary:
cuidado com o empréstimo, não te quero ver endividada :) tarta de frango... vamos a ela... eu não quero é arraial popular, rifas, isso dispenso... :)
@Galo:
Anda parco de palavras, anda atentra polar a cerca... :)
@Tenue:
Podes roubar as fotos... mas cuidado pode aparecer o dono... que não sou eu :)
@segurademim
sempre presente... é como a morrinha... :)
@su
maradas para ti também... :)
@bohemia
Dou-te classe de português, claro que si
@Meia lua:
Meia só de nome...
@eterna:
caminhada de todos os amigos que deram força, o cajado são vcs....
@Lagoa:
Aí está uma novidade... o livro escrito pela Nina... não é surpresa, mas é uma novidade, vou estar atento ao correio. Minha morada: 5ª avenida - New York, logo a seguir ao sinaleiro... :)
@Maria:
Beijo

E já agora... parabéns a todos vós pelo 1 mês de blog :::)))

 
At 11:37 PM, Blogger naoseiquenome usar said...

E....:) (reportando-me ao meu chuva.... e, a seguir obrigada!:) )... Dizia--- E, a seguir, habituam-se???????????????
Eu sei, eu sei....

 
At 11:56 PM, Blogger Mac Adriano said...

Está bem escrito. Quem bem lê, bem escreve. Nota-se a influência saramaguiana.
P.S.: És muito distraído, Mixtu. O Bananas TEM mail, escusas de fazer confissões públicas que te envergonhem. Quando lá voltares, hás-de reparar na caixa de correio. É só carregar-lhe em cima.

 
At 12:09 AM, Blogger polittikus said...

stava a ler o teu post e a recordar-me da terra dos meus pais de quando era puto. Viajem a um Portugal que quase já não existe... Gostei.

 
At 12:16 AM, Blogger Maria Pedro said...

Mixtu, viagens, viagens, mas sempre dedicado à causa verbi... e à gaia ciência... e sempre atento às coisas que interessam.
É sempre um gozo visitar o teu estaminé!

Beijos!
E força, Nina! Um dia, quero experimentar esses tues dotes culinários, nem que seja virtualmente (através de mais uma viva descrição do Mixtu, por ex.)

 
At 1:13 AM, Blogger mixtu said...

@não sei...
Pode ser que se habituem a praticar o bem
@Macaco:
Põe distraído nisso, porra!!!
@Polittikus:
Viveste no paraíso… muitos regressam à terra natal.
@Maria Pedro:
Olha que excelente ideia… um post sobre uma "almoçarada" virtual...

 
At 1:23 AM, Anonymous incondicional said...

Holas Mixtu, consegui um tradutor, que *ts viagens consigam seu objetivo, to desejo de todo coração.
Abraços para *Nina e para tí :-)

 
At 4:18 AM, Blogger Poemas e Cotidiano said...

Desculpe Mixtu, mas como voce quer que eu compre o Barco se nao fizer rifa?
Ah meu amigo, "estas a pensare" que sou milionaria? risos
Vou fazer uma rifinha sim...como nao?
Quanto a torta de frango (escreve direito, Mixtu, eh torta, nao tarta)! :-) voces nunca experimentaram uma igual....pode acreditar!
Sobremesa? Mousse de Chocolate.
E depois...um passeio todo mundo junto, de bicicleta. Afinal, precisamos queimar as calorias!
Beijos a Nininha e Mixtu! (e todo o pessoal!).

 
At 8:43 AM, Blogger isterica said...

Estoy intentando leerte pero, para mí es complicado entenderte. Ufff! Lo volveré a leer más despacio a ver si te entiendo mejor.

 
At 8:45 AM, Blogger musalia said...

pela primeira vez neste espaço. dizer-te que gostei seria apenas um grãozinho de areia no areal da emoção que me despertaste. já não se encontram amigos assim ao virar da esquina. feliz de quem tem a benção da tua amizade.
a Nina vencerá o desânimo e tudo voltará a brilhar. um beijo para ela.
para ti, um carinho especial.

 
At 12:47 PM, Blogger Joana said...

parabéns...

 
At 12:54 PM, Blogger JVC said...

Mixtu,
gostei muito.
tens andado desaparecido... não pode ser! postar diariamente.
beijinhos

 
At 1:26 PM, Anonymous Ritisabel said...

Muito bom! Bjinhos.

 
At 2:40 PM, Blogger Darilea said...

Bello texto.
Encontrar los caminos del mundo por dificil que nos parezca, siempre hay una mano para acompañar en ese paseo.
Besitos

 
At 2:57 PM, Blogger Cruzeiro said...

Tens razão mixtu, não são precisos grandes comentários...:)
como tu dirias:saludos :)

 
At 3:17 PM, Blogger Rui said...

Eu também gostei.

 
At 3:18 PM, Blogger Flor said...

lindo mesmo!
beijo

 
At 3:26 PM, Blogger sonia r. said...

Andas desaparecido. Bjos.

 
At 6:14 PM, Blogger mixtu said...

@Incondicional:
Passaste do "Lastima el idioma" para a compreensão da essência dos textos... és a maior...
@Mary: Está combinado…
@isterica: Volta com mais "espacio", é um texto com muita "ruralidade", eu sei...é complicado...
@musalia: este blog também é teu...
@Joana... obrigado,
@jvc: Este blog é patrocinado pelo ministério da cultura, mas ainda não vi o dinheiro, logo tenho que trabalhar :)
@Ritisabel: jinhos para ti também.
@darileia: usted já não necessita de tradutor.
@cruzeiro: saludos (especiais)
@Rui: estou em falha, ainda não fui ao teu blog, mas viagens e trabalho...
@flor: ... beijo (isto hoje também está a render :)
@Safo: Desaparecido apenas do pecado :)

 
At 7:54 PM, Blogger ~*Vica*~ said...

Lindo texto. O que é "calhandrar"?

 
At 8:54 PM, Blogger Misty said...

Vim retribuir a visita. Não consigo sequer dizer que o texto é de uma beleza, de uma bondade, de uma humanidade como é raro sentir, porque tenho agora os olhos rasos de água. Adivinho sem saber de que batalha se trata. Está ainda muito próxima de mim. Fria, mas muito próxima.
Espero que Lhe transmitam o seu recado...

 
At 9:48 PM, Blogger TMara said...

só um adjectivo:maravilhamento. Obrigada. Bjs de luz e paz e k nunca o cajado te falte :)

 
At 10:06 PM, Anonymous eme said...

Hola MIXTU, bonita historia mitad verdad mitad mentira segun con el cristal que se mire.
Un abrazo de un amigo.

 
At 12:11 AM, Blogger naoseiquenome usar said...

Antes de mais obrigada pela visita à minha casinha:)
Este texto é belíssimo, inspirador e transpira amizade por todos os poros!
Obrigada!
Vamo pois continuar a caminhar.
Um beijo.

 
At 12:23 AM, Blogger antimater said...

E então onde se arranja esse tal "momentus"?

 
At 12:35 AM, Anonymous 123de4 said...

Espectacular!! Ainda bemm que apareceste no meu Blog, que assim te pude descobrir já..:) Boas caminhadas..:)

 
At 12:45 AM, Blogger mixtu said...

@Vica: Calhandrar é falar mal, falar do alheio…
@Misty: Força… a tua escrita é de coragem…
@Tmara: O cajado… gosto do cajado…
@Eme: a parte do Diabo ser boa gente também é verdade :)
@Não sei: É esse objectivo, caminhar, caminhar para…
@Al: Essa é uma pergunta ou “procura” para a qual não tenho resposta, agora há aqui um comentário a referir livro(s).
Uma premiada, designadamente, com o prémio Neruda, tem que ter livro s) publicados, para já deixo o blog da poetisa… e volto a repetir a minha morada para ver se... (5ª avenida - new york, logo a seguir ao sinaleiro).
@ 123de4: Gosto do teu nome...

 
At 8:47 PM, Blogger Grismar said...

Hermoso texto Mixtu. Empecé a leer tu blog con temor a no entender más que unas pocas frases, pero cada día es más sencillo, y no es sólo por el idioma, tu forma de escribirlo lo hace posible. Un beso.

 

<< Home

António Vega-Lucha de gigantes

_______________________________________________25.000 visitantes (Anterior counter),
ecoestadistica.com